O que é Calvinismo?


Calvinismo é uma teologia baseada na interpretação da Bíblia de alguns grupos protestantes. O Calvinismo recebe seu nome de João Calvino, seu defensor mais conhecido. As igrejas reformadas (ou presbiterianas) ensinam o Calvinismo.

Durante a Reforma Protestante, surgiram diferenças de opinião entre Martinho Lutero e João Calvino sobre alguns assuntos da Bíblia. Algumas igrejas apoiaram as ideias de Martinho Lutero e outras apoiaram Calvino. Atualmente, o Calvinismo está associado principalmente à Igreja Presbiteriana.

O que o Calvinismo ensina?

O ensinamento principal do Calvinismo é que Deus é soberano sobre tudo. Ele está no controle de todas as coisas e nada acontece se não for Sua vontade. Baseado nesse princípio, os calvinistas defendem cinco pontos principais, afirmados no Sínodo de Dordt:

1. Depravação Total

Todos pecamos e estamos poluídos pelo pecado. Por causa do pecado, tudo ficou corrompido e nos tornamos escravos do pecado. Sozinhos, não temos capacidade para mudar e nos purificar totalmente do pecado (Romanos 7:18-20).

Nesse sentido, depravação total não significa que todos somos psicopatas horríveis, incapazes de fazer coisas boas. No Calvinismo, depravação total significa que estamos manchados pelo pecado e não há nada que podemos fazer para reparar o dano.

Veja também: o que é a Igreja Presbiteriana?

2. Eleição Incondicional

Deus já escolheu (“elegeu”) quem será salvo. Ele predestinou alguns para receberem a salvação de Jesus, dando-lhes a fé que precisam para que isso aconteça. A escolha de Deus não depende das obras nem do caráter da pessoa (Efésios 2:8-10). Deus dá a salvação de graça a quem Ele quer, sem exigir condições.

Leia aqui: o que é a predestinação?

3. Expiação Limitada

Jesus morreu para que todos aqueles que crerem sejam salvos (João 3:16). Sua morte não salva aqueles que não se arrependem. Apenas os eleitos são salvos pelo sacrifício de Jesus.

4. Graça Irresistível

Basicamente, aqueles que foram escolhidos por Deus serão salvos. Quando Deus chama um dos eleitos, este não irá rejeitar o chamado e será salvo. A conversão não é simplesmente a escolha da pessoa; é o resultado do chamado poderoso de Deus, que não pode ser resistido. Quem não aceita a mensagem da salvação não recebeu a graça de Deus, que sempre resulta em conversão.

Descubra aqui: qual é a diferença entre Calvinismo e Arminianismo? Qual está certo?

5. Perseverança dos Santos

Não é possível perder a salvação. Aqueles que foram escolhidos por Deus vão se manter fieis até ao fim, porque a salvação vem pela graça de Deus, não pela força de vontade da pessoa. Logo, nenhum salvo precisa ter medo de perder a salvação; já está garantida (Romanos 8:38-39).

Isso não significa que os salvos podem pecar o quanto quiserem, sem medo de perder a salvação. Quem é realmente salvo vai mudar de vida e vai lutar contra o pecado.

Veja aqui: um cristão pode perder a salvação?

Calvinismo e a Bíblia

A Bíblia diz que Deus é soberano sobre todas as coisas e nada acontece se Ele não permitir. Mas Deus também nos permite ter liberdade de escolha, ou livre-arbítrio. Deus chama e faz o trabalho todo para podermos ser salvos mas Ele também nos dá espaço para fazermos escolhas reais e significativas. Deus não quer que ninguém se perca mas Ele permite (Ezequiel 18:31-32).

Veja aqui mais sobre o livre-arbítrio.

Em Sua soberania, Deus decidiu usar nossas decisões para realizar Seus planos. O Calvinismo foca muito na soberania de Deus mas não devemos esquecer que nossas escolhas também são importantes e fazem uma diferença.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s