Síndrome de Savant


Síndrome de Savant (autismo)

A Síndrome de Savant geralmente é considerada como um transtorno global do desenvolvimento do tipo autismo caracterizado por uma capacidade de memorização elevada e resolução de problemas matemáticos aliada a um déficit de inteligência e dificuldades de interação social. Esse tipo de autismo é encontrado em dois em cada dez mil autistas, sendo descrito na literatura científica desde 1789 por Benjamim Rush, pai da psiquiatria americana.

Como não se trata de um diagnóstico clínico catalogado, atribuí-se tambem essa definição para qualquer individuo que possuir habilidades específicas elevadas em comparação com dificuldades de relacionamento, retardo mental ou lesão cerebral, sendo apenas 50% os portadores com sintomas autísticos. A doença é mais encontrada em homens do que mulheres.

Transtorno do Desenvolvimento

A definição da associação Americana de psiquiatria caracteriza o autismo como: ( GAUDERER,1997 )

““As características essências são a falta de responsividade a outras pessoas, marcante lesão na capacidade comunicativa e respostas bizarras a aspectos diversos do meio ambiente”

A idade em que geralmente se manifestam os sintomas de autismo por definição sempre é antes dos trinta meses de idade. A doença, no entanto, é crônica. Algumas crianças eventualmente, podem levar uma vida independente, com sinais apenas mínimos, mas em geral a falta de aptidões diversas e o estranho comportamento social persistem. Apenas um em seis mostra ajustamento adequado para a sociedade, realizando algum tipo de trabalho adequado na vida adulta, enquanto a maioria permanece negativamente incapacitada.

Diagnóstico pelo DSM IV TR

Segundo o DSM IV, o que caracteriza o autismo é:


(1) Comprometimento qualitativo da interação social, manifestado por pelo menos dois dos seguintes aspectos:

(a) Comprometimento acentuado no uso de múltiplos comportamentos não-verbais, tais como contato visual direto, expressão facial, posturas corporais e gestos para regular a interação social (b) Fracasso em desenvolver relacionamentos com seus pares, próprios do nível de desenvolvimento (c) Ausência de tentativa espontânea de compartilhar prazer, interesses ou realizações com outras pessoas (ex., não demonstrar objetos de interesse) (d) Ausência de reciprocidade social ou emocional


(2) Comportamento qualitativo da comunicação, manifestado por pelo menos um dos seguintes aspectos:

(a) atraso ou ausência total de desenvolvimento da linguagem falada ( não acompanhado por uma tentativa de compensar por meio de modos alternativos de comunicação, tais como gestos ou mímica)

(b) acentuado comprometimento da capacidade de iniciar ou manter uma conversa em indivíduos com fala adequada

(c) uso estereotipado e repetitivo da linguagem ou linguagem idiossincrática

(d) ausência de jogos ou brincadeiras de imitação social variados e espontâneos próprios do nível de desenvolvimento


(3) padrões restritos e repetitivos de comportamento, interesses e a atividades, manifestados pelo menos um dos seguintes aspectos

(a) preocupação insistente com um ou mais padrões estereotipados e restritos de interesse, anormais em intensidade ou foco (b) adesão aparentemente inflexível a rotinas ou rituais específicos e não funcionais (c) maneirismos motores estereotipados e repetitivos (p. ex., agitar ou torcer mãos ou dedos, ou movimentos complexos de todo o corpo) (d) preocupação persistente com parte dos objetos


As características principais dos autistas está relacionada com problemas na interação social, na linguagem para fins de comunicação social e em jogos imaginativos e simbólicos.

Diferenças e semelhanças entre Autismo e Síndrome de Savant

O autismo geralmente está associado a deficiências de comunicação social, e por sua vez a capacidade cognitiva. O individuo portador de síndrome de savant possui determinadas areas cognitivas além da capacidade humana, como memorizar livros inteiros por toda vida, fazer cálculos mentais de multiplicação acima de 7 dígitos, entre outros fatores. Embora compartilhe de características em comum com qualquer outro autista, possui sua habilidade de aprendizagem preservada, sendo capaz de desenvolver parcialmente relações pessoais.

O caratér comum entre autismo e síndrome de Savant, é fato de possuiremm dificuldades arbitrárias em relacionar-se, demonstrar emoções, enfrentar mudanças de rotina, interesse focado em partes de objetos e anormais, estereotipia, ecolalia, maneirismos, entre outros sintomas.

Outra síndrome similiar com o autismo e a de Savant, é a de Asperger, caracterizada por transtornos de interação social recíproca da linguagem, da comunicação não-verbal e atividades motoras repetitivas e resistência à mudança.

Estudos atuais consideram os dois transtornos de desenvolvimento como idênticos, variando ao longo de um continuo de gravidade.( GAUDERER,1997). Os portadores de Asperger normalmente tem sua capacidade cognitiva preservada, como capacidade de aprender, ler e pensamento racional concreto preservado.

O portador de Asperger possui problemas para entender metáforas, fugir de rotinas, e demais sintomas presentes na síndrome de Savant.

Casos conhecidos

Abaixo uma relação de algumas pessoas com a Síndrome de Savant.

Leslie Lemke – Aos 14 anos tocou, com perfeição, o Concerto nº 1 para piano de Tchaikovsky, depois de ouvi-lo pela primeira vez enquanto escutava um filme de televisão. Lemke jamais tinha tido aula de piano, é cego, mentalmente incapacitado e tem paralisia cerebral.

Richard Wawro (Escócia) é reconhecido internacionalmente por seus trabalhos artísticos. Um professor de arte (Londres), quando Wawro era ainda criança, descreveu-o como incrível fenômeno, com a precisão de um mecânico e a visão de um poeta. Wawro é autista.

Kim Peek memorizou mais de 12.000 livros. Descreveu os números de rodovias que vão para qualquer cidade, vilarejo ou condado dosEUA, códigos DDD, CEPs, estações de TV e as redes telefônicas que os servem. Identificava o dia da semana de uma determinada data em segundos. Era mentalmente incapacitado, depende de seu pai para suas necessidades básicas. Peek serviu de inspiração para o personagem Raymond Babbit, que Dustin Hoffman representou em 1988 no filme Rain man. Faleceu, aos 58 anos, no dia 19/12/2009 de infarto nos EUA.

Alonzo Clemons pode criar réplicas de cera perfeitas de qualquer animal, não importa quão brevemente o veja. Suas estátuas de bronze são vendidas por uma galeria em Aspen, Colorado, e lhe deram reputação nacional. Clemons é mentalmente incapacitado.

Daniel Tammet tem a capacidade de dizer os “primeiros” 22.514 dígitos de PI e aprender línguas rapidamente (fala 11 línguas).

Colaborou: Valmir Dorn Vasconcelos

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s