Kanban


Os japoneses e suas técnicas milenares inspiraram o KanBan. Nos anos 60, a fábrica da montadora Toyota passava por um momento crítico, com falta de recursos e diante de um grande desafio: como se modernizar para acompanhar as mudanças do mercado?

Ela teve que mudar sua metodologia de gestão.

Era preciso agir rápido e urgentemente para criar um novo sistema de gestão.

Inspirados pelo livro Today and Tomorrow, de Henry Ford, os gestores da Toyota desenvolveram duas metodologias.

Uma foi o JIT (Just In time), um sistema de administração da produção que determina que tudo deve ser produzido, transportado ou comprado na hora exata.

O outro foi justamente o Kanban, que nasceu inspirado no sistema de organização e funcionamento dos supermercados americanos, ao recolocar mercadorias nas prateleiras a partir do momento em que elas eram vendidas.

O termo significa “tabuleiro”, e o sistema propõe a utilização de cartões (os famosos post-its ou até hoje em dia cards em uma visualização online) em um quadro para indicar e acompanhar, de maneira visual, prática e utilizando poucos recursos, o andamento dos fluxos de produção nas empresas.

UM EXEMPLO SEMPRE AJUDA

Imagine que você instale, na sua empresa, um grande quadro dividido ao meio. Em um lado, ficam as tarefas que precisam ser executadas o que pode ser chamado de “Backlog”. E, no o outro, as etapas de execução (“em andamento” e “entregue”). Os nomes é você que escolhe de acordo com seus processos internos.

De acordo com o kanban, conforme as tarefas são desempenhadas, o cartão ou o post-it é colocado no campo correspondente ao status da tarefa. Simples, não é? Você provavelmente já pratica o kanban sem saber.

E FUNCIONA MESMO?

Na Toyota em dificuldade, a visualidade do Kanban facilitou muito o trabalho das equipes de produção e montagem.

Porque o sistema melhorou a comunicação entre os colaboradores, bem como o entendimento de quais peças precisavam ser repostas e quando. A padronização também foi auxiliada pelo sistema, assim como a redução de desperdícios.

“Mas isso foi nos anos 60”, você pode dizer. De fato, eram outros tempos. Hoje, temos uma infinidade de ferramentas muito mais modernas, até mesmo as adaptações do Kanban para as plataformas online. Mas a necessidade da gestão à vista é um mantra em muitas empresas.

Porque, uma vez que a gestão à vista é um modelo que possibilita que os principais itens de controle estejam ao alcance de toda a equipe, o Kanban propicia exatamente isso.

Assim, é fundamental que todo o time esteja completamente inteirado sobre os andamentos dos projetos. E o kanban pode ser uma ótima forma de se obter isso visualmente. Para saber mais sobre a metodologia ágil, leia este artigo aqui do blog.

E POR QUE O KANBAN FUNCIONA?

Porque, quando seu time acompanha os processos visualmente, fica mais fácil organizar e limitar a quantidade de tarefas – e, com isso, priorizar atividades. Outra grande vantagem é que o sistema torna mais fácil a circulação de informações, contribuindo assim para um ambiente mais colaborativo na sua empresa.

Ao adotar o kanban, você vai constatar que ficará fácil detectar problemas escondidos, atrasos e falhas. Ou seja, trata-se de uma ferramenta que também ajuda a encontrar soluções mais eficientes para melhorar seus processos.

No curso Ferramentas Ágeis e Transformação Digital, você aprende como aplicar o Kanban e como colher resultados promissores utilizando essa metodologia.

– See more at: https://aprendeai.com/serie-metodos-ageis-o-que-e-o-kanban#sthash.NqQKm6x6.dpuf

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s