Gás Natural: Utilização, Vantagens e Desvantagens


Compartilhar
Enviar

O gás natural é um combustível fóssil encontrado em bacias sedimentares marinhas e terrestres associado ou não, ao petróleo. É composto por uma mistura de hidrocarbonetos leves, com predominância de metano, e permanece em estado gasoso em condições normais de temperatura e pressão do ambiente.

Esse gás pode passar por tratamentos termodinâmicos para ser tornar líquido e assim é chamado de gás natural liquefeito (GNL), sendo mais facilmente transportado. É uma das fontes de energia mais importantes do mundo, atrás apenas do petróleo e do carvão.

Utilização

Representa um ótimo combustível com diversas aplicações em automóveis e residências, comércios e indústrias, para prover eletricidade e calor. É também utilizado como matéria-prima na indústria petroquímica (plásticos, tintas, fibras sintéticas e borracha) e de fertilizantes (transformado em ureia, amônia e derivados). Na geração de energia elétrica, tem sido bastante empregado nas termelétricas e em indústrias.

Vantagens e Desvantagens

O gás natural é uma fonte não-renovável, que foi formada por milhões de anos nos reservatórios subterrâneos do planeta. Seu processo de produção, desde a exploração, processamento até o transporte pode gerar grandes impactos no ambiente, como derramamentos de navios petroleiros, vazamentos em plataformas e gasodutos.Tem também a desvantagem de ter contaminantes altamente tóxicos que tem de ser eliminados no processo de refinamento.

Além disso, há os problemas gerados por seu uso nas usinas termelétricas, em especial a necessidade de um sistema de resfriamento, causando desperdício de água, e as emissões de poluentes atmosféricos: dióxido de carbono (CO2), óxidos de nitrogênio (NOx) e, em menor escala, monóxido de carbono e alguns hidrocarbonetos de baixo peso molecular, inclusive metano, devido à combustão incompleta.

Por outro lado, apresenta algumas vantagens ambientais como fonte energética, se comparado com outros combustíveis fósseis (carvão mineral e derivados de petróleo), a saber:

  • possui menos contaminantes que outras fontes de energia, como o óleo diesel que produz emissões de óxido de enxofre, fuligem e materiais particulados;
  • produz uma combustão mais limpa, com menor quantidade de emissões de COpor unidade de energia gerada (cerca de 20 a 23% menos do que o óleo combustível e 40 a 50% menos que o carvão);
  • contribui para a redução do desmatamento ao substituir a lenha;
  • maior facilidade de transporte e manuseio, se comparado com o GLP(gás liquefeito de petróleo), que exige grande infra-estrutura;
  • não requer estocagem, eliminando os riscos do armazenamento de combustíveis;
  • proporciona maior segurança em caso de vazamento, porque é mais leve do que o ar e se dissipa rapidamente pela atmosfera, favorecendo o uso doméstico.

Origem e Composição

O gás natural tem sua origem em qualquer matéria orgânica degradada (restos de algas, animais, vegetais)por bactérias anaeróbias. O processo demora milhões de anos.

Vários fatores naturais definem a composição do gás natural bruto e tudo depende, em grande parte, das condições em que o gás é acumulado subterraneamente, nos reservatórios.

Veja aqui tudo sobre a Origem e Composição do Gás Natural.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s