4 dicas da Bíblia para evitar amizades falsas


Quem não gosta de ter amigos? Nós fomos criados por Deus como seres sociais, que vivem em interação uns com os outros. Um amigo verdadeiro é um bênção nas nossas vidas, pois nos ajuda a suportar os dias mais difíceis da vida.

Mas infelizmente, como este mundo está cheio de pecado, há pessoas com más intenções ou pessoas com problemas e que são amigos falsos. Se uma amizade verdadeira é uma grande ajuda, uma amizade falsa pode ter um efeito negativo nas nossas vidas. Por esse motivo, temos 4 conselhos baseados na Bíblia que vão te ajudar a evitar amizades falsas.

1. Não queira ter “1 milhão de amigos”

Ter muitos amigos pode ser negativo.
Ter muitos amigos pode ser negativo

Em Provérbios 18:24 nós aprendemos que nem sempre ter muitos amigos é um bom sinal.

A Bíblia é clara: nós devemos amar a todas as pessoas, incluindo os nossos inimigos (Mateus 5:44). Mas uma coisa é amar uma pessoa, outra coisa é ser amigo dela. Uma relação de amizade implica intimidade, partilha de informações, de desejos, sonhos. Com os nossos amigos verdadeiros nós podemos revelar as nossas fraquezas, nossos segredos, porque existe uma relação de confiança.

Vemos na Bíblia que o próprio Jesus não tinha muitos amigos, Ele escolheu apenas 12 pessoas para o acompanharem diariamente, e tinha outros amigos, como Lázaro, Marta e Maria. Apesar de ser seguido por multidões, Jesus não tinha muitos amigos, mesmo porque muitas das pessoas que O seguiam, seguiam por interesse, pois queriam ver milagres.

O mesmo acontece conosco, por vezes algumas pessoas podem se aproximar de nós por interesse, e não querem partilhar a sua vida com outra pessoa. Não se esqueça que uma amizade é como uma rua de mão dupla, ou seja, você vai receber, mas também tem que dar. Quem é egoísta e quer um amigo apenas para receber e para desabafar não é um amigo verdadeiro.

Descubra aqui: o que é amizade verdadeira segundo a Bíblia?

2. Seja seletivo

As más companhias podem nos tirar do caminho certo
As más companhias podem nos tirar do caminho certo

Você sabia que as más companhias podem nos influenciar a fazer coisas erradas? Isso é o que a Palavra de Deus nos indica em 1 Coríntios 15:33.

Hoje em dia passamos muito tempo escolhendo a nossa casa, o nosso carro, o nosso emprego, as nossas roupas, mas muitas vezes não temos atenção na hora de escolher os nossos amigos.

Sabemos que algumas pessoas têm uma grande capacidade de influenciaroutros. Quando duas pessoas convivem durante algum tempo, muitas vezes vemos que elas começam a ter os mesmos hábitos ou até a usar as mesmas expressões. Desta forma, se temos como amigo alguém que tem maus hábitos e que não segue os ensinamento da Bíblia, podemos sofrer graves consequências (Provérbios 22:24-25).

Quando somos amigos de pessoas que não têm o objetivo de seguir a Palavra de Deus, muitas vezes podemos ser influenciados e começamos a ter atitudes que nos afastam de Deus.

Mas atenção! Isso não significa que você deve evitar essas pessoas, nem tratá-las mal: nós somos encorajados pela Palavra de Deus a orar por elas, a aconselhá-las a mudarem os seus caminhos. É preciso entender que nós podemos amar as pessoas sem ser “amigos” delas. O fato de não ser amigo de alguém, não significa que você é inimigo, mas que você não vai abrir a sua vida para essa pessoa nem confiar nela.

Veja aqui mais sobre esse assunto: um cristão pode ter amigos não cristãos?

3. Tenha astúcia em relação às pessoas que se aproximam de você

Algumas pessoas podem ter más intenções
Nem todas as pessoas que se aproximam de nós têm boas intenções

Jesus disse em Mateus 10:16 que nos enviaria como ovelhas no meio de lobos.

Vivemos em um mundo complicado que foi desvirtuado e corrompido pelo pecado. Por esse motivo, vamos conviver com pessoas que são como “lobos”, ou seja, que são oportunistas que procuram sempre uma oportunidade para se aproveitarem das “ovelhas”. Mas isso não é uma desculpa para nos afastarmos das pessoas. Precisamos amar as pessoas, mas amar de olhos abertos.

A “astúcia de serpente” mencionada por Jesus não significa que temos que enganar as pessoas ou ter “segundas intenções”, mas que devemos estar atentos a pessoas que podem se aproximar de nós com essas “segundas intenções”. Jesus não era bobo, Ele não deixava que as pessoas se aproveitassem d’Ele, pois tinha essa astúcia e estratégia de uma “serpente”. Ao mesmo tempo, enquanto esteve fisicamente nesta terra, Ele tinha a simplicidade e a doçura de uma pomba, características morais e psicológicas que O tornavam numa pessoa irresistível.

Jesus é descrito na Bíblia como Cordeiro de Deus, ou seja, Ele é manso e pacífico mas também é o Leão da Tribo de Judá. Certas vezes Jesus teve que rugir para mostrar que Ele é o Filho de Deus, com poder e autoridade sem igual.

Neste mundo cheio de lobos, aprenda a ter a astúcia de serpente, sem esquecer de manter a simplicidade de uma pomba. Olhe para as pessoas que vão aparecendo na sua vida e aprenda a se “distanciar” emocionalmente daquelas que têm a intenção de te prejudicar.

4. Observe como essa pessoa se relaciona com os outros

Veja como essa pessoa trata os outros
Para conhecer alguém, veja como essa pessoa trata os outros

Somos encorajados em Colossenses 4:6 a falar palavras que edificam, e não palavras que magoam e destroem os outros.

Uma das melhores estratégias para conhecer uma pessoa é ver como ela se comporta em relação aos outros. Se você conhece alguém que passa a vida falando sobre a vida dos outros, provavelmente ela vai falar da sua vida com outras pessoas. Se ela for sua amiga, você seria capaz de compartilhar algum segredo com ela, sabendo que ela tem o costume de falar sobre a vida dos outros?

Você sabe o que a Bíblia fala sobre essa atitude? Aprenda o que Deus diz sobre fofoca.

Da mesma forma, se alguém não tem paciência e reage com raiva sempre que é confrontada ou corrigida por causa de alguma conduta, isso significa que ela não aceita a instrução. A Bíblia ensina em Provérbios 27:17 que assim como o ferro afia o ferro, o homem “afia” o seu amigo. Um amigo deve nos tornar pessoas melhores, mais próximos de Deus.

Aprenda a analisar as atitudes das pessoas antes de ter um relacionamento de amizade com elas. Certos defeitos e falhas de caráter podem nos influenciar e até mesmo nos afastar de Deus e do que Ele tem para as nossas vidas.

Confira os defeitos que podem afastar uma pessoa de Deus.

Para refletir

Você quer evitar amizades falsas? Temos algumas perguntas sobre pessoas que você conhece e que podem te ajudar:

  • Como você se comporta quando está com essa pessoa?
  • Essa pessoa te aproxima de Deus?
  • Ela se alegra com as tuas conquistas e te conforta nos momentos difíceis?
  • Ela tem o hábito de falar mal sobre os outros?
  • Ela pede ajuda mas também está disponível para te ajudar quando você precisa?
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s