Mais uma entrevista com especialista em fraudes norte americana – Tracy Coenen, dona da empresa Sequence Inc.


26/02/2008

by Renata Lima

Tracy Coenen é uma expert em fraudes e investigações financeiras, de renome nacional.

Ela é Contadora Pública (Certified Public Accountant – CPA) e Investigadora Profissional de Fraudes (Certified Fraud Examiner – CFE), possui um “Master of Business Administration” (MBA).

Ela também é Professora Adjunta na Universidade da Concórdia – Wisconsin/EUA, e atua como Adjunta para a Associação profissional de investigadores de fraudes (Association of Certified Fraud Examiners).

Coenen é colunista do Jornal Legal de Wisconsin (Winconsin Law Journal), escritora convidada para a Revista de Fraudes (Fraud Magazine) e formada pelo Programa de Treinamento de investigadores criminais (Criminal Investigator Training Program) no Centro de Treinamento de Aplicação a Leis Federais (Federal Law Enforcement Training Center).

Coenen recebeu, em 2007, o prestigiado prêmio Hubbard (clique aqui para ver o video) após escrever um artigo sobre as consequências econômicas do furacão Katrina, em 2006, para a revista FRAUD MAGAZINE.

Sua empresa, a SEQUENCE INC. combina experiência em contabilidade forense e técnicas investigativas confiáveis para apurar perdas.

Para saber mais sobre ela, clique aqui.

Obtivemos a seguinte entrevista com ela:

IDD – Como você se envolveu com marketing multinível? O que atraiu sua atenção, experiência própria ou outro motivo?

Tracy – Quando comecei na Mary Kay, eu buscava apenas uma oportunidade (de trabalho) que eu pudesse administrar. Eu não via como uma carreira em potencial para mim, mas como um emprego de meio turno, de forma que eu pudesse controlar horários e atividades. Fiquei também atraída pela suposta capacidade de ganhar muito dinheiro empreendendo meus esforços. Não sabia que era uma mentira completa.

IDD – Se algumas empresas são verdadeiras pirâmides financeiras, por quê não há ação mais intensa para prevenir e corrigi-las nos EUA?

Tracy – Muito simples, os Estados Unidos não dão a devida importância legislativa ao assunto. Eu acho que é, em parte, por razões políticas, e é em parte porque as empresas que lideram as pirâmides são bastante inteligentes sobre o esquema e como driblá-lo. Empresas como Amway, Mary Kay, Usana, Herbalife sabem bem como mascarar a pirâmide, com o que parece ser um legítimo negócio de vendas diretas. Estas empresas conseguem fazer com que o governo foque no prouto, quando, na realidade, os representantes das empresas estão centrados no recrutamento de novos membros para a pirâmide.

IDD – Qual a sua opinião sobre o documentário do FDI?

Tracy – Tenho estado envolvida com FDI na investigação da Usana, Herbalife, e outras empresas. Entendo que o trabalho que fazemos é eminentemente de alerta para muitos. Só espero que as autoridades finalmente enxerguem a verdade que descobrimos e tomem medidas concretas contra estas empresas.

IDD – O documentário relata que 98% dos distribuidores da Herbalife desistem após 14 meses. Qual é a sua opinião sobre esta estatística, nunca aceita pela Herbalife?

Tracy – Creio que há documentação que provará que a estatística está correta.

IDD – Na sua opinião, a indústria farmacêutica é vítima de empresas que vendem suplementos alimentares ou existe alguma espécie de conivência?

Tracy – Creio que há empresas de MMN que vendem suplementos alimentares superfaturados sob a alegação de que os mesmos curam doenças, quando não há prova dessas alegações. Entendo, entretanto, que não há relação entre a indústria farmacêutica e o fato de que estas empresas operam em marketing multinível. Empresas de MMN procuram vender produtos exclusivos a preços elevados. Produtos farmacêuticos também podem, em tese, encaixar-se nesta premissa, pois a maioria dos consumidores não sabem muito sobre remédios e vitaminas.

IDD – O que se pode esperar das autoridades após o lançamento do documentário do FDI?

Tracy – Não tenho certeza. Eu gostaria de ser otimista e dizer que eles agirão imediatamente. Infelizmente, as autoridades têm muito trabalho a fazer e muitos casos a investigar. Eu não posso dizer com certeza se esta questão será uma das suas principais prioridades.

IDD – Existe um estudo nos Estados Unidos sobre a perda de dinheiro por pessoas da Herbalife?

