Contabilidade de Custos / Aula 4 – Fluxo dos Custos de Produção — Estoque de materiais, Estoques de Produtos em elaboração e Estoques de produtos acabados


  • Introdução

    Olá, nesta aula, você irá reconhecer o método de custeamento conhecido como Sistema de Custeio por Absorção, no qual consiste na metodologia para alocar custos aos produtos, cada sistema de custeio possui uma metodologia diferente, caracterizando-os.

    Para tanto, você irá compreender o fluxo dos custos utilizando o método de custeamento por absorção aplicado quer seja em uma Empresa industrial, comercial ou prestadora de serviço, destacando a influência dos critérios de rateios dos custos indiretos no custo de produção.

  • Objetivos

    Compreender o fluxo dos custos em uma empresa industrial, comercial e de serviço;

    Analisar a influência dos critérios de rateios dos custos indiretos de produção;

    Reconhecer o Sistema de Custeio por Absorção.

  • Créditos

    Aderbal Torres

    Redator

    Carolina Burgos

    Designer Instrucional

    Pedro Magalhães

    Web Designer

    Rostan Luiz

    Desenvolvedor

Custeio por Absorção

De acordo com Martins (2010) o Custeio por Absorção é:

O método derivado da aplicação dos Princípios da Contabilidade geralmente aceitos. Consiste na apropriação de todos os custos de produção aos bens elaborados, e só os de produção; todos os gastos relativos ao esforço de produção são distribuídos para todos os produtos ou serviços realizados.

A regra no custeio por absorção é: apropriar todos os custos de produção (sejam eles fixo, variáveis, diretos ou indiretos), e somente estes aos produtos. Ou seja, tudo que for classificado como custo fará parte do custo da produção, portanto não inclui as despesas (ou os gastos relativos para obtenção de receitas).

Apresentamos a seguir o custeio de absorção para empresas de manufatura:

Fluxo de custeio de absorção para empresas de manufatura.
Figura 1: Custeio por Absorção- Empresa Industrial – Fonte: (Adaptado de MARTINS, 2010)

 Conforme a figura acima, nas empresas de manufatura (produção), elas compram materiais e componentes e os convertem em produtos acabados.

Os estoques em empresas industriais, tipicamente, têm um ou mais dos seguintes:

  • ESTOQUE DE MATERIAIS DIRETOS

    Compreende os materiais destinados ao processo de fabricação (matérias-primas, materiais secundários, materiais auxiliares e materiais de embalagem), destinados à venda (mercadorias) e destinados ao consumo (materiais de informática, de expediente ou escritório, de higiene e limpeza, de manutenção etc.);

  • ESTOQUE DE PRODUTOS EM PROCESSO (EM ELABORAÇÃO)

    Compreende os produtos cuja sua fabricação iniciou, em um determinado período, porém não foram finalizados.

  • ESTOQUE DE PRODUTOS ACABADOS (FINALIZADOS)

    Compreende os produtos fabricados pela empresa industrial.

O sistema de custeio por absorção considera, na apuração do CPV, todos os custos de produção: Diretos e Indiretos, Fixos e Variáveis. Assim, os custos fixos e variáveis são estocados e lançados ao resultado apenas quando da venda dos produtos correspondentes. As despesas serão registradas pela Contabilidade Financeira e serão evidenciadas na DRE.

Portanto, quando da apuração do CPV serão apropriados aos produtos: MP, MOD devidamente utilizada na produção e todos os CIF.

O custeio por absorção obedece ao regime de competência do exercício e é aceito pela legislação do imposto de renda, já que, os custos de produção (apropriados aos produtos) só serão transferidos para o resultado quando estes produtos forem vendidos.

Apresentamos a seguir o custeio de absorção para empresas comerciais:

Fluxo de custeio de absorção para empresas comerciais. Balanço Patrimonial Custos Inventariáveis Compra de mercadorias Estoque Demonstração do resultado Receita menos Custos das Mercadorias Vendidos (CMV) = Margem bruta menos Despesas igual Lucro Operacional
Figura 2: Custeio por Absorção — Empresas Comerciais – Fonte: (Adaptado de MARTINS, 2010)

Já as empresas comerciais compram e então vendem produtos tangíveis sem modificar suas formas básicas.

Empresas comerciais mantêm apenas um tipo de estoque, o produto em sua forma original de compra, ou seja, estoque de produtos acabados, mas a expressão utilizada no comércio é Estoque de Mercadorias.

