Oração a Nosso Senhor Jesus Cristo para grandes aflições


em honra à túnica que Ele vestia, quando carregava a Cruz para o monte Calvário, onde ia ser crucificado

Esta oração é muito antiga e dela se diz que atrai grandes milagres, desde que seja rezada com apropriada fé e devoção. É indicada para obter a cura de uma doença grave, numa situação difícil ou para obter uma graça especial. Deve ser rezada durante três dias seguidos, perante um Crucifixo e acendendo duas velas, uma de cada lado da Cruz.

Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo.

Meu Senhor e meu Deus, a Vossa virtude manifestou-se na cura dos doentes, dos aleijados, dos cegos, dos surdos e dos mudos.
Pelo simples toque da Vossa túnica, curaste as doenças mais graves.
Confiante no Vosso eterno poder, sobre a vida e a morte, humildemente prosternado diante da sagrada túnica,
que outrora cobria Vossa Santa humanidade;
cheio da mais viva fé, da mais inteira confiança, do amor mais temo,
ouso dirigir-Vos a eloquente prece das Irmãs de Lázaro justamente alarmadas com o estado do seu irmão.

Como elas, eu Vos direi: “Senhor, aquele a quem amais está doente”.
Tende piedade de mim, Jesus, segundo a Vossa misericórdia.
Lançai um olhar paternal sobre o Vosso filho.
“Se quiserdes podeis curar-me.” Aceitai o meu pedido.
Soberano Senhor da Natureza, dizei-me, como dizeis aos leprosos, “Eu quero, estás curado”.

Mas Senhor, eu sei que todas as enfermidades humanas têm a sua origem no pecado.

Posso pedir-Vos a cura do meu corpo, sem suplicar-Vos que me concedais também a cura das doenças da minha alma?

“Ó, Jesus, Filho de David, fazei que eu Vos veja”, assim como também os meus pecados e a Vossa bondade as minhas ingratidões e o Vosso amor, a Vossa justiça e a Vossa misericórdia.

Caridoso médico, curai a minha surdez. Fazei que eu Vos ouça e com docilidade escute as lições da Vossa palavra. Não permitais que eu fique surdo às Vossas dignas inspirações, nem aos remorsos da minha consciência.

Ó meu Criador, soltai a minha língua, há tanto tempo muda, para que ela de agora em diante cante os Vossos louvores.

Que a minha voz defenda a Vossa lei santa, que eu fale distintamente para confundir os desastrosos projectos de impiedade e de descrença.

Meu Redentor, levantaste uma mulher que há dezoito anos estava curvada para a terra.

Como ela, eu estou cansado. Como ela estou sempre curvado para a terra, vejo apenas as vantagens e as riquezas da terra, procuro sempre os prazeres e as volúpias da terra.

Vós que sois o Bom Pastor, esclarecei o meu espírito, tocai o meu coração.

Fazei que os meus suspiros se elevem até Vós, concedei-me contemplar a herança dos Vossos Eleitos e de mostrar-me de longe essa eterna pátria, cuja conquista eu quero fazer a todo custo.

Meu temo Pai, auxiliai-me nos meus esforços. Ajudai-me a andar e afinal chegar até onde Vós estais. Vede-me entre a multidão que me rodeia.

Dignai-Vos curar as enfermidades deste corpo que, em breve, será somente cinzas e pó.

Suplico-Vos a um primeiro milagre, a cura da minha doença, das minhas enfermidades, acrescentardes um segundo milagre, a cura das chagas dos meus olhos fontes de lágrimas.

Dizei-me aquelas palavras que dissestes ao paralítico: “Meu filho, tem confiança, os teus pecados te são perdoados, toma o teu leito, levanta-te e anda”.

Assim seja.

Rezar um Credo e um Pai Nosso.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s