Alguns fatos sobre Einstein


Quando você tenta associar a palavra inteligência a uma pessoa, tenho quase certeza que uns dos primeiros nomes que vem em sua cabeça seja Albert Einstein. Mesmo muitas pessoas não terem conhecido detalhes sobre o seu trabalho e a importância que ele tem no mundo da ciência, é difícil conhecer alguém que não conheça essa figura importante do século XX.

E se as pessoas pouco conhecem o seu trabalho, obviamente sabem menos ainda sobre a sua vida pessoal. E é exatamente isto que essa lista de fatos traz: Curiosidades que você talvez não sabia sobre a conturbada vida do gênio Albert Einstein. Veja a seguir:


1. Einstein nasceu dia 14 de março de 1879, na cidade alemã de Ulm, e hoje teria 137 anos se estivesse vivo

 


2. Quando Eistein nasceu, a parte de trás da sua cabeça era tão grande que sua família suspeitava que tinha algo de errado com ele. Porém, depois de algumas semanas, ela adquiriu um formato normal

 


3. Você com certeza já ouviu dizer que Einstein não era um bom aluno na escola, chegando a falhar em matemática. Pois é, nada disso é verdade e o físico até achou o fato engraçado ao ser apresentado a um desses artigos sensacionalistas enquanto ainda era vivo

 


4. A sua primeira filha foi Liersel Einstein, com a sua primeira esposa Mileve Maric (quando ainda não eram casados). Porém, a existência da criança só foi descoberta em 1980, quando uma carta de Einstein a Maric foi descoberta, onde o físico a cita perguntando sobre a sua saúde mental. Por isso, muitos creem que Liersen nasceu com algum distúrbio, e que Einstein e Maric planejavam deixá-la para adoção. A criança porém, morreu com 1 ano de idade

 


5. Quando Eistein se casou com Mileva, ele passou a ela algumas regras que ela devia seguir. 3 Refeições por dia, parar de falar quando solicitada e não esperar nenhuma intimidade eram alguns itens dessa lista

 



6. Quando Einstein ainda estava casado com Mileva, ele começou um caso com sua prima, Elsa. Depois de 7 anos, ele se divorciou e finalmente se casou com Elsa em 1919

 


7. Seu mais famoso trabalho, a Teoria da Relatividade, não lhe rendeu um Nobel. Por fim, ele ganhou o prêmio por “Serviços para a Física Teórica, e especialmente pela descoberta do efeito fotoelétrico”

 


8. No entanto, todo o dinheiro do prêmio foi para a poupança bancária de seus dois filhos, Hans e Eduard, por meio do acordo de divórcio feito pela sua primeira mulher

 


9. Einstein recusou a proposta de se tornar Presidente de Israel em 1952, dizendo “Eu estou profundamente emocionado com a proposta do Estado de Israel, e também envergonhado e triste por não poder aceitá-la, pois creio que me falta a experiência e aptidão para exercer as funções desse cargo.”

 


10. Ao invés de descobrir coisas por meio de cálculos, Einstein era adepto do que ele chamava de Gedankenexperiment, ou Experimento Mental. A prática constitui um raciocínio lógico sobre um experimento não realizável na prática mas cujas consequências podem ser exploradas pela imaginação

 



11. O cientista favorito de Einstein era Galileu Galilei

 


12. “Deus não joga dados com o universo” é uma das mais famosas frases de Einstein, porém é quase sempre mal interpretada, levando a algumas pessoas a crerem que ele era religioso. Na verdade, Einstein usou a palavra Deus apenas como uma metáfora

 


13. Enquanto lutava contra o racismo nos EUA, Einstein chamou a segregação racial de “doença das pessoas brancas”, em um discurso na Universidade de Lincoln em 1946

 


14. Einstein nunca teve um carro, e consequentemente, nunca aprendeu a dirigir um

 


15. Stuart Freeborn, artista que criou o boneco do Yoda, disse que se baseou no cientista para modelar o personagem, e adicionou os fios despenteados de Einstein para criar um ar de inteligência e sabedoria no personagem

 



16. Em 17 de abril de 1955, Einstein sofreu um aneurisma da aorta abdominal, que resultou em um sangramento interno. Quando apresentado a possibilidade de cirurgia, ele disse “Eu quero ir quando eu quiser. É sem graça prolongar a vida artificialmente. Eu cumpri minha cota, já é hora de ir. Então irei elegantemente”

 


17. Na manhã seguinte, Einstein morreu, e seu cérebro acabou sendo roubado. Dr. Thomas Stolz Harvey conduziu a autopsia, mesmo sem nenhuma autorização por escrito. Ele removeu o cérebro de Einstein, indo contra os últimos desejos dele de ser cremado com seu cérebro intacto

 


18. O médico que roubou o cérebro acabou por também roubar seus olhos, e ele os deu para o oftalmologista de Einstein, Henry Abrams. Eles ainda estão em um cofre em Nova Iorque até os dias de hoje

 


19. Apesar de seu sucesso no campo da ciência, ela não era sua maior paixão. Einstein nunca viajava sem seu violino e uma vez disse “A vida sem tocar música é inconcebível por mim. Todos meus pensamentos são carregados por música. Eu vejo minha vida em termos de música. As maiores alegrias da minha vida são por meio da música.”

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s