A intenção positiva


22/05/12, 17:20

FACEBOOK

TWITTER

Cresci ouvindo o provérbio: “De bem intencionados, o inferno está cheio”. Qual não foi a minha surpresa ao ouvir de um professor de PNL que todo comportamento, em algum nível, tem ou teve uma “intenção positiva” e que ele serve para alguma coisa, já serviu ou servirá em algum contexto… Pelo menos do ponto de vista de quem o pratica.

Achei que eram coisas completamente antagônicas… e fiquei dias e dias encasquetada com isso. Pesquisei, li, analisei e cheguei a uma conclusão que divido com vocês: Ter boa intenção não é garantia de um bom comportamento.

            Fiquei pensando onde encontrar intenção positiva em pessoas que se escondem, têm medo de tudo, gritam com os outros – aí eu já parti para extremos –, roubam, agridem e até matam. Descobri que era difícil imaginar porque sempre eu pensava na ação, no comportamento, e não na intenção. A intenção de quem se esconde pode ser proteção – e esta é uma intenção positiva; quem tem medo pode estar atrás de segurança; quem grita com o outro pode querer ser reconhecido; quem rouba pode ter a intenção de possuir algo que não tem; quem agride e mata pode ter a intenção de se defender.

PUBLICIDADE

            Pensando assim, chegamos à conclusão de que até grandes carrascos da humanidade, por trás de seus gestos hediondos, tinham intenção positiva para a parte do sistema com a qual eles se identificavam. Porém, não tinha nenhuma identificação era com as vítimas.

Para a PNL, eles tinham uma intenção positiva, mas suas escolhas eram limitadas: acreditavam que só tinham aquela forma ou que aquele era o melhor jeito de fazer para obter o que queriam o mais rapidamente possível

            E em que isso nos poderá ser útil? Num primeiro momento, saber disso pode ser a solução para grande parte dos problemas de relacionamento entre casais, filhos, alunos, funcionários… É possível, por exemplo, desaprovar o comportamento de uma pessoa, mas compreendê-la. Para isso, separamos a pessoa, seu valor, de seu comportamento, que pode continuar inaceitável.

            Mas a grande importância está em descobrir alternativas que possam manter a tal intenção positiva (que gerou o comportamento) e a pessoa decidir-se por agir de uma forma diferente. Aqui está o X da questão. Ao encontrá-lo, a equação está resolvida!

            Esse procedimento tem um ponto muito importante: é preciso encontrar novas escolhas que consigam satisfazer as intenções positivas ou propósitos que a pessoa tem (consciente ou inconscientemente), mas que não possuam as consequências negativas ou patológicas do comportamento ou sintoma com o problema.

            Vamos descomplicar usando o exemplo clássico de quem quer parar de fumar. Vamos supor que, para ela, o cigarro a relaxe. Essa é uma intenção positiva: relaxar. Que outras alternativas ela poderia desenvolver, garantindo o mesmo benefício – relaxar –, mas que não fossem nocivas à saúde e ao equilíbrio do sistema? Só ela poderá dizer, pois uma alternativa pode ser ecológica para uma pessoa e não o ser para outra.

Num processo de coaching, criamos um ambiente para ajudar o coachee a descobrir essas intenções positivas nas suas ações e as alternativas que pode ter. E aqui é bom lembrar um ditado interessante na PNL: Quem tem uma opção, na realidade não tem opção. Quem tem duas opções, tem um dilema. Até a pessoa ter pelo menos três opções, ela não é realmente capaz de escolher de verdade.

Você pode, também, tentar fazer esse processo sozinho: Tire uns minutos do seu dia para se concentrar nos comportamentos que tem e que quer mudar. Escolha um deles por vez. Procure, então, a intenção positiva que está por trás desse comportamento. Agora, encontre outras formas de agir satisfazendo essa intenção e que sejam ecológicas. Aí é só escolher uma ou mais delas e colocar em prática!

Lembre-se: “Nem tudo que se enfrenta pode ser modificado, mas nada pode ser modificado até que seja enfrentado”. (Albert Einstein)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s