Groove


Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Saltar para a navegaçãoSaltar para a pesquisa

Funkadelic usa o baixo e a bateria para criar um ritmo enfático e pulsante, caracterizando o groove

Groove é um termo oriundo da língua inglesa que, no meio musical, é um sinônimo para “ritmo“. Literalmente, significa “sulco”[1]. Provém da expressão “in the groove“, ou seja, “no caminho”. Este termo surgiu na década de 1930, em pleno auge do swing. As primeiras aparições do termo surgiram e foram gravadas por Wingy Manone, em 1936 (In the groove) e por Chick Webb, em 1939, em In The Groove, At The Groove.[2]

A partir da aparição do funk nos anos 1950, o conceito de groove se associou cada vez mais a uma forma de tocar relacionada com o blues e a música gospel e, desde a metade da década de 1960, também com o soul. Nas décadas de 1980 e 1990, se vinculou ao acid jazz.[3]

O termo Groove também é utilizado para determinar um tipo de usinagem utilizada nas extremidades de tubos e acessórios de aço, em substituição das tradicionais roscas BSP e NPT .

Referências

  1. Ir para cima Google tradutor. Disponível em http://translate.google.com.br/#en/pt/groove. Acesso em 23 de abril de 2013.
  2. Ir para cima CLAYTON, Peter & GAMMOND, Peter: Jazz A-Z (Ediciones Tauro, Madrid, 1990, pag 152). ISBN 84-306-0162-7
  3. Ir para cima James Taylor Quartet y varios más: Freedom principle:Acid Jazz & other illicit grooves (Polydor, London, 1989, ref.: 837925-1)
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s