Vale lembrar que, no comércio, o Custo das Mercadorias Vendidas (CMV) é encontrado conforme, a saber;

  Custo da Mercadoria vendida (CMV) = Estoque Inicial (Ei) + Compras (Co)- Estoque Final (Ef)

Apresentamos a seguir o custeio de absorção para empresas prestadoras de serviços.

Fluxo de custeio de absorção para empresas prestadoras de serviços Despesas Demonstração de Resultados Receita menos Custo Serviços Prestados igual Lucro Bruto menos Despesas igual Lucro Operacional Custos Prestação de Serviços Demonstração de Resultados Receita menos Custo Serviços Prestados igual Lucro Bruto menos Despesas igual Lucro Operacional
Figura 3: Custeio por Absorção — Empresas Prestadoras de Serviços- Fonte: (Adaptado de MARTINS, 2010)

As empresas prestadoras de serviços fornecem serviços ou produtos intangíveis para seus clientes. A mão de obra é a categoria mais significativa.

O registro dos encargos financeiros é tratado, na Contabilidade, como despesas e não como custo. Os encargos financeiros não são custos de produção, mesmo que facilmente identificados com financiamentos para aquisição de matérias-primas ou outros fatores de produção. Assim, são gastos de falta de capital próprio e não gastos de produção (custos).

Segundo Martins (2010) a separação dos custos e despesas é fácil, na teoria, pois os gastos relativos ao processo produtivo são custos; e os relativos à administração, às vendas e aos financiamentos são despesas.

Mas, na prática, surgem problemas pelo fato de não ser possível a separação de forma clara e objetiva. Assim, será necessário ratear parte do gasto para a despesa e parte para o custo, rateio esse arbitrário, pela dificuldade prática de uma divisão.

Sistema de Custeio por Absorção e o problema da alocação dos custos indiretos — rateio.
Figura 4: Sistema de Custeio por Absorção e o problema da alocação dos custos indiretos — rateio. – Fonte: (Adaptado de MARTINS, 2010)

Análise dos critérios de rateio dos custos indiretos

A apropriação dos custos indiretos é feita de forma indireta aos produtos, isto é, mediante estimativas, critérios de rateio, previsão de comportamento dos custos etc.

Essas formas têm maior ou menor grau de subjetividade, devido à arbitrariedade que existe nessas alocações.

Para uma devida alocação dos Custos Indiretos de Produção é necessário proceder a uma análise de seus componentes e verificação de quais critérios melhor relacionarem esses custos com os produtos.

Critérios bons, em uma empresa, podem não ser em outras em virtude das características especiais do próprio processo de produção. É absolutamente necessário que as pessoas responsáveis pela escolha dos critérios de rateio conheçam bem o processo produtivo da empresa.

Quando alteramos o critério de rateio adotado, poderemos provocar mudanças no valor apontado como custo de um produto, sem que de fato nenhuma outra modificação tenha ocorrido no processo de produção.

Seguindo o raciocínio de Ribeiro (2013):

A empresa deve levar em consideração a relação custo-benefício no momento de decidir sobre a escolha da base de rateio a ser utilizada para evitar cálculos e detalhes desnecessários, uma vez que são inúmeras as bases de rateio que podem ser adotadas.

Os critérios de rateio adotados devem estar nas notas explicativas e quando houver mudanças, nesses critérios, deverá constatar também nas notas explicativas com a justificativa da mudança de critério.

A mudança de critério é permitida, porém deve-se manter um padrão para não ferir convenção contábil da Consistência. A Consistência é de extrema importância para avaliação homogênea dos estoques em períodos subsequentes, de forma a não artificializar resultados.

Vamos fazer um exemplo de rateio dos custos indiretos:

A Padaria Paladar produz dois tipos de produto, pão francês e bolo de fubá, cujo volume de produção e de vendas e custos Indiretos de Fabricação (CIF) totalizam:

Pão Francês Bolo de Fubá
Produção (un.) 4.000 1.000
Venda (un.) 4.000 1.000
CIF ($) 2.000

Em determinado período, foram registrados os seguintes custos diretos por unidade (em $/un.):

Custos Diretos Pão Francês Bolo de Fubá
Mão de obra direta $ 0,75/un. $ 1,75/un.
Matéria-prima $0,05/un. $1,50/un.

