Rede Urbana


A rede urbana manifesta-se na integração de cidades em nível local, regional e global.

Rede Urbana
As redes de cidades expressam a integração entre os diferentes centros urbanos

Rede Urbana é o conjunto articulado de cidades e grandes centros urbanos, que se integram em escalas mundial, regional e local por meio de fluxos de serviços, mercadorias, capitais, informações e recursos humanos. Essa rede estrutura-se por meio de uma hierarquia, em que as cidades menores costumam ser relativamente dependentes das cidades maiores e economicamente mais desenvolvidas.

O grau de integração de uma dada rede urbana de um país é um indicativo de seu nível de desenvolvimento. Em regiões economicamente mais dinâmicas, a tendência é uma maior interligação entre as suas diferentes cidades, geralmente mais adensadas e com uma melhor infraestrutura. Por outro lado, países considerados subdesenvolvidos apresentam uma integração limitada entre as suas cidades, apresentando uma organização territorial dispersa e pouco coesa.

A rede urbana expressa, dessa forma, a espacialização da divisão territorial do trabalho, em que cada cidade ou centro urbano exerce uma função complementar para o todo dessa rede. Diante disso, um sistema de transporte articulado e um sistema de informações avançado permitem um melhor funcionamento operacional.

A formação de redes urbanas pelo mundo não é uma novidade. Um exemplo foi a rede de cidades greco-romanas que perdurou até a Idade Média. Por outro lado, foi com o advento da Globalização e da Terceira Revolução Industrial que esse fenômeno alcançou uma escala mundial através da formação das chamadas cidades globais ou megalópoles.

Na economia financeira atual, a formação de cidades globais é algo crucial para o desenvolvimento de um dado país, pois são nessas cidades que se instalam os principais centros econômicos e onde a comunicação com os demais polos de desenvolvimento acontece. Forma-se, então, uma verdadeira rede de cidades globais, capazes de concentrar boa parte da população mundial e de garantir o funcionamento da economia globalizada. No mapa abaixo, podemos observar a distribuição dos principais polos econômicos do mundo na atualidade.

Os principais centros urbanos que estruturam a rede de cidades em nível global
Os principais centros urbanos que estruturam a rede de cidades em nível global

Diante disso, podemos concluir que à medida que a globalização se expande, ampliam-se as centralidades em nível mundial, com o surgimento de cada vez mais cidades globais. Isso poderá proporcionar uma maior integração mundial das finanças internacionais, além de dinamizar ainda mais os parâmetros da globalização.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s