Elon Musk é acusado de fraude na bolsa por causa de post no Twitter


Por G1

 


Elon Musk, presidente-executivo da Tesla, em evento no Japão, em 2014 — Foto: Toru Hanai/ReutersElon Musk, presidente-executivo da Tesla, em evento no Japão, em 2014 — Foto: Toru Hanai/Reuters

Elon Musk, presidente-executivo da Tesla, em evento no Japão, em 2014 — Foto: Toru Hanai/Reuters

A agência reguladora do mercado nos Estados Unidos (SEC) acusou o presidente da TeslaElon Musk, de fraude, alegando que ele induziu investidores ao erro no mês passado, ao tuitar que poderia tirar a montadora da bolsa.

Posteriormente, no fim de agosto, Musk voltou atrás na ideia, dizendo que os investidores o convenceram a não privatizar a montadora especializada em carros elétricos.

‘Negligente’

No processo aberto contra Musk nesta quinta-feira (27), a SEC disse que os pronunciamentos ele no Twitter foram “falsos e enganosos” e que ele nunca tinha discutido esse plano.

A agência afirmou ainda que Musk “sabia ou foi negligente em não saber” que enganava investidores, dizendo a seus mais de 22 milhões de seguidores no Twitter que tinha “financiamento garantido”.

A SEC permite o uso de redes sociais para empresas divulgarem informações sob a condição de que tenham comunicado aos acionistas a decisão de usá-las à margem da entrega de documentos formais.

O “chefão” da Tesla disse ao “The New York Times” que não consultou ninguém da empresa antes de fazer a postagem na internet.

A agência destacou que executivos têm posição de confiança nos mercados e uma responsabilidade importante para com os acionistas.

“Um status de celebridade ou a reputação de inovador em tecnologia não é desculpa para não levar a sério essas responsabilidades”, completou a SEC.

Musk se defende

O presidente da Tesla se pronunciou algumas horas depois. “As ações injustificadas da SEC me entristecem e decepcionam profundamente”, afirmou, em comunicado divulgado na TV CBNC.

“Sempre agi em benefício da verdade, da transparência e dos investidores. As integridade é o valor mais importante em minha vida, e os fatos mostrarão que nunca coloquei isso em risco de nenhuma maneira”, acrescentou Musk.

As ações da Tesla caíssem 10,63% após o fechamento do pregão desta quinta.

Polêmicas

Musk é conhecido por ser bastante polêmico no Twitter, onde chega a discutir com seguidores.

Nos dias que se seguiram entre o anúncio da ideia de tirar a montadora da bolsa e a desistência, ele deu algumas entrevistas, entre elas uma para o jornal “NY Times” em que dizia que não se arrependeu dos posts.

Ele também disse que toma remédio para dormir e teve de responder se estava sob efeito de maconha quando tuitou. Isso chegou a ser especulado por causa do valor que deu para as ações, US$ 420, número que é visto como uma referência à droga.

“Eu não estava usando maconha, para deixar claro”, disse. “Maconha não ajuda na produtividade.”

No entanto, durante entrevista a um comediante no YouTube, Musk foi filmado fumando um suposto cigarro de tabaco e maconha.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s