O que é Nirvana? Entenda o conceito budista


O Nirvana é um conceito básico da doutrina budista e significa um estado de iluminação. Conheça mais sobre a filosofia que se dedica à evolução espiritual

Por Erika Alfaro – 27/07/2016
buda, meninos monge ajoelhados

FOTO: Shutterstock Images

Imagine uma filosofia de vida, um sistema ético e uma tradição religiosa que ensine que felicidade e paz são elementos que encontramos dentro de nós mesmos, e não nas coisas materiais. Essa ideologia ainda diz que, para viver bem, é necessário amor e compaixão e, diferente de qualquer religião que existe, não se preocupa em definir conceitos como céu, inferno ou deus. Achou interessante? Trata-se do Budismo.

pessoa monge sozinho sentado montanha pássaros noite

FOTO: Shutterstock Images

A filosofia dedica-se à evolução espiritual das pessoas, condicionando a mente para que elas encontrem paz, serenidade e alegria. O Budismo se baseia na ideia de que a existência humana é um ciclo interminável de morte e renascimento, existindo ligação entre as do passado e do presente. Assim, o que a pessoa faz em uma vida será considerado na próxima, ideia básica do carma. Em contraponto, temos o Nirvana. Que tal conhecer mais sobre esse conceito tão importante para o Budismo?

Nirvana

O termo “Nirvana” tem origem na expressão em sânscrito nibbana, que quer dizer “apagar”, “extinguir” ou “cessar o sofrimento”. Conceito básico da doutrina budista, esse é um estado de iluminação e de elevação espiritual no qual existe a renúncia de todos os aspectos mundanos. Ele pode ser obtido por meio da meditação e dos ensinamentos da filosofia.

buda meninos monge ajoelhados nirvana

FOTO: Shutterstock Images

Entretanto, segundo Daniel Calmanowitz, monge do Centro de Dharma da Paz, o Nirvana ainda não é o estado de Buda. “Mas, quem atinge o Nirvana chega a um estado além do sofrimento, não estando mais atrelado ao ciclo de morte e renascimento”, finaliza.

SAIBA MAIS

Confira 5 frases inspiradoras de Buda

Conheça a história de Buda

Meditação: conheça as 5 representações de Buda

Texto: Érika Alfaro

Consultoria:  Daniel Calmanowitz, monge do Centro de Dharma da Paz

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: