Gastar menos do que se ganha é a regra de ouro das finanças pessoais


Gastar menos do que se ganha é a regra de ouro das finanças pessoais. Mesmo sendo uma regra super simples, ela é muito difícil de ser seguida pela maioria das pessoas. Não existe mágica para gastar menos do que você ganha, existe um método.

Para as famílias brasileiras é um desafio e tanto chegar ao final do mês com dinheiro no bolso. O dinheiro mal chega na metade do mês. Para suprir as suas necessidades elas utilizam o cheque especial e o cartão de crédito como complemento da renda.

Para fazer sobrar dinheiro no final do mês será necessário alterar os antigos hábitos, será preciso passar por uma mudança significativa e profunda. Os esforços poderão ser enormes, porém as recompensas serão consideráveis.

Antes de colocar em prática algumas dicas sobre como gastar menos do que ganha é importante entender quais são os motivos que te levam a essa situação financeira.

Porque você gasta mais do que ganha

gastar menos do que se ganha

Compreender a razão pelo qual você não consegue chegar até o final do mês com dinheiro é um passo fundamental para obter o controle de sua vida financeira.

Você já se arrependeu de alguma compra? Já comprou aqueles aparelhos que fazem mil e uma coisa anunciados na TV e utilizou somente uma vez? Já exagerou na compra de algum produto que estava em oferta?

Se você respondeu sim para alguma dessas perguntas, não entre em desespero, porque você não é o único a ter esse comportamento.

O problema de você gastar mais do que ganha pode estar relacionado a esse comportamento, a compras de produtos ou serviços que não agregam valor a sua vida.

Portanto, o problema não está em comprar. O problema está em não priorizar o que é mais importante em sua vida.

Você acaba gastando mais do que ganha e na hora em que deseja comprar algo que realmente precisa, não tem dinheiro.

Em um artigo onde ensino o passo a passo sobre Como Fazer Sobrar Dinheiro no Final do Mêsveja a descrenças das pessoas em suas respostas:

gastar menos do que se ganha

Pelas respostas, podemos entender que é muito mais fácil dizer que ganha pouco, que basta não sair de casa, colocar a culpa no feijão. O tom de brincadeira só aumenta ainda mais o drama que é causado pela falta de educação financeira. gastar menos do que se ganha

O debate poderia durar a vida inteira e mesmo assim, as respostas não seriam diferentes das que você está visualizando agora. Muitas das respostas dadas estão falando sobre: Não gastar (comprar) e Ter um salário bom (dígno)

Não gastar (comprar)

A resposta é sempre a mesma para essa afirmação. Você não precisa privar o consumo, o que deve ser feito é consumir de acordo com seus objetivos e não porque seu vizinho, amigo ou familiar está comprando. Se preocupe em adquirir itens que agregam valor a sua vida.

Ter um salário bom (dígno)

Como você pode visualizar na imagem acima a resposta dada foi a seguinte: ter um alto salário não resolve tudo, porque quanto maior o salário, maiores são os gastos efetuados pelas pessoas. Elas não utilizam o aumento da renda para criar um fundo de emergência para os momentos difíceis ou mesmo para investir e realizar seus sonhos no futuro.

Eu Mereço

Outro argumento também muito utilizado pelas pessoas para validar o seu consumo são: “Eu mereço comprar tal produto, porque me mato de trabalhar o ano inteiro, logo tenho esse direito” e “Também nem sei se estarei aqui amanhã, então é melhor gastar hoje, pois não vou levar o dinheiro para o caixão”

Segundo estatísticas do IBGE, em 2016 a média de vida de um cidadão brasileiro é de 72,7 anos. Esperança ou expectativa de vida equivale à fração de anos em média que uma determinada população vive. Esse é um importante indicador social que avalia a qualidade de vida de uma população de um determinado lugar.

Logo, você pode chegar aos 70 anos e se perguntar como muita outras pessoas. O que eu faço agora? Não tenho nenhuma economia e devia ter guardado pelo menos algum dinheiro. Esse benefício que recebo, mal da para comprar meus remédios.