Tracy – Robert FitzPatrick tem estudado muitos prejuízos para as empresas e os distribuidores (www.pyramidschemealert.org).

IDD – O que pensa sobre a participação de pessoas de renome, como Paul Zane Pilzer, e Robert Kiyosaki, com o Marketing multinível?

Tracy – Essas pessoas criam um problema, uma vez que o consumidor médio pensa que têm credibilidade. Estes “especialistas” sabem que os adeptos do marketing multinível são suscetíveis a por muita fé em suas palavras, e usam essa lealdade para vender os seus livros. É triste, realmente

IDD – No Brasil tínhamos uma empresa chamada Omni International, que explorava uma pirâmide financeira sob a fachada de vendas em lojas virtuais. Apesar dos inúmeros relatos de seus membros, não foi feito nenhum esforço aparente para fechar a empresa, que só foi interrompida após uma queixa feita em rede nacional. Nos Estados Unidos, existem outros mecanismos para fechar uma empresa fraudulenta de MMN, fora a pressão da opinião pública?

Tracy – Existem leis em vigor, inespecíficas, mas que poderiam ser utilizadas para fechar empresas de marketing multinível. As agências responsáveis pela aplicação dessas leis são notoriamente relapsas e só as aplicam quando a violação é grotesca.

IDD – Qual a sua opinião sobre este assunto: o SEC parou a investigação sobre USANA, embora o Fraud Discovery Institute tenha demonstrado fortes evidências de um esquema de Ponzi?

Tracy – Estou triste porque a SEC não acreditou que o FDI tem fortes indícios para abertura de um inquérito formal. No entanto, isto não significa que eles não reabrirão os arquivos sobre a USANA no futuro. Espero que isto aconteça.

IDD – Você tem conhecimento (ou você sabe onde é possível obter uma série histórica (pelo menos 10 anos), da revisão anual (semestral, trimestral) da Herbalife nos Estados Unidos e no resto do mundo (de preferência nos seus outros 2 maiores Mercados: México e Brasil), a partir e cálculo nominal e operacional dos resultados?

Tracy – Nos relatórios da SEC.

IDD – O que pensa da afirmação de que os produtos da empresa(Herbalife) utilizam tecnologia de ponta?

Tracy – Este tipo de afirmação é comum no marketing multinível. A verdade é os produtos do marketing multinível são superfaturados quando comparados com os seus concorrentes. Os preços são elevados, devido, sobretudo, ao fato de que as empresas pagam uma pequena quantia de comissão a muitos níveis de distribuidores para cada venda. Mas as empresas não podem admitir que esta é a verdadeira razão para a alta dos preços. Portanto, em vez disso, eles têm que fazer o seu produto exclusivo. Eles utilizam frequentemente alegações de alta qualidade, produtos exclusivos, ou a mais recente tecnologia como o motivo para a alta dos preços.

IDD – Você conhece os procedimentos de “lavagem cerebral”, que são utilizados em eventos, e, se positivo, tem conhecimento de algum projeto de lei nos E.U.A. (ou em qualquer estado americano) para corrigir / impedir esta prática?

Tracy – Eu não tenho conhecimento de nenhuma lei específica, mas sei sobre tais práticas nos Estados Unidos, sobretudo no que se refere à Mary Kay Cosmetics:

Lavagem cerebral Mary Kay- parte 1

Lavagem cerebral Mary Kay – parte 2

Lavagem cerebral Mary Kay – parte3

IDD – Agradecemos muito a atenção e o fato de ter disponibilizado teu tempo para conceder-nos esta entrevista.

Tracy – Quando e no que puder ajudar, assim o farei.

.

Leia também:

.

Entrevista com o especialista em fraudes do MMN – Jon Taylor

Sofismas e falácias dos distribuidores de MMN

Herbalife, Agel Amway: MMN legítimo ou MMN pirâmide?

Herbalife: lavagem cerebral na prática – parte 1

Herbalife: lavagem cerebral na prática – parte 2

Um olhar psicanalítico acerca de grupos de distribuidores das empresas de marketing de rede e de fiéis de várias instituições religiosas

Algumas relações entre supervisores e distribuidores da Herbalife

Meu contato com Herbalife e MMN

Monavie: Os números de um bom negócio?

Teste para avaliar se uma empresa de MMN é ou não é pirâmide

Scripts para recrutar trouxas – parte 1

Scripts para recrutar trouxas – parte 2

Scripts para recrutar trouxas – parte 3

Scripts para recrutar trouxas – parte 4

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s