As megafusões no mundo globalizado


As megafusões no mundo globalizado
Exemplo de fusão de empresas

A globalização é a fase mais atual do capitalismo, consiste basicamente em uma integração mundial no campo social, cultural, político e, principalmente, econômico. A economia mundial funciona, na maioria das vezes, no molde neoliberal. Desse modo, as empresas disputam entre si um espaço no mercado, ou seja, a competividade, nela vale a lei do mais forte.

Essa competição por mercado provocou diversas mudanças nas estratégias das empresas e grupos empresariais, tudo para se adequar à realidade que circunda o processo de globalização.

Para se firmar nesse mercado, as empresas tiveram que oferecer produtos melhores com preços acessíveis, por isso as mesmas investem vultosos recursos no setor produtivo (modernização de máquinas e equipamentos, desenvolvimento de materiais mais baratos, aumento da produtividade, entre outros), tudo isso para que seu produto seja consumido, e assim gere lucro.

A busca por um espaço nesse mercado resulta em uma nova configuração da estratégia capitalista, a fusão de poderosos grupos empresariais. Isso causa uma concentração de riquezas nas mãos de um número restrito de pessoas.

A união de gigantescos impérios empresariais recebe o nome de megafusão, que acontece a partir da junção de duas ou mais empresas de grande porte que juntam seus capitais e constituem uma única empresa. Pode acontecer também de uma empresa controlar outra por meio da quantidade de ações, ou seja, o proprietário majoritário detém o maior poder de decisão.

Não pare agora… Tem mais depois da publicidade 😉

A fusão de empresas gigantes permitiu que as mesmas exercessem um controle econômico em âmbito global. As megafusões surgem como uma excelente alternativa para que as empresas se fortaleçam no mercado mundial. Entretanto, por possuir o domínio de determinados produtos, as empresas podem controlar os preços e a oferta, consolidando assim o monopólio.

Abaixo, exemplos de megafusões com seus respectivos setores de atuação:

• Fusão entre a Air (Francesa) e KLM (holandesa). Empresas que atuam no setor de aviação.

• Fusão entre a AmBev (brasileira) e a Interbrew (Belga). Empresas que atuam no setor de bebidas.

• Fusão entre MCI e Sprint Corporation (ambas norte-americanas). Empresas que atuam no setor de telecomunicação.

• Fusão entre a Travelers Group e Citicorp (ambas norte-americanas). Empresas que atuam no mercado financeiro.

• Fusão entre a Chrysler (norte-americana) e a Daimler Benz (alemã). Empresas que atuam no setor automobilístico.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s