Equinor amplia projetos de energia solar


A Equinor anunciou nesta terça-feira (19/6) acordo com a Martifer Renewables para adquirir 50% do projeto de geração de energia solar Guanizul 2A (G2A), na Argentina. A também norueguesa Scatec Solar está adquirindo os 50% restantes do projeto, que tem capacidade para abastecer 80 mil residências no país vizinho. O projeto tem investimento estimado em US$ 95 milhões

O parque Guanizul 2A (G2A), com capacidade instalada de 117 MW, tem contrato para venda da energia por 20 anos feitos em leilão realizado pela agência reguladora de energia da Argentina, a Cammesa, e previsão de decisão final de investimento para o final deste ano para começar a produzir no fim de 2019.

Projeto zera impostos para energia solar e cria programa para 5 milhões de sistemas de cogeração até 2030

Proposta de “royalties sobre o vento” força setores eólico e solar a refletir

Energia renovável emprega mais de 10 milhões de pessoas no mundo

Em outubro do ano passado, a Equinor comprou 40% da participação da Scatec Solar na usina de energia solar Apodi, de 162MW, no município de Quixeré, no Ceará, por US$ 25 milhões. O projeto vai fornecer energia para cerca de 160 mil residências.

As duas empresas também acordaram uma cooperação exclusiva para desenvolver, em conjunto, futuros projetos de energia solar no Brasil. A Equinor também irá adquirir 50% de participação na empresa que irá executar o projeto, permitindo-a participar da elaboração e realização de novos projetos em energia solar no futuro.

“O Brasil é e continua sendo um país estratégico para a companhia. Temos aqui projetos de longo prazo, com duração de pelo menos 40-50 anos. As recentes transações da Statoil no Brasil corroboram seu compromisso de desenvolvimento de negócios de maneira segura e sustentável no mercado de energia”, diz o presidente da empresa por aqui.

Quem também está investindo em energia solar é a Total. A Total Eren – parceria entre as francesas Total e Eren – fechou a aquisição de 100% das usinas solares fotovoltaicas Dracena I, Dracena II e Dracena IV, todas operadas pela Cobra do Brasil e para serem instaladas na cidade de Dracena, no interior do estado de São Paulo. Cada usina tem capacidade instalada prevista para 30 MW.

A Total Eren possui mais de 900 MW instalados ou em instalação em energia eólica, solar e hidrelétrica no mundo. No Brasil, a empresa possui apenas 40 MW em projetos solares, atualmente em construção, contra 90 MW das usinas que estão sendo compradas.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s