O sentido da Lei do Dar e Receber


Agora você pode ouvir todos os artigos da Academia do Aprendiz através do player abaixo.

Deus preparou inesgotáveis tesouros para vós e vo-los deu de antemão, porém, de acordo com as leis da manifestação, é preciso que, pelo vosso pensamento, deis à substância cósmica a forma que vos convém: dinheiro, saúde, etc.
Pela afirmação e a prece, fazeis que a substância universal receba a forma necessária para a realização de vosso pedido.
Não deveis vos enciumar pela prosperidade dos outros, porque esse sentimento é um obstáculo muito grande para o bem-estar.
Pelo contrário, quanto mais pedirdes a Deus para beneficiar os outros, mais sereis favorecido.
Existe uma lei do dar e receber, a qual deveis observar para poderdes receber abundantemente de Deus. Essa é uma lei mental cuja aplicação é indispensável para adquirirdes a verdadeira prosperidade.
A mais simples expressão dessa lei foi apresentada por Jesus da forma seguinte: – “Dai e vos será dado.”
Emerson a descreve da forma seguinte: – “A polaridade, ou ação e a reação, se encontram em todas as partes da natureza; na obscuridade e na luz; no calor e no frio; no fluxo e no refluxo das águas; no masculino e no feminino; na inspiração e na expiração das plantas e dos animais, na sístole e a diástole do coração; na ondulação dos fluidos e do som.”
Se a lei do dar e receber não se manifestar perfeitamente na vossa existência e vos parecer que dais muito e recebeis pouco, não procureis o motivo disso nas pessoas que recebem de vós.
Com efeito, a causa de não receberdes compensadoramente pode estar em não dardes liberal e abundantemente e ao mesmo tempo que sem o sentimento de contrariedade ou de que vos fará falta. A vossa dádiva só é válida quando é feita com prazer e alegria e com o sentimento de que possuis muito mais.
Quando se trata de serviços prestados a outrem ou de esforços em benefício de alguém, deveis dar de coração aquilo que melhor tiverdes, não pensando na retribuição.
Quando os vossos esforços na vida não são convenientemente compensados, facilmente podereis atribuir a causa aos outros, porém, a causa está inteiramente em vós mesmo.
Se obedecerdes sincera e conscienciosamente à lei, ela agirá em vosso favor e recebereis abundantemente pelo que derdes de vossa parte.
Se vos parecer que a lei não está agindo em vosso favor, deveis procurar em vós mesmo o motivo dessa aparente variação da lei, porque ela é absolutamente invariável e não tem exceção.
Entretanto, não deveis julgar que a compensação deva vir da parte de quem recebeu de vós, pois quase sempre ela dará uma grande volta antes de vir ao vosso encontro, porém virá acrescida de grandes juros.
Nunca deveis vos lastimar porque recebestes alguma ingratidão da parte daqueles que beneficiastes, mas sim dar liberalmente, confiando sempre na ação da grande lei e vereis que, no devido tempo, tudo quanto destes vos virá com grande acréscimo.
Se fizerdes uma dádiva com qualquer reserva mental, ela não vos trará retribuição, porque não foi feita com os melhores sentimentos.
Todas as vossas dádivas e auxílios só poderão ser compensadores, quando feitos de coração e desinteressadamente.
Com a mesma liberalidade que dais aos outros, deveis esperar receber do Universal.
O homem comum faz alguma coisa para os outros e, em seguida, espera a compensação e fixa a sua atenção de tal forma nesse ponto