IoT – João Peres


IoT é sem dúvida uma das áreas mais férteis e promissora para habilitar a transformação digital, em todos os portes e seguimentos empresariais.

Erico Rocha

A gigante de telecom da China Huawei, em seu relatório “Global Connectivity Index (GCI)” prevê que o número de dispositivos IoT conectados alcançará 100 bilhões até 2025, que por sua vez vai demandar milhões de novos projetos para desenvolvimento de aplicativos e soluções.

Esses dispositivos e soluções possuem o potencial para redefinir a competitividade global, e garantir vantagens empresariais em praticamente todos os setores, com o desenvolvimento de novos projetos IoT, mais ativos, agrupado nas verticais; Cidades Inteligentes, Saúde, Rural, Indústrias, entre outras.

Por outro lado, a líder mundial de tecnologia Cisco, aponta em seus estudos apresentados no “IoTWF” 2017, que não obstante o crescimento exponencial de projetos de IoT, em torno de 60% das iniciativas não são finalizadas, pois, são interrompidas na fase de aprovação de conceito (PoC “Proof of Concept”) e apenas 26% (um quarto dos projetos) são considerados viáveis para serem concluídos. Da mesma forma, um terço de todos os projetos concluídos não se classificam como vitoriosos e rentáveis.

Para solver os problemas dos projetos de IoT, na procura do ROI (Return On Investment) é fundamental compreender e buscar soluções para grandes impasses inerentes a maturidade global das tecnologias e práticas no uso de IoT, que se enquadram em estabelecer previamente na fase de projeto; as estratégias da solução, as questões de segurança (física/lógica/cibernética…), a proteção de dados (em todos os dispositivos e redes) , a privacidade de dados sensíveis, a gestão e governança, entre outros pontos de fundamental importância.

Somente com a garantia do ROSI (Return on Security Investment), e um bom planejamento da gestão e governança da operação pós-implantação do projeto, será possível obter o ROI que alcance bons resultados nos diversos aspectos necessários para o sucesso empresarial.

Nesta palestra, João Peres abordará os pontos chaves sobre o desenvolvimento de projetos IoT bem-sucedidos, considerando como imprescindível a aplicação do axioma “Strategy, Security, Data Protection, Privacy, and Governance by Design”, tendo como fundamento a conclusão do estudo “Internet das Coisas: um plano de ação para o Brasil” (MCTIC/BNDES), em seu relatório 08 que trata da horizontal; “Regulatório, Segurança e Privacidade”, considerado tema “chave de sucesso” como habilitador para impulsionar a adoção e bons resultados de IoT no Brasil.

João Roberto Peres é Consultor na NEWKOMP e Professor na FGV, formado em Engenharia Elétrica e Ciência da Computação, e acumula cursos e certificações internacionais em
Segurança Empresarial.

Sua experiência inclui Multiespecialidade em Gerenciamento de Risco Corporativo, Planejamento Estratégico, Perícia Computacional, Direito Digital, IoT/IoE, Big Data & Analytics, entre outros.

Peres, é autor dos e-books “Manifesto-Direitos Globais de IoT”
e “IoT – Investigação Forense Digital”

É Coautor do Guia de Referência Segurança Corporativa – OAB-SP, Membro do Grupo de Estudos “Digital” da FIESP e também participou do estudo “Bytes de IoT – Internet das Coisas: um plano de ação para o Brasil” do BNDES e o MCTIC, entre outros.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s