Reforma do coração. Reforma interior


O importante é ampliar a profundidade do coração

O coração humano, a mente, é realmente surpreendente e insondável. Tudo pode ser transformado pela “ação prodigiosa de nosso coração ou mente”.

Numa carta enviada da prisão para a sua família, Makiguchi [fundador da Soka Gakkai]escreveu: “Dependendo do estado de espírito da pessoa, até o inferno pode ser aprazível”. Os censores do governo apagaram essas palavras, que transmitem claramente a condição inabalável que ele havia conquistado.

Com nossa firme prática budista diária, de modo bastante natural, ativamos de dentro de nós os estados de bodisatva e buda, cuja característica mais marcante é o espírito inabalável sempre vitorioso, pioneiro, dinâmico, resiliente, decidido, corajoso, compassivo, tolerante, encorajador e grato. Possuímos os extraordinários recursos incorporados no princípio dos “três mil mundos num único momento da vida”,1 que nos permitem, mediante uma mudança fundamental em nosso coração, transformar a nós mesmos, nosso ambiente e a sociedade.

REFORMA INTERIOR

Mudar o coração não se refere a fazer algo que levante nosso ânimo ou nos faça sentir, momentaneamente, melhor sem que a realidade se transforme. A mudança genuína do coração é mais profunda; produz transformação efetiva da vida. Ampliar a profundidade do coração — do estado de vida — é a essência da religião da revolução humana. Receber benefícios com a prática budista na verdade sinaliza nossa transformação no âmbito mais profundo.

Por isso, devemos ter uma postura de seriedade na fé. Se nos deixarmos vencer pelas funções negativas e nos entregarmos à lamentação, nosso coração perderá a vitalidade. A mais sutil alteração em nosso coração pode ocasionar resultados drasticamente diferentes.

Daishonin define os mecanismos do nosso coração como “rigorosos”, acrescentando que todos os três mil mundos residem em nossa vida. Nosso coração determina se atingiremos ou não o estado de buda. Por essa razão, “o que importa é o coração”.

FAZER CAUSAS PARA A VITÓRIA

Em outra oportunidade, Nichiren Daishonin também assinalou: “Como a vida não passa de um momento, o Buda expôs os benefícios que advêm de um único momento de júbilo [ouvir o Sutra do Lótus]”. Tomar uma nova decisão na fé agora, neste exato momento, pode transformar tudo.

Como praticantes do Budismo Nichiren, direcionamos nosso coração para a construção do nosso presente e futuro. Em vez de ficar remoendo o passado e se encher de arrependimento, o importante é empreender ações positivas agora para criar algo significativo para o futuro.

Na vida real, há ocasiões em que vencemos e outras em que perdemos. Independentemente de quais sejam as provações que venhamos a enfrentar, contanto que mantenhamos nossa fé, poderemos realizar causas para uma magnífica e infalível vitória.

A RADIANTE LUZ DA REVOLUÇÃO HUMANA

De fato, quando temos uma vida que se baseia na Lei Mística, no caminho de mestre e discípulo, que se empenha ao lado dos companheiros de fé, conseguimos descobrir infinitas possibilidades em toda parte. Aquilo que pulsa em nosso coração neste momento molda o futuro. Portanto, levantemo-nos, dentro do nosso contexto individual, e partamos para a ação. Somos todos bodisatvas da terra munidos de uma missão a cumprir neste mundo.

Que a nossa vida irradie a resplandecente luz da revolução humana!

O sol da era do humanismo budista brilha com intensidade cada vez maior à medida que avançamos rumo à primavera da paz e felicidade de toda a humanidade.

Fonte:

Brasil Seikyo, ed. 2.431, 11 ago. 2018, p. B4
TAGS:ARTIGOS

Nota:

1. “Três mil mundos num único momento da vida” (ichinen-sanzen, jap.): Sistema filosófico estabelecido por Tiantai da China. “Três mil mundos” indicam os vários aspectos e fases que a vida assume a cada momento. A cada instante, a vida manifesta um dos “dez mundos”. Cada um desses mundos possui o potencial de todos os dez em si, totalizando cem possíveis mundos. Cada um desses cem mundos possui os “dez fatores” e opera em cada um dos “três domínios da existência”, totalizando “três mil mundos”. Em outras palavras, todos os fenômenos estão contidos num único momento da vida, e um único momento da vida permeia os três mil mundos da existência, ou a totalidade dos mundos dos fenômenos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s