Com base nos dados anteriores, pede-se calcular o valor dos Custos Indiretos de Produção (CIF) de cada produto, utilizando dois critérios de rateio:

a) o custo da MOD como base de rateio
b) o custo da matéria-prima como base de rateio

Resolução:
O custo da MOD como base de rateio

Produtos MOD (unitária) Volume de Produção MOD total % CIF
Pão Francês 0,75 4.000 3.000 63% 1.263
Bolo de Fubá 1,75 1.000 1.750 37% 737
4.750 100% 2.000

O custo da matéria-prima como base de rateio:

Produtos MP (unitária) Volume de Produção MP total % CIF
Pão Francês 0,05 4.000 200 12% 235
Bolo de Fubá 1,5 1.000 1.500 88% 1.765
1.700 100% 2.000

Perceba que o uso da MOD como critério de rateio mostra que o Pão Frances é o produto de maior custo; mas quando utilizamos a Matéria-Prima como critério de rateio, o Bolo de Fubá torna-se o produto de maior custo.

Estes resultados evidenciam que o uso subjetivo do critério de rateio pode levar a empresa a gerar informações diferentes, as quais podem influenciar certas tomadas de decisão.

Atividades

Questão 1: Ao final de 19X4, havia 20 unidades do produto X, no estoque de produtos acabados, com custos de $20.000,00. Em 19X5, foram fabricadas mais 800 unidades desse produto e vendidas 810 unidades, a $1.100,00 cada uma. Nesse ano, os custos totalizaram $800.000,00 e as despesas 50.000,00.

Determine:

a) O custo dos produtos vendidos;
b) O custo do saldo do estoque de produtos acabados;
c) O lucro obtido em 19X5.

Corrigir

Questão 2: Uma empresa inicia suas atividades em 01/01/X9. Nesse mês, ocorreu o seguinte:

Compra de matéria-prima = $ 30.000,00
Aluguel de fábrica = $ 10.000,00
Mão de obra da fábrica = $ 20.000,00
Despesas administrativas = $ 30.000,00
Despesas de vendas = $ 20.000,00
Custos diversos = $ 15.000,00
Consumo de matéria-prima = $ 25.000,00

Foram fabricadas 100 unidades do produto X e vendidas 80 unidades desse produto a $1.625,00 cada uma.

Determine:

a) O custo dos produtos vendidos;
b) O custo do saldo do estoque de produtos acabados;
c) O Lucro operacional (para isso, elabore a DRE).

Corrigir

Exercícios

Questão 1: No mês de março, a empresa Piteco Ltda. teve os seguintes custos:

Matéria-prima = 15.000,00
MOD = 20.000,00
Energia elétrica = 2.000,00
Aluguel do prédio = 7.000,00
Telefone (assinatura) = 500,00
Depreciação dos equipamentos = 1.500,00

Nesse período, a empresa fabricou 20 unidades do produto Z. Determine:

a) O custo unitário do produto Z;
b) O custo unitário de Z caso a empresa tivesse fabricado 25 unidades.

Corrigir

Questão 2: A empresa Fabricante S/A produz os itens Alfa, Beta e Delta. O custo a ratear entre os três produtos totaliza R$36.000,00. O rateio é baseado nas horas-máquinas (HM) trabalhadas para cada um deles. O consumo de 120, 240 e 360 HM para cada tipo de produto, respectiva, foi concluída a produção de 300 unidades, em quantidades rigorosamente iguais de Alfa, Beta e Delta.

O custo direto unitário também foi o mesmo para cada produto: R$250,00. Com base nessas informações, pode-se afirmar que:

O custo unitário de Delta foi de R$ 250,00

O custo unitário da Alfa foi de R$ 310,00

O custo unitário de cada um dos três produtos foi de R$ 370,00

O custo unitário de Beta foi de R$ 430,00

O custo total do período foi de R$ 36.000,00

Corrigir

Questão 3: Uma empresa, para fabricar 1.000 unidades mensais de um determinado produto, realiza os seguintes gastos:

Matéria-prima R$ 400.000,00
Mão de obra direta R$ 300.000,00
Mão de obra indireta R$ 100.000,00
Custos fixos: R$ 200.000,00

Se a empresa produzir 1.200 unidades desse produto, por mês com as mesmas instalações e com a mesma mão de obra, o custo por unidade produzida corresponderá a:

Corrigir

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s