O que é Sociologia?


Compartilhar
Enviar

Sociologia é a ciência que estuda a sociedade e os fenômenos que nela ocorrem sejam eles culturais, econômicos, religiosos.

A sociologia se ocupa basicamente de cinco elementos: a estrutura social, os grupos sociais, a família, as classes sociais e os papéis que o indivíduo ocupa em sociedade.

O que é?

A sociologia busca explicar os vários fatores que diferenciam o comportamento humano ou, pelo contrário, porque grupos sociais diversos tendem a comportar-se de maneira semelhante.

Para o estudo sociológico se considera o grupo social, as interações entre os indivíduos e os meios usados para a comunicação deste indivíduos no grupo.

Assim, o objeto de estudo do sociólogo pode ser as diferentes organizações humanas como igrejas, empresas, escolas, hospitais, times esportivos, etc. ou seja, todas as instituições sociais.

Igualmente analisa grupos culturais, a forma e o impacto da gestão governamental dentro de um determinado grupo.

Assim, a sociologia parte de um determinado conceito de sociedade para investigar sua estrutura social e as relações sociais neste meio.

Como Surgiu?

Os estudos relativos à sociedade vão ganhar força após o fim da Revolução Francesa e o advento da sociedade dominada pelo modo de produção industrial.

Por isso, mais que buscar a resposta na teologia ou na política, vários pensadores preferiram entender as mudanças econômicas a partir dos grupos sociais.

A sociologia como disciplina separada das demais ciências humanas surgirá com o francês Auguste Comte (1798 – 1857) que cunhou o termo.

Ele foi o autor do primeiro estudo sistemático sobre sociologia e para ele, esta ciência é a culminação do método científico.

Comte defendia o racionalismo diante de tudo, mas quis transformar as matérias científicas numa nova religião, o Positivismo.

No entanto, outros pensadores já tinham analisado as relações humanas de um ponto de vista do grupo como Saint-Simon (1760-1825) e Alexis de Tocqueville (1805 – 1859). Além disso, Karl Marx (1818 – 1883) fará uma contribuição primordial com a teoria das classes sociais.

Pioneiros da sociologia como ciência foram Émile Durkheim (1858 – 1917), Vilfredo Pareto (1848 – 1923), Max Weber (1864 – 1920) e Marcel Mauss (1872 -1950).

Sociologia
Émile Durkheim, Max Weber e Karl Marx

Resumo

Atualmente, várias disciplinas se fundiram com a sociologia dando origem a sociologia da educação, do direito, da cultura, etc.

Sociologia da Educação

A sociologia da educação estuda a relação de aprendizagem e sociedade, o impacto da escola em diferentes âmbitos sociais, o papel do professor, etc.

Explora o tema do professor como agente educativo, mas também a estrutura de uma sala de aula e da comunicação aluno-professor.

Sociologia Jurídica

A Sociologia do Jurídica ou Sociologia do Direito tem como fim entender o conjunto de leis jurídicas que regem uma sociedade a partir da ação social de partidos políticos, grupos de pressão, elites econômicas, etc.

Entre seus campos de pesquisa estão a diferença entre a lei e sua aplicação à sociedade onde ela se circunscreve.

Desta forma, o Direito pode ser questionado se é justo, se protege determinado grupo social e prejudica outro, se contém elementos que favorecem a inserção de extratos desprotegidos, etc.

Sociologia do Trabalho

A Sociologia do Trabalho analisa as relações do ser humano e a natureza seja por meio de atividades físicas, seja por intelectuais.

Falar de trabalho significa estudar as mudanças provocadas pelo homem na natureza, pois dela é que retira materiais para transformá-la. Com sua criatividade, o homem usará sua inteligência para sobreviver na natureza.

Como em tudo na Sociologia, o conceito não é estanque e também a ideia de trabalho mudará de acordo com o momento histórico. Por exemplo: nas sociedades escravistas há uma clara divisão em quem realiza o trabalho pesado e quem faz o trabalho mais leve.

Alguns intelectuais foram fundamentais para pensar as relações de trabalho como Adam Smith (1723-1790), Karl Marx, Frederick Taylor (1856-1915) e Henry Ford (1863-1947).

Sociologia no Brasil

A criação da sociologia no Brasil ocorre de maneira paralela ao seu desenvolvimento na Europa, mas com as especifidades que marcam os países subdesenvolvidos.

Se na Europa se avaliava a constituição de uma sociedade capitalista, após uma sociedade medieval, no Brasil, o primeiros objetos de estudo não poderiam deixar de ser a própria formação da nação. Como definir o brasileiro? Que papel caberia ao Brasil no “concerto das nações”?

A questão vai ocupar todos os pensadores brasileiros como Manoel Bonfim (1868-1932), Eduardo Prado (1860-1901), Gilberto Freyre (1900-1987), Sérgio Buarque de Holanda (1902-1982), e muitos outros.

Sociólogos Brasileiros

Leia mais:

Para saber mais, baixe o PDF do livro “O Que é Sociologia?” de Carlos Henrique Martins clicando aqui.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s