Benefícios do tomate para a saúde: por que inclui-lo na alimentação?


19 DE MARÇO DE 2018 ● POR PATRÍCIA BELONI

O tomate é um dos frutos mais presentes na mesa do brasileiro. Ele pode ser encontrado no supermercado em diversas variedades, tamanhos e sabores, mas suas vantagens nutricionistas são o que mais chama a atenção: no tomate estão presentes altas concentrações de vitaminas, minerais e antioxidantes importantes para nosso organismo.

Não importa se for consumido cru, na salada, cozido, assado e ou até forma de molho, os benefícios do tomate se estendem para todos que desejam levar uma alimentação mais saudável. E está permitido inclusive para quem faz dieta, pois ele não é nada calórico — apenas 21 calorias por 100 gramas de tomate.

Porém, segundo Orion Araújo, nutricionista pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), há algumas dicas que devem ser levados em consideração se você pretende aproveitar principalmente o potencial antioxidante do fruto.

“Para quem quer aproveitar melhor o licopeno, responsável pela prevenção de várias doenças, a dica é consumir o tomate aquecido. O calor ajuda na liberação deste antioxidante”, aconselha.

Propriedades nutricionais

Se tomate viesse com uma tabela nutricional, seria possível encontrar diversos nutrientes em sua composição, entre eles vitaminas A, C, K e do complexo B — com destaque para as vitaminas B1, B3, B6 e B9.

O fruto também é muito rico em fibras, potássio, magnésio, fósforo, cobre e licopeno.

Benefícios do tomate

Mas como todas essas vitaminas, nutrientes e minerais se traduzem em benefícios para o nosso corpo? Confira abaixo:

  • A grande quantidade de antioxidantes ajuda na proteção contra o câncer. Nos homens, o tomate atua na prevenção do câncer de próstata. Já nas mulheres, o fruto ajuda a evitar o desenvolvimento de câncer de mama. Mas tanto em um quanto em outro, o tomate também ajuda a prevenir outros tipos de câncer, principalmente de pulmão;
  • A vitamina A, por sua vez, é ótima para evitar a degeneração macular — um problema de visão seríssimo;
  • ossos graças à presença da vitamina C;
  • Auxilia na perda de peso por ser rico em fibras e ter baixo teor calórico. Comer tomate ajuda a ter mais saciedade (e, portanto, menos fome), reduz a ansiedade e, com isso, ajuda também no emagrecimento;
  • A grande quantidade de fibras também torna o tomate um ótimo alimento contra doenças cardiovasculares, uma vez que ajuda na redução do colesterol ruim (LDL);
  • Também é ótimo para quem tem diabetes, pois auxilia no controle do índice glicêmico;
  • Rico em vitamina C e em flavonoides (licopeno), o tomate também previne contra a doença de Alzheimer. Antioxidantes auxiliam no combate aos radicais livres, que são os principais responsáveis pela destruição dos neurônios;

[leia_mais_ new codigo=2]

  • Para quem pretende ganhar massa muscular, o tomate também é uma boa pedida justamente por causa do licopeno, que ajuda a conseguir quantidades maiores de testosterona (hormônio masculino que ajuda no ganho de massa magra);
  • Melhora o sono, porque é uma ótima fonte de magnésio — mineral que funciona como um grande relaxante muscular e “calmante” do sistema nervosa central. Comer tomate ajuda a diminuir a ansiedade e melhorar a qualidade do sono;
  • Combate inflamações por ser fonte de fibras e antioxidantes. Atua na melhora da microbiota intestinal e favorece uma melhor absorção dos nutrientes que somente uma boa alimentação proporciona;
  • Diminui retenção de líquidos pelo seu baixo teor de sódio e alta quantidade de potássio;
  • Fortalece o cabelo devido à presença da vitamina A e de algumas vitaminas do complexo B (tiamina, niacina, B6);
  • A ação antioxidante do tomate também ajuda a evitar o envelhecimento precoce da pele.

Tomate na gestação

Rico em vitaminas, minerais, fibras e antioxidantes. Precisa dizer mais alguma coisa? O tomate é um grande aliado das gestantes. Ele é considerado um alimento funcional, o que é ótimo tanto para a mulher grávida quanto para o bebê que está sendo formado na barriga.

Isso porque o tomate ajuda a diminuir o risco de desenvolvimento de doenças cardiovasculares e de diabetes gestacional, que são doenças comuns nessa fase.

A nutricionista recomenda, porém, que a gestante dê preferência para os tomates orgânicos. “Infelizmente o tomate tradicional é rico em agrotóxicos, substâncias que agridem o organismo e que devem ser evitadas por mulheres durante a gravidez”, explica.

Tomate para o homem

As grandes quantidades de vitamina A, fibras e licopeno garantem excelentes benefícios do tomate para a saúde do homem. E a principal vantagem está justamente na prevenção contra o câncer de próstata.

Como já sugerimos acima, a melhor forma de aproveitar a ação antioxidante do tomate é colocando-o para esquentar. Por isso que os molhos de tomate são melhores opções quando comparados aos sucos e ao próprio fruto in natura, por incrível que pareça.

Quando o tomate é aquecido, ele libera mais licopeno, pigmento que se concentra dentro da polpa. Depois do molho pronto, vale adicionar azeite (gordura boa) para que a absorção desse antioxidante seja ainda melhor.

Contraindicações

O tomate não prejudica pacientes com cálculos renais, pois a concentração de oxalato de cálcio é bem pequena e não agrava a doença.

Agora, pacientes com diverticulite (inflamação dos divertículos, presentes na parede do intestino grosso) precisam ter cuidado. É importante evitar o consumo do tomate muito por causa das sementes, que podem piorar a doença. Entretanto, antes de excluí-lo da dieta, é importantíssimo consultar seu nutricionista.

[leia_mais_ new codigo=3]

2 receitas com tomate

1. Molho de tomate caseiro

Ingredientes

  • 2 cebolas;
  • 4 dentes de alho;
  • 6 tomates maduros sem pele;
  • Orégano;
  • Manjericão;
  • Cebolinha;
  • Salsa;
  • Pimenta do reino;
  • Sal a gosto.

Modo de preparo

Bata os tomates no liquidificador e, aos poucos, acrescente os outros ingredientes. Depois de tudo batido, leve ao fogo até o volume diminuir pela metade.

2. Tomate recheado com cottage, alho poró e azeitona preta

Ingredientes

  • 1 tomate;
  • 2 colheres de sopa de queijo cottage;
  • 1 colher de sopa de alho poró;
  • 6 azeitonas pretas picadas;
  • Azeite;
  • Cebolinha;
  • Orégano;
  • Pimenta do reino.

Modo de preparo

Corte a tampa do tomate e retire todo o miolo do tomate. Deixe esse tomate “vazio” separado. Misture todos os ingredientes até formar uma pastinha. Adicione o recheio dentro do tomate vazio. Leve ao forno por 20 minutos e está pronto.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s