Cisto Aracnóide


Cisto aracnóide é uma cavidade que se forma entre as membranas que recobrem o cérebro e a medula espinhal. Tem origem congênita, isto é, a pessoa nasce com ele.

Quando o cisto é pequeno e não comprime nenhuma estrutura importante do cérebro ou medula, geralmente a pessoa não tem sintomas. Mas se o cisto for grande o bastante para comprimir o cérebro, a medula ou causar alguma obstrução no caminho por onde passa o líquor do nosso cérebro, o paciente pode sentir desde dores de cabeça, tontura, alteração da visão, perda de força…

Ressonância magnética de crânio que mostra um cisto colóide no quarto ventrículo, causando obstrução da passagem de líquor dentro do cérebro e consequente acúmulo de líquor nos ventrículos (hidrocefalia).

Cistos Intracranianos

Um cisto cerebral pode ter várias origens, na maioria das vezes são lesões benignas que não causam qualquer sintoma ao paciente, porém tumores cerebrais também podem se apresentar como cistos. Dependendo da localização e do tamanho da lesão os pacientes podem apresentar os mais diversos sintomas.

Ressonância magnética de crânio de uma criança com grande cisto aracnóide (seta vermelha), com compressão do cerebelo e do tronco cerebral. Note membrana que envolve o cisto (seta azul).

Um exame do mesmo paciente acima, mostrando um cisto dentro do espaço por onde circula o líquor, com obstrução e dilatação dos demais ventrículos cerebrais.

Nas imagens acima e abaixo vemos um grande cisto aracnóide de fossa média que causa compressão do cérebro deste lado e o “empurra” para o outro lado.

Ressonância que mostra o cérebro visto de frente (visão coronal), em que podemos ver o cisto (seta vermelha) e a dilatação dos ventriculos cerebrais (seta amarela).

Tanto os cistos aracnóides quanto os cistos colóides podem ser operados por endoscopia, que consiste na colocação de uma câmera da espessura de uma caneta dentro do crânio por um pequeno orifício. Pode-se assim realizar a abertura do cisto aracnóide, a retirada de cistos colóides ou a abertura de outras vias liquóricas para restabelecer o fluxo adequado de líquor dentro do cérebro.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s