Energia Eólica


Compartilhar
Enviar

A Energia Eólica é o processo pelo qual o vento é transformado em energia cinética e a partir dela em eletricidade com o uso de equipamentos específicos. O vento é usado como gerador de energia desde a antiguidade em sistemas como o bombeamento de água, a moagem de grãos e a movimentação de barcos.

ONU (Organização das Nações Unidas) classifica a energia eólica como MDL (Mecanismo de Desenvolvimento Limpo) e a colocou como prioridade para investimentos no incentivo à chamada economia verde.

Impactos Ambientais

Hoje, a energia eólica é a mais buscada entre as fontes de energia renováveis. É a opção às fontes não-renováveis que mais são utilizadas para abastecimento em todos os países. Os modelos de exploração de energia predominantes recebem críticas pelos intensos impactos ambientais que geram.

As termoelétricas contribuem para o efeito estufa devido ao lançamento de resíduos da queima dos combustíveis, como madeira, óleo ou carvão vegetal. A fonte mais utilizada no Brasil, as hidrelétricas alagam imensas áreas e alteram o curso dos rios. Já as usinas nucleares representam risco de contaminação permanente por radiação.

Leia também: Fontes de Energia e Fontes Alternativas de Energia.

Com Funciona o Aerogerador

A energia eólica é gerada com a movimentação de grandes turbinas conhecidas por aerogeradores, em formato de cata-vento ou de moinhos. As turbinas são instaladas em regiões onde há os ventos chamados predominantes.

Seu funcionamento é basicamente feito pela transformação da energia cinética, em energia mecânica ou energia elétrica.

Para entender melhor é preciso saber que o vento é o resultado de correntes de conversão na atmosfera da Terra e que são impulsionadas pela energia térmica gerada pelo Sol. Ou seja, o vento é um tipo de energia solar e quando não há Sol, ele não existe.

O movimento do ar, que conhecemos como vento, surge na superfície da terrestre onde há solo e água. O calor do Sol aquece mais rápido o solo que a água e o ar aquecido é mais leve, por isso sobe. À noite, o ar sobre a água é mais quente e é substituído pelo ar mais fresco do solo.

Esse movimento gera energia cinética que pode ser transformado em energia elétrica a partir da movimentação da turbinas. Os equipamentos têm duas limitações: não funcionam sem vento, obviamente, e o vento em excesso os danifica.

Energia Eólica no Brasil

O exploração comercial da energia eólica no Brasil começou em 1992, quando foi instalado o primeiro aerogerador em Fenando de Noronha (PE). A matriz atual conta com 298 usinas eólicas instaladas e coloca o País como líder do setor no mercado sul-americano.

A produção diária média é de 2,9 megawatts médios, o suficiente para abastecer 13 milhões de pessoas. A energia eólica representa 3,5% da matriz energética brasileira. A meta do Ministério das Minas e Energia é chegar a 11% até 2023.

Hoje, o Rio Grande do Sul lidera a produção de energia eólica no País, seguido pelo Ceará, Rio Grande do Sul e Bahia.

Energia EólicaO Brasil é líder do mercado sul-americano de energia eólica e aproveita o potencial do Nordeste

Energia Eólica Residencial

O consumo médio de energia elétrica em uma residência é de 166 KWh/mês, pela estimativa do Ministério das Minas de Energia. Uma só turbina consegue produzir energia suficiente para abastecer até 300 unidades residenciais.

Não há limitações ao abastecimento das residências e das unidades comerciais com energia eólica em todas as necessidades, como aquecimento da água, iluminação e autonomia para equipamentos eletroeletrônicos.

Vantagens

  • É uma fonte de energia inesgotável
  • Não emite gases
  • Não gera resíduos
  • Os geradores podem ser instalados em áreas sem a necessidade de deslocamento da comunidade, sendo compatível a permanência de atividades como agricultura e pecuária
  • Aumenta a autonomia energética do país
  • Reduz a dependência de combustíveis fósseis
  • É uma fonte barata de energia se for considerado o investimento a longo prazo
  • A instalação ocorre em menos de 6 meses
  • A recuperação do investimento com fabricação, instalação e manutenção do aerogerador ocorre me menos de seis meses após o início da atividade

Desvantagens

  • Intermitência do vento e integração para a geração constante de energia
  • A instalação modifica a paisagem e o impacto visual é significativo
  • Poluição sonora
  • Impacto sobre a migração das aves

Curiosidades

  • O vocábulo “eólico” provém do latim Aeolicus, todavia o termo provém da mitologia grega, do deus do vento denominado Éolo;
  • Foi na década de 70, diante da crise do petróleo, que a energia eólica adquiriu maior importância;
  • Atualmente, 3% da energia gerada no mundo provém das fontes de energias eólicas;
  • A energia eólica representa 10% da matriz energética dos países da União Europeia e 39% do abastecimento da Dinamarca;
  • O nordeste brasileiro é região que apresenta o maior potencial de energia eólica no País;
  • Desde 2010, a China é o maior produtor de energia eólica do mundo, seguida dos Estados Unidos e Alemanha;
  • A maior turbina eólica do mundo está instalada no Havaí, tem cerca de 20 andares e pás do tamanho de um campo de futebol;
  • No dia 15 de junho é comemorado o Dia Mundial do Vento.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s