Desafios do gestor escolar


Luiz Fernando Paiva

Muito já falamos sobre os comportamentos que um gestor escolar precisa ter no competitivo ambiente de trabalho de hoje. Porém, esse é um assunto complexo e extenso, que não se esgota rapidamente, ainda mais com as dúvidas que recebo continuamente de leitores e que contribuem para a troca de experiências.

O gestor escolar, além de trabalhar com as pessoas de dentro da organização, como já dissemos, é também a “cara” da sua escola. Suas atitudes, decisões, sua postura perante problemas e pessoas, seu asseio, cuidado e sua atenção com os detalhes de manutenção e conservação da escola, sua intensidade de relacionamento e cordialidade são apenas alguns dos fatores que todo gestor deve considerar em seu trabalho, pois ele é, sim, o cartão de visitas de sua escola, a referência que funcionários, pais e alunos têm da cultura escolar, e é por essa referência que todos irão pautar suas próprias atitudes. Aqui, a máxima que diz que devemos dar o exemplo nunca foi tão verdadeira.

Na manutenção da escola, pensemos em:

• Manter as paredes pintadas, limpas, sem buracos; a mesma coisa com pisos e calçadas.
• Nada de vidros quebrados — além de perigoso, causa uma péssima impressão.
• Lâmpadas funcionando, luminárias limpas e inteiras, forro completo e pintado são itens de segurança e demonstram cuidado e atenção aos detalhes.
• Móveis inteiros, sofás sem rasgos e com tecido limpo, lousas, mesas e carteiras em boas condições de uso. Quebrou? Substitua imediatamente.
• Água, luz e outros insumos: podem-se organizar programas de conscientização e educação que, além de gerar coparticipação de pais e alunos, educam e demonstram uma preocupação real com o mundo — ação social e de marketing que fará a diferença, no bolso e no relacionamento.
• Nada substitui a limpeza. Salas de aula, corredores, jardim devem estar sempre limpos, varridos, sem lixo. Um cuidado especial deve-se ter com os banheiros e a cozinha. Especificamente na cozinha, cuidados com limpeza diária de panelas, fornos, geladeiras e dispensas são mais que essenciais. E, nos banheiros, nada de descolonizadores ambientais. Eles mascaram o cheiro, jogando apenas um perfume no ambiente. Nada substitui o cheiro de limpeza feita com pano, água e detergente. O cheiro bom é sempre o da limpeza, e não o do perfume. Não arrisque nunca.

No atendimento, temos:

• Cordialidade, educação, português correto, respostas claras, concisas e objetivas, dados confiáveis e sempre à mão e atendimento telefônico correto e atencioso fazem desse item de gestão um foco constante de melhoria contínua. Sempre há o que melhorar.
• Informações devem circular e ser sempre baseadas em um calendário escolar atualizado, disponível em local visível, divulgado pelo correio e/ou pela Internet.

Na postura pessoal, o gestor deve, sempre que possível:

• Manter contato pessoal com pais e alunos, conhecê-los pelo nome, saber de suas necessidades e procurar atendê-
-los com frequência, mostrando um diferencial.
• Receber os alunos e seus pais todos os dias no início do turno: além de educação, o gesto mostra preocupação e interesse, passando segurança a todos. Faça deste um momento social, e não um momento de entregar aquela carta de cobrança de atrasos ou repreender a criança na frente de seu pai.
• Vestir-se, comportar-se, relacionar-se com educação, polidez, respeito, limpeza, de modo atencioso e respeitável, sem ser arrogante. Sua postura é avaliada por todos: pais, alunos, funcionários, comunidade. Então, você é a referência. Use isso a seu favor, sempre.

O gestor deve ter sempre em mente que tudo que ele faz em sua escola representa, em última instância, melhores negócios, pois contribui para a formação de opinião sobre cada aspecto do trabalho que está sendo conduzido. Tenho certeza de que adotar regras simples como essas, que não custam nada além de boa vontade e atenção aos detalhes, mostra, acima de tudo, cumprimento, qualidade e paixão pelo que você faz. Caso precisem de mais informações sobre como planejar manutenção, atendimento ou qualquer outra dúvida, não deixem de escrever. Terei prazer em ajudá-los.

Luiz Fernando Paiva é professor, palestrante, consultor de gestão e coach de executivo. Endereços eletrônicos: coaching.observatorium@gmail.com e http://coachingementoring.blogspot.com.

Revista Guia Prático para Professores de Educação Infantil. Ano 7, n. 82, nov., 2009.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s