5 orações de intercessão na Bíblia


A intercessão é uma parte muito importante da oração. Todo cristão é chamado para interceder por seus irmãos e pelo mundo, participando na obra de Deus de transformação de vidas. Quem intercede procura o bem do outro. Na Bíblia temos vários exemplos de intercessão e podemos ver como fizeram a diferença:

intercessão

1. Jesus

Nosso maior exemplo de intercessão é, sem dúvida, Jesus! A Bíblia diz que ele está sempre intercedendo por nós junto do Pai. Durante seu ministério na terra, Jesus orava especialmente por seus discípulos, para que estivessem prontos para a grande missão de pregar o evangelho.

Na sua última noite com os discípulos, Jesus fez uma oração especial de intercessão. Ele pediu ao Pai para proteger seus discípulos quando ele voltasse para o Céu e orou para que vivessem em união. Além disso, ele orou por todos que no futuro iriam crer nele, para estivessem perfeitamente unidos com Deus e uns com os outros (João 17:20-23).

A oração de intercessão de Jesus foi muito importante porque revelou a vontade de Deus para nós: a união. Somente Jesus consegue unir pessoas de todo o mundo! Através de sua intercessão, temos união com Deus e podemos viver unidos com nossos irmãos em amor.

2. Abraão

Abraão era um homem cheio de compaixão. Ele tinha um sobrinho chamado Ló, que se tinha mudado para uma cidade chamada Sodoma. Mas essa cidade e sua vizinha Gomorra eram muito depravadas e tinham provocado a ira de Deus por ter tanto pecado. Então Deus contou a Abraão que Ele tencionava destruir Sodoma e Gomorra.

Quando Abraão ouviu isso, ele intercedeu pelas cidades, para que os justos não fossem destruídos com os injustos. Ouvindo Abraão, Deus concordou em não trazer destruição se Ele encontrasse lá dez pessoas justas. Infelizmente não havia nem dez justos nas duas cidades, por isso foram destruídas. Mas Deus poupou a família de Ló, que era um homem justo.

Deus tinha escolhido Abraão para ser uma bênção para todos os povos. Ele contou Seu plano a Abraão para provar seu coração (Gênesis 18:17-19). Será que Abraão era a pessoa certa para ensinar seus descendentes o caminho de Deus? A compaixão de Abraão e sua preocupação com a justiça mostraram que sim.

Veja aqui a história de Abraão.

3. Isaque

Quando tinha 40 anos, Isaque, o filho de Abraão, casou com Rebeca. Os dois se amavam muito mas tinham um problema: Rebeca era estéril. Por isso, Isaque orou intercedendo por sua esposa (Gênesis 25:21). Levou 20 anos, mas finalmente Rebeca acabou por engravidar… e logo de gémeos!

Isaque sabia que Deus tinha poder para dar um filho a Rebeca. Ele próprio tinha sido um milagre, nascendo quando Abraão tinha 100 e Sara 90! Além disso, Deus tinha prometido abençoar seus descendentes. Por isso, ele orou com fé e Deus ouviu sua intercessão. A espera não deve ter sido fácil mas Isaque não perdeu a esperança. No tempo certo, Deus respondeu à sua intercessão.

Descubra aqui mais sobre Isaque.

4. Moisés

Quando o povo de Israel saiu do Egito, eles foram para o monte Sinai, onde Deus se revelou a todos. Moisés subiu ao monte e recebeu os Dez Mandamentos mas, enquanto esteve lá, os israelitas decidiram se voltar para a idolatria (diante da glória visível de Deus)! Deus ficou muito zangado e ameaçou destruir os israelitas, começando de novo apenas com Moisés.

Quando ouviu isso, Moisés intercedeu pelo povo. Ele lembrou a aliança que Deus tinha feito com a família de Abraão, cujos descendentes agora eram o povo de Israel. Apesar da maldade do povo, Moisés pediu piedade, porque amava seu povo (Êxodo 32:11-13).

Deus ouviu a intercessão de Moisés e não destruiu os israelitas. Eles foram castigados mas Deus não os abandonou. A intercessão de Moisés criou uma oportunidade de perdão e reconciliação com Deus.

Leia aqui a história completa de Moisés.

5. Paulo

O apóstolo Paulo orava por todas as igrejas que tinha fundado em suas viagens missionárias. Ele também orava por todos os cristãos que conhecia, porque amava seus irmãos em Cristo. Suas intercessões mostravam seu amor e também ajudavam as igrejas espiritualmente, especialmente quando estavam passando por dificuldades.

Paulo intercedia pelas igrejas para que crescessem no conhecimento do evangelho, recebessem as bênçãos de Deus e vivessem mais em conformidade com Jesus (Efésios 1:17-19). Suas intercessões foram um exemplo de como nós também devemos orar uns pelos outros, para que a igreja cresça.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s