Não seria muito melhor desfrutar do presente e criar um valor estratégico para obter uma melhor qualidade no futuro? Você pode não acreditar, mas é possível Economizar sem Perder o Prazer de Viver.

Desculpas clássicas

gastar menos do que se ganha

Analisando essas e outras respostas que foram dadas, separei algumas desculpas clássicas utilizadas pelas pessoas como afirmação para não conseguir gastar menos do que se ganha. Vamos apresentar 8 frases tradicionais:

1-­ “Se eu morrer amanhã vou ter guardado dinheiro para quê?”

A não ser que a pessoa tenha o poder de prever o futuro, dizer algo do tipo além de negativo, atrapalha qualquer planejamento futuro.

Vamos combinar, quem pensa que tem que viver o hoje gastando como se não houvesse amanhã, demonstra que não pensa nem no dia seguinte, quem dirá em uma aposentadoria por exemplo.

Não adianta pensar assim, no fim do mês a  fatura do cartão de crédito vai chegar e é bem provável que você esteja vivinho para lidar com as contas e o limite  do cheque especial. 🙁

2­- “Se eu parcelar em 10x não vou nem sentir…”

A notícia é: sim, você vai sentir.

Principalmente porque, provavelmente, essa não foi uma única compra isolada. Quem costuma parcelar sempre, seja qual for motivo, precisa ser muito organizado. Pois aquela parcelinha a mais do seu novo celular vai ser somada a outra do tênis mais a parcela do carro. E aí já viu. O dinheiro que recebe todo mês fica cada vez mais comprometido. Assim como os planos que você tem e precisa dele para realizá-lo.

3-­ “O importante é ser feliz!”

Claro que o importante é ser feliz!

Mas a grande diferença é saber lidar com as finanças para ser feliz ao longo do tempo ou só por um período, pois foi pelo caminho do consumismo desenfreado, sem fazer investimentos inteligentes e nem um fundo de reserva que te levou a ficar sem dinheiro no final do mês.

4­- “Mês que vem vai ser diferente!”

Essa frase é aquela usada quando a pessoa percebe que pisou na bola e exagerou nos gastos. Para o mês seguinte ser diferente é preciso fazer algo diferente e mudar alguns hábitos.

Por exemplo, se gosta de ir ao shopping e se acabar nas compras, tente não comprar de primeira se é algo que não tinha planejado e só achou bonito na vitrine. Vá para casa, pense se precisa e se pode comprar. Se puder ok.

Outra dica é anotar os gastos logo no começo do mês e no final da semana analisar quanto gastou e como.

5-­ “A vida é uma só, vou gastar tudo o que eu puder!”

Até que seja provado o contrário você tem razão, a vida é uma só.

E, exatamente por isso, você precisa pensar nela com mais carinho e cuidado. Pense no futuro: Gastando desse jeito como será que ele vai ser?

6­- “Ai, preciso de dinheiro, não deveria ter gastado tanto…”

A gente sabe que você pensa isso toda vez que precisa de dinheiro para algo que é realmente importante.

O celular quebrou, você precisa de um novo, mas não tem grana pra isso? Ok, hoje é um item necessário. Mas tente avaliar a decisão sempre quando envolver dinheiro.

Veja se vale a pena usar um dinheiro investido para comprar se não tem à vista, se pode parcelar, pagar à vista e pedir desconto ou mesmo, comprar um modelo mais barato até se recuperar e poder adquirir aquele que tanto quer.

7-­ “Vou cancelar meu cartão de crédito!”

Palmas! Palmas! Palmas!

Se você não sabe usar o cartão com cautela, SIM, você precisa cancelar esse vício o quanto antes! Mas olha, não adianta só falar, hein?

Tire da carteira e experimente! Você vai ver que gastar no débito e saber que o dinheiro está saindo na hora de sua conta pode mudar a decisão na hora de gastar.

8 ­- “Eu deveria ganhar mais…”

Na verdade o problema não é quanto você ganha e sim o quanto você gasta. Não adianta nada ganhar mais se você continuar gastando mais do que pode.

A mudança vem de você e não do seu salário. Pense nisso! Gastar menos do que se ganha é uma consequência dos seus atos.

Fonte: 8 Frases clássicas de quem gasta mais do que ganha

Quais as causas de gastar mais do que se ganha

gastar menos do que se ganha

Além é claro da falta de dinheiro há diversos problemas causados por não gastar menos do que ganha. Conheça alguns deles:

  1. Um dos problemas imediato causado por não gastar menos do que você ganha é o endividamento. Como as pessoas não conseguem chegar com dinheiro até o final do mês, elas recorrem ao uso do cheque especial e o rotativo do cartão de crédito, transformando essas modalidades em extensão da renda.
  2. Outro problema gravíssimo são as brigas dos casais causados pelo dinheiro. Muitas das separações e divórcios são causados pela má administração do dinheiro, seja na falta ou no excesso dele.
  3. Ter a necessidade de trabalhar além do horário normal para aumentar a renda. Esse fato acarreta menos tempo para a família e para as atividades de lazer.
  4. Noites mal dormidas devido a preocupação causada pelos vencimentos das contas. Essa situação pode proporcionar além da baixa produtividade no trabalho, problemas de saúde e consequentemente pode te obrigar a entrar de licença do trabalho diminuindo ainda mais a sua renda.
  5. Você também pode começar a enfrentar problemas de ansiedade, angústia e depressão.

Vamos escolher um item e detalhá-lo melhor: O Endividamento 

O endividamento afeta todas as áreas de nossa vida. As pessoas que vivem endividadas possuem problemas de saúde, no trabalho, no relacionamento. O descontrole pode ocasionar noites mal dormidas, má alimentação, falta de produtividade devido as preocupações causadas pelo endividamento.

Só de não passar por essas situações, deveria ser uma motivação enorme terminar o mês no azul. Para reforçar suas ações em busca de um equilíbrio financeiro, vamos listar mais alguns motivos abaixo:

  • Poder dormir tranquilarmente e ter menos preocupações é um benefício que as pessoas possuem quando mantém as contas em dia. As pessoas passam as noites em claro pensando em possíveis soluções para pagar aquele credor que liga todos os dias em sua casa. Portanto, pense na paz que você vai adquirir vivendo longe das dívidas.
  • Você poderá destinar todo o seu dinheiro para algo que te traga felicidade. Com dinheiro no bolso, você estará apto a realizar todos os seus maiores sonhos. Sabe aquela viagem que você gostaria tanto de fazer? Então, com o orçamento em dia você poderá efetuá-la.
  • Muitos dos problemas dos casais estão relacionados com a má administração do dinheiro As vezes, aquela dívida escondida pode proporcionar um enorme problema no relacionamento. Se você e o seu cônjuge vivem discutindo frequentemente, pense se esse problema não está relacionado com o dinheiro, mais especificamente, com a falta dele.
  • Você irá conseguir mais facilmente fazer sobrar dinheiro no final do mês, uma vez que você deixará de perder dinheiro com os juros exorbitantes que são cobrados pelos créditos mais caros como o cheque especial e o cartão de crédito
  • Essa folga no orçamento fará com que você possa começar investir dinheiro em busca da realização de seus sonhos. Sem a preocupação com as dívidas, você ficará com o caminho livre em direção aos seus objetivos.
  • Você estará apto a ajudar muitas pessoas por meio de doações ou mesmo ensiná-las sobre a importância de administrar melhor o seu dinheiro. Você poderá utilizar seu exemplo pessoal para ajudar as pessoas a se livrar do endividamento.
  • Existem infinitas vantagens que poderíamos mencionar quando se gasta menos do que se ganha. Pare um minuto para refletir e analise quais seriam outros benefícios pessoais que você poderia alcançar.

Fonte: Aprenda Como Acabar com as Dívidas

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s