A Importância da Análise de Viabilidade de um Projeto com a Ferramenta PAYBACK


Em qualquer empreendimento sabemos que a “saúde financeira” deve ser constantemente avaliada, para o sucesso do mesmo. Como utilizar a ferramenta Payback para beneficiar seu projeto?

Quando iniciamos um negócio/projeto devemos ser muito cuidadosos, pois requer alto investimento financeiro, de tempo e de recursos. Por isso, é de extrema importância fazer um estudo de análise de viabilidade econômica financeira, assim obtemos uma resposta sobre a aplicabilidade do negócio, ou seja, se é viável ou não.  Este estudo também deverá ser feito toda vez que houver um novo investimento em que sua decisão envolver recursos que comprometam novas instalações, projetos de pesquisa, programa de marketing, capital de giro adicional, todavia que houver um investimento financeiro que requer uma compensação econômica.

O que é a Análise de Viabilidade Econômica Financeira?

É um estudo que utiliza técnicas e ferramentas para avaliar os custos, benefícios, recursos e enquanto tempo será obtido o retorno do valor do empreendimento.

Quais os parâmetros devem ser analisados para escolha da decisão?

Segundo, HELFERT (2000, p. 182):

A análise adequada dos investimentos requer que o analista e o responsável pelas decisões sejam muito conscientes e específicos a respeito dos inúmeros aspectos envolvidos. Precisamos fixar uma série de regras básicas para garantir que nossos resultados sejam coerentes e importantes. Essas regras envolvem:

  • Definição do problema;
  • Natureza do investimento;
  • Estimativa de custos e benefícios futuros
  • Fluxo de caixa incremental;
  • Dados contábeis relevantes;
  • Custos históricos;
  • Valor do dinheiro no tempo.

“Para análise básica de qualquer investimento, é preciso a aplicação de quatro componentes básicos: Investimento líquido, entrada de caixa operacional, Vida econômica e Valor final” HELFERT (2000, p. 190).

Determinamos a atratividade de um projeto, através de métodos simples que calculam as compensações entre o investimento e os fluxos de caixa operacionais, entre eles podemos citar o payback.

A Ferramenta Payback

O período de payback compreende a determinação do tempo para que o valor do investimento seja recuperado através dos fluxos de caixa gerados pelo investimento. O período de recuperação de um projeto é encontrado, calculando-se o número de anos que vão transcorrer até que os fluxos de caixa estimados igualem o total do investimento inicial. Segundo Weise, Colpo e Medeiros (2016) citado por Weise (2013), Essa informação é importante porque permite que o investidor avalie o risco através do tempo que irá demorar na recuperação do capital aplicado nesse projeto. O método para análise é segregado por duas metodologias distintas de aplicação, conhecidas como: Payback Simples e Payback Descontado.

“O Payback Simples é interpretado como um importante indicador do nível de risco do investimento. Quanto maior for o prazo maior será o risco da tomada de decisão. Este índice é de fácil manuseio e orienta o investidor quanto à escolha da melhor alternativa” (LEITE, 2016, p.31). Na fórmula podemos visualizar a  utilização do Payback simples.

Na Figura 1, os fluxos de caixa líquidos de um projeto estão indicados . Quantos anos precisaremos esperar até que os fluxos de caixa acumulados desse investimento se igualem ou superem seu custo de investimento inicial?

WhatsApp Image 2017-05-24 at 10.22.41
Figura 1 – Fluxo de caixa de um projeto. Fonte: Autora.

Conforme observamos na Tabela 1, o investimento inicial e de 50.000. Depois do primeiro ano a empresa recupera 30.000, deixando 20.000 a descoberto (negativo). O fluxo de caixa no segundo ano e exatamente igual a 20.000; ou seja, o investimento “ se paga” em exatamente 2 anos. Logo, o período de payback  é de 2 anos. Se exigíssemos um payback de 3 anos ou menos, o investimento seria aceitável.

WhatsApp Image 2017-05-24 at 18.45.16
Tabela 1 – Demonstração do cálculo do Payback. Fonte: Autora.

O método Payback deve ser utilizado como informação complementar para análise de investimento, pelo fato de não considerar o valor do dinheiro no tempo. A fim de suprir essa deficiência da não consideração do valor do dinheiro no tempo surge o método Payback Descontado. A diferença é que no payback descontado, as futuras entradas de caixa são apresentadas sob valores presentes para fins de amortização do investimento inicial, já o payback simples ignora o valor do dinheiro no tempo.

O Payback Descontado leva em consideração o valor do dinheiro no tempo. Portanto, para “descontar” e “trazer” a valor presente os valores do fluxo de caixa, foi considerado uma taxa mínima de retorno aceitável pelo investidor, ou taxa mínima de atratividade (TMA). Na fórmula a seguir, podemos observar a aplicação deste método.

P = F / (1+i) n

Onde:

P = valor presente;

F = valor parcela;

= taxa mínima de atratividade;

N = tempo em períodos.

Veremos um exemplo do payback descontado, com investimento inicial de 1.500, com uma taxa mínima de atratividade de 10% a 2 períodos futuros, esse investimento é viável?

WhatsApp Image 2017-05-24 at 18.45.11
Tabela 2 –  Demonstração do cálculo do Payback Descontado. Fonte: Autora.

Na Tabela 2, observamos um fluxo de caixa de 1.000 no ano 1, e trazemos esse valor para o ano, descontando. Aplicando a fórmula explicitada acima, teremos: 1000 / (1 + 0,10) 1 = 909,09. Que será subtraído do valor investido de 1.500, teremos: 1.500 – 909,09 = 590,90. Restando um saldo de – 590,90.  No ano 2, temos um fluxo de caixa de 800, trazendo esse valor descontado, temos: 800 / (1 + 0,10) 2   = 661,15. Calculando o saldo de – 590,09 + 661,15, obtemos 70,25, ou seja, todo o investimento inicial foi recuperado no ano 2. Logo, esse investimento é viável.

Esta ferramenta pode ser aplicado nas calculadoras e nas planilhas eletrônicas, como o software Excel para facilitação dos cálculos. Esta ferramenta é utilizada por empresários e gestores analisarem os aspectos positivos e negativos de um projeto, a fim de tomar decisões. Muitas empresas não realizam uma análise de viabilidade econômico financeira nos empreendimentos, o que pode acarretar prejuízos, e até mesmo o encerramento do empreendimento.

Qualquer projeto, ampliação da empresa, começo de um novo negócio é necessário pensar em lucros, despesas e retorno de investimento. Tudo isso é resultado de muita análise, números e projeções, que nada mais é que um Estudo de Viabilidade Econômica e Financeira.

Referências Bibliográficas:

Capital Social – Contabilidade e Gestão. Disponível em: https://capitalsocial.cnt.br/analise-de-viabilidade-de-negocio/ Acesso em: 18 mai. 2017.

COLPO I.; MEDEIROS F. S. B.; WEISE A. D. – Análise de Retorno do Investimento: um estudo aplicado em uma microempresa – RACI, Getúlio Vargas, v.10, n.21, Jan./Jul. 2016. Disponível em: http://www.ideau.com.br/getulio/restrito/upload/revistasartigos/327_1.pdfAcesso em: 17 mai. 2017.

Fluxo Consultoria – Gestão Empresarial. Disponível em: http://fluxoconsultoria.poli.ufrj.br/blog/gestao-empresarial/estudo-viabilidade-economica-financeira/ Acesso em: 20 mai. 2017.

HELFERT, Erich. A. – Técnicas de Análise Financeira: um guia prático para medir o desempenho dos negócios – trad: André Castro. – 9º ed. – Bookman – Porto Alegre, 2000 – pág. 180 a 190.

LEITE, Simone – Viabilidade da implantação de uma infraestrutura no agronegócio: um estudo aplicado ao cultivo da maçã na serra gaúcha – Trabalho de Conclusão Curso (Curso de Ciências Contábeis) -Centro de Ciências Sociais – Universidade de Caxias do Sul, Caxias do Sul, 2016. Disponível em: https://repositorio.ucs.br/xmlui/bitstream/handle/11338/1698/TCC%20Simone%20Leite.pdf?sequence=1&isAllowed=y Acesso em: 18 mai. 2017.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: