Alimentos integrais: eles são a melhor opção para a sua dieta?

Descubra se eles previnem doenças do coração e se podem contribuir com o ganho de peso

Bem vindo ao Player Audima. Clique TAB para navegar entre os botões, ou aperte CONTROL PONTO para dar PLAY. CONTROL PONTO E VÍRGULA ou BARRA para avançar. CONTROL VÍRGULA para retroceder. ALT PONTO E VÍRGULA ou BARRA para acelerar a velocidade de leitura. ALT VÍRGULA para desacelerar a velocidade de leitura.Play!Ouça este conteúdo0:00100%AudimaAbrir menu de opções do player Audima.

Você é adepto de massas, pães, biscoitos, bolo, arroz, salgados e outros produtos na versão integral? Ao que tudo indica, alimentos integrais parecem a melhor opção para quem quer perder peso, para quem sofre de diabetes ou até mesmo para quem quer cultivar uma dieta mais saudável. Segundo a nutricionista Thatyana Freitas, da clínica Stesis, em São Paulo, o termo “integral” indica que todos os componentes do grão – farelo, gérmen e endosperma – são conservados durante o processamento. Mas, afinal, qual o real impacto disso na alimentação? E será que ele é, de fato, tudo isso que se fala ou apenas mais uma dentre tantas modas da dieta? Para descobrir, selecionamos as principais características relacionadas aos alimentos integrais e verificamos com profissionais se elas são ou não verdade. Confira:

Alimentos integrais deveriam ser consumidos diariamente

pão integral com geleia - Foto Getty Images

pão integral com geleia – Foto Getty Images

Por serem fonte rica de carboidratos, vitaminas, mineiras e fibras, alimentos integrais deveriam ser consumidos todos os dias, explica a nutricionista Sandra da Silva Maria, da clínica Gastro Obeso Center, em São Paulo. Com a ingestão diária deles há maior probabilidade de atingir os níveis recomendados de cada nutriente em uma dieta equilibrada.

Alimentos integrais ajudam no funcionamento do intestino

mulher com as mãos na barriga - Foto Getty Images
mulher com as mãos na barriga – Foto Getty Images

“Fonte de fibras, os alimentos integrais são indicados para melhorar o intestino preso“, afirma a nutricionista Thatyana. A profissional explica que, embora elas sejam eliminadas nas fezes por não termos enzimas capazes de quebrá-las, elas são fermentadas por bactérias dando origem a substâncias que estimulam o funcionamento do órgão. Ela complementa dizendo ainda que um intestino saudável também barra a passagem de substâncias tóxicas que precisariam ser metabolizadas pelo fígado e excretadas pelo rim, evitando, assim, a sobrecarga destes órgãos. Por outro, lado o consumo em excesso dos integrais, quando não é aliado ao consumo de água (2 litros por dia é o recomendado), pode ter o efeito contrário, favorecendo o intestino preso. Mas é muito raro um quadro de intoxicação por fibras, o mais comum mesmo é que as pessoas pequem pela falta de consumo delas no cardápio.

Alimentos integrais podem contribuir com o ganho de peso

mulher checando seu peso na balança - Foto Getty Images
mulher checando seu peso na balança – Foto Getty Images

Alimentos integrais também são fonte de calorias e, assim, podem contribuir com o ganho de peso caso sejam ingeridos em excesso. “Moderação, portanto, é fundamental, pois mesmo o que é saudável pode se tornar prejudicial em quantidades exageradas”, alerta a nutricionista Sandra.

O ideal seria sempre tentar substituir alimentos refinados pela versão integral

macarrão integral - Foto Getty Images
macarrão integral – Foto Getty Images

A nutricionista Sandra é a favor da substituição de alimentos refinados por sua versão integral, pois o processo de refinamento retira as partes mais nutritivas dos grãos. “É no farelo e no gérmen que se encontram as vitaminas, os minerais e os antioxidantes”, aponta. Por isso, sempre que possível invista nesse tipo de alimento para fornecer mais nutrientes ao organismo.

NÃO PARE AGORA… TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE 😉

Integrais são mais indicados do que os refinados para quem tem diabetes

pessoa anotando sua glicemia - Foto Getty Images
pessoa anotando sua glicemia – Foto Getty Images

“O consumo de alimentos integrais previne tanto a hipo quanto a hiperglicemia, pois a ingestão de carboidratos com fibras torna mais lenta a absorção da glicose pelo organismo”, afirma a nutricionista Thatyana. Tal característica faz com que esses alimentos sejam mais indicados do que os refinados, que geram picos de glicemia.

Alimentos integrais podem ajudar a prevenir doenças

pão integral em forma de coração - Foto Getty Images

pão integral em forma de coração – Foto Getty Images

Redução do colesterol, controle dos níveis de açúcar no sangue, melhora do funcionamento intestinal e prolongamento da saciedade são apenas alguns dos benefícios obtidos com o consumo de alimentos integrais. Desta maneira, há redução do risco de doenças cardiovasculares, da obesidade e até de alguns tipos de câncer, como o câncer de cólon. Assim, uma dieta equilibrada não pode deixar essa opção de fora.

Alimentos integrais são menos calóricos do que os refinados

cesta com vários tipos de pão - Foto Getty Images
cesta com vários tipos de pão – Foto Getty Images

Nem sempre a versão integral dos alimentos apresenta menos calorias. “As propriedades nutricionais são muito diferentes, mas o impacto calórico nem sempre é mais vantajoso”, explica a nutricionista Thatyana. Segundo ela, na maior parte das vezes as calorias são equivalentes. Os nutrientes dos integrais, entretanto, fazem seu consumo valer mais a pena.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s