Cérebro desvendado: neurônios se regeneram


Um dos assuntos mais intrigantes da ciência explicado pela neurocientista Sandrine Thuret

Na escola, nos disseram que as células do nosso cérebro são insubstituíveis. Uma vez que morrem, não voltam a se regenerar.

Sandrine Thuret, neurocientista e pesquisadora de uma das mais renomadas universidades do mundo, o King’s College London, está fazendo a comunidade científica pensar diferente.

Ela conseguiu provar que nossos neurônios podem sim, se regenerar e se renovar, mesmo em pessoas idosas.

Segundo ela, todos os dias, um humano adulto produz cerca de 700 novos neurônios em uma região do cérebro chamada hipocampo, o que significa que quando essa pessoa chegar aos 50 anos, todos os neurônios que tinha quando era criança, já terão sido renovados.

Até bem pouco tempo, acreditávamos que com o passar da idade, o cérebro ia se atrofiando até que as células morressem.

Com as novas descobertas, surgiu um termo ainda pouco conhecido para essa renovação celular: a neurogênese.

A própria origem da palavra já é capaz de dizer o que ela significa – o processo de formação de novos neurônios no cérebro. Acreditava-se que a neurogênese ocorria apenas no desenvolvimento do cérebro (na formação do indivíduo ainda como feto) e não que ela continuava durante toda a vida.

A esperança, enfim, chega para pessoas que sofrem de doenças degenerativas do cérebro, como o Alzheimer. Além disso, acaba-se aquele velho preconceito de que a idade nos torna menos propensos a aprender algo novo.

Veja o que a própria Sandrine fala sobre o assunto:

https://embed.ted.com/talks/lang/pt/sandrine_thuret_you_can_grow_new_brain_cells_here_s_how

Depois disso tudo, fica a pergunta: o que podemos fazer para aumentar a renovação celular e nos mantermos sempre jovens?

A melhor resposta começa por uma alimentação saudável, rica em nutrientes e, sobretudo, variada. Claro, acompanhada de uma atividade física regular e diária.

Alimentos para estimular a produção de neurônios

Açafrão, Nozes, Cúrcuma, Peixes ricos em omega-3, Chocolate amargo, Chá verde, Frutas vermelhas, Mirtilo

Além disso, faça jejum.

Isso mesmo!

Se feito com moderação, ele é capaz de promover uma verdadeira limpeza de células e neurônios em geral, isso graças à queima de calorias sendo realizadas.

Não dá para saber até que ponto essas informações poderão mudar nosso futuro, mas é seguro acreditar que um cérebro jovem tem menos a ver com a idade do que com a prática do pensamento, de exercícios e uma boa alimentação.

Fonte: TED

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s