Hong Kong


Hong Kong é uma região independente da China que apresenta indicadores mais elevados do que os do restante do país.

Por Thamires Olimpia Silva
Vista noturna da cidade de Hong Kong, uma importante região da China

Vista noturna da cidade de Hong Kong, uma importante região da China

Hong Kong é uma região da China que, em virtude de sua recente incorporação ao território chinês, ainda possui certa autonomia em relação ao restante do país. Com o fim da primeira guerra do Ópio (1839 a 1842), Hong Kong foi ocupada pela Inglaterra, permanecendo sobre o seu poder até 1997, quando a coroa britânica devolveu o território após a promessa do primeiro-ministro chinês, Zhao Ziyang, de não interferir na organização política e econômica da cidade por pelo menos 50 anos.

Essa recente incorporação de Hong Kong pelo governo chinês foi vista pelos países asiáticos com otimismo, já que a devolução desse território representa uma diminuição da influência inglesa no continente e deve contribuir para a ampliação da participação comercial da China e dos demais países da Ásia no mundo. Todavia, os investidores e os governantes ocidentais veem essa incorporação com certo receio, pois, em virtude da diferença de sistema político e econômico do país, ela pode resultar em risco para os direitos humanos e liberdades individuais em Hong Kong, provocando, assim, prejuízo para os investidores estrangeiros que atuam no país.

Com relação à sua economia, por ter sido colonizado pela Inglaterra, diferentemente da China, Hong Kong desenvolveu-se com base no sistema capitalista. Esse fato provocou uma grande modernização e certa ocidentalização da região, que vem se destacando pelas atividades industriais, sendo reconhecida como um dos Tigres asiáticos. A base da economia da região é o setor de serviços e a produção de aparelhos eletrônicos, de som, do setor portuário, brinquedos e máquinas.

Mesmo com o desenvolvimento da China nas últimas décadas, Hong Kong tem apresentado indicadores econômicos e sociais mais elevados do que os do restante do país. Para se ter uma ideia, no ano de 2013, enquanto a renda per capita da China foi de 1460 dólares e a expectativa de vida foi de 75.20 anos, a renda per capita de Hong Kong foi de 52984 dólares e a expectativa de vida, 83,4 anos. Isso é resultado tanto da grande diferença de população (a China possui quase um bilhão e meio de habitantes, e Hong Kong possui “apenas” 7,6 milhões) quanto do desenvolvimento da região, que ainda supera o crescimento chinês. Assim, embora Hong Kong faça parte do território da China, apresenta grandes contrastes econômicos, políticos e sociais em relação ao restante do país.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s