Comissões debatem risco de demissão de funcionários e fechamento de agências dos Correios


Marcos Oliveira/Agência Senado
Comunicação - Administração Pública - Predio dos Correios em Brasília
Os Correios têm mais de 117 mil funcionários, 6.470 agências próprias, além das franqueadas, permissionárias e comunitárias

As comissões de Trabalho, de Administração e Serviço Público e de Legislação Participativa da Câmara promovem hoje uma audiência pública conjunta para discutir a demissão de funcionários e o fechamento de agências da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT).

Os pedidos para o debate são dos deputados Leonardo Monteiro (PT-MG) e Glauber Braga (Psol-RJ). Coordenador da Frente Parlamentar em Defesa dos Correios, Leonardo Monteiro cita notícia publicada pela imprensa sobre a existência de relatório da empresa prevendo o fechamento de 513 agências e a demissão de mais de 5 mil servidores. Ele quer explicações sobre a veracidade da notícia e do referido relatório.

“Sabe-se que os Correios são o serviço público federal mais próximo dos cidadãos, podendo exercer relevante influência no crescimento e desenvolvimento do País, ao tempo em que proporciona à população brasileira acesso a serviços postais e financeiros. O fechamento e, por consequência o enxugamento da empresa, demonstraria um grande equívoco na gerência das empresas públicas por parte do governo”, ressaltou.

Glauber Braga preocupa-se ainda com a possibilidade de privatização da empresa. “Não é de agora que o governo federal vem ampliando de forma enérgica medidas entreguistas que comprometem sobremaneira a soberania nacional. Empresas públicas estratégicas para o país estão sendo entregues ao mercado”, lamentou.

Debatedores
Foram convidados para a audiência, entre outros:
– o vice-presidente de Canais da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos, Cristiano Barata Morbach;
– o secretário-geral da Federação Nacional dos Trabalhadores dos Correios e Similares (Fentect), José Rivaldo da Silva; e
– o dirigente de Relações Sindicais da Instersindical Central da Classe Trabalhadora, Ribamar da Silva Passos.

O debate, que será interativo, ocorrerá no plenário 12, a partir das 9h30.

Os interessados poderão particpar enviando perguntas, críticas e sugestões por meio do portal e-Democracia, no banner abaixo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s