termina reunião da FNP com Petrobrás – nada de concreto


Termina reunião com Petrobrás – nada de proposta… Todos ao ENCONTRO NACIONAL DOS PETROLEIROS, retomar a GREVE NACIONAL UNIFICADA!

Acompanhe aqui a reunião com o RH desta sexta-feira, 06/01/2017

 

13h45m - termina reunião da FNP com Petrobrás - nada de concreto. 

Vamos construir o ENCONTRO NACIONAL DOS PETROLEIROS e retomar a GREVE NACIONAL!

No dia de hoje, a FNP se reuniu com o RH da Petrobrás. A expectativa era a empresa apresentar uma nova proposta diante da indignação demonstrada nacionalmente pelos trabalhadores. Não foi o caso.

A FNP reafirmou a necessidade da Petrobrás honrar os esforços e resultados dos seus trabalhadores. Esse foi o recado das assembleias e da greve. A negociação mostrou a incoerência entre as falas e cartas que dizem valorizar a mesa de negociação, frente às reais práticas antissindicais.

O RH não se posicionou quanto ao índice de reajuste, nem pela manutenção dos direitos ou muito menos em relação à  venda de ativos. Limitou-se a  responder que “avaliará as demandas levantadas”.

A narrativa  da “condição financeira” foi posta como condicionante para a Petrobrás avançar.

A FNP questionou o chamamento de mediação junto ao TST, pois sempre se colocou à disposição à negociação. Só a intransigência da presidência da empresa explica o porquê de ainda estarmos negociando o ACT em pleno ano novo e não termos chegado a um bom termo em que a conta da corrupção e da crise do governo não sejam descontadas nos petroleiros.

Queremos ver este tipo de esforço político da direção da empresa, sim, mas na busca de medidas junto aos três poderes (executivo, legislativo e judiciário) para conquistar as devidas indenizações para a Petrobrás pelas  empreiteiras, políticos e alta gerência que lhe causaram e causam perdas e danos.

Ainda que a empresa tenha prometido alguma  resposta para a  semana que vem, não devemos alimentar ilusão. A  mobilização deve continuar.

Semana que vem retomaremos os atos, atrasos e paralisações nas bases da FNP e junto com os trabalhadores das mais distintas unidades, realizaremos panfletagens, atos e reuniões pelos quatro cantos do país, rumo ao ENCONTRO NACIONAL DOS  PETROLEIROS  pela RETOMADA DA GREVE NACIONAL UNIFICADA.

Aguardamos a resposta da FUP e dos  17 sindicatos sobre essa iniciativa proposta  pela FNP.

Atenção pessoal do RJ
Assembleia centralizada de mobilização
Nesta segunda, 09/01, 17h, no Sindipetro
Av. Passos, 34 (Centro)

 

Começa a reunião - tudo indica que vai ser só enrolação

ACT “ao vivo” – FNP x RH agora no Edifício Senado (RJ). Petroleiros seguem em estado de greve.

Os representantes da Federação apresentaram, no “preâmbulo”, demandas represadas e/ou locais – cobrança de reuniões anteriores, irregularidades de SMS, denúncias, descumprimento do ACT, etc.

Impressiona o momento vivido pelos trabalhadores da Petrobrás.

Foram recorrentes relatos de problemas com a AMS, desde problemas no atendimento, redução de pessoal nos postos de atendimento do compartilhado, falta de canal de atendimento aos credenciados e descredenciamento em massa de prestadores de serviços. Uma questão que chamou a atenção, também, se refere ao Benefício Farmácia. Desde a decisão do TCU em 2014, os trabalhadores esperam que a Petrobrás tome as rédeas da gestão e operacionalização do benefício e cumpra a decisão, regularize também o cumprimento do ACT no que diz respeito ao que vinha sendo praticado no caso do Benefício Farmácia.

Outros desvios foram relatados que englobam: não pagamento de horas-extras trabalhadas em parada de manutenção, precarização do padrão de alimentação, problemas com o cadastro de dependentes de recém aposentados, alteração do padrão de emissão de PT sem melhor avaliação dos riscos envolvidos, calotes recorrentes nos terceirizados e omissão da Petrobrás, e até uso de força policial para tratar com os trabalhadores em greve.

Está tudo ao contrário. Chamam a polícia para impedir que os trabalhadores exerçam seu direito de greve, defesa de seus direitos e condições seguras e saudáveis de trabalho, bem como defesa do patrimônio da Petrobrás, mas não impediram o saque que o cartel de empreiteiras aplicou contra a Petrobrás, nem reverteram as perdas e danos que se aprofundam a cada venda de ativos.⁠⁠⁠⁠

Até agora, muita enrolação  por parte da empresa. Assim  que o RH apresentar alguma proposta concreta, atualizaremos a página…

 

==========================================
Abaixo, o registro da negociação no ano passado, em 17/11
==========================================

Petrobrás insiste em lesar trabalhadores e não recua na venda de ativos. AGORA É GREVE!

14962588_1446243362071628_6816972544854294562_n

Acompanhe aqui a reunião com o RH desta quinta-feira, 17/11/2016
11h45m - Proposta Petrobrás 17/11
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s