Preciso ouvir música durante a meditação espiritual?


Muitos não acreditam que seja possível meditar ouvindo música, provavelmente estas pessoas devem ter sido expostas a métodos de meditação espiritual mais convencionais, como a prática de mantras ou concentração na própria respiração.

Outros pensam que para meditar com a música, é necessário que esta seja do tipo relaxante ou new age.
Eu particularmente prefiro meditar com músicas suaves e instrumentais, porém, foram inúmeras as vezes em que eu “viajei” no meu íntimo ouvindo músicas tipo rock ou pop e que falavam mais alto dentro de mim, tirando para fora sentimentos que estavam lá guardados e eu não sabia. Isso também pode ser considerado meditação espiritual.
Para você, que não gosta de música relaxante ou new age, tenho uma ótima notícia!

Música para refletir
O estilo de prática de meditação chamada de mindfulness (“atenção plena”) pode ser aplicado de muitas maneiras, incluindo ouvir a sua música favorita!

Ela também é conhecida como a meditação das intuições (ou insights).

E por incrível que pareça, é o tipo de meditação espiritual mais popular e procurado no mundo ocidental, especialmente por jovens.

A mindfulness explora o seu interior e as suas reações mediante determinada situação. Ela não busca atingir um estado particular, mas entender os seus sentimentos em relação àquela situação. No caso da música, você poderá explorar o seu relacionamento com a sua música preferida e o que ela causa em você do ponto de vista emocional, espiritual, mental e físico, levando-o a um percurso de autoconhecimento fantástico!
Não raro dizemos a nós mesmos ou ouvimos pessoas dizerem: – esta música me provoca sensações que não sei explicar. Descobrir isso é parte do processo de atenção plena da mindfulness.
Porém, como comentado também no tópico anterior, não é obrigatório ouvir nenhum tipo de música durante a meditação.

Se você é do tipo que gosta de silêncio total, faça a sua meditação espiritual sem música, ou se preferir, poderá trocar por sons da natureza, sejam artificiais (gravações) ou naturais (vá meditar em algum lugar próximo da natureza).
Muitas vezes a meditação que nos serve é o silêncio total mesmo, para ouvir a nossa própria consciência ou a consciência de algum ser superior.
Tem uma história da Madre Teresa de Calcutá que gosto muito e conta que uma vez lhe perguntaram:

– Madre, quando a senhora ora, o que diz a Deus?

– Eu não digo nada, só escuto!

– Ah, e Ele o que lhe diz?

– Ele não diz nada, só me escuta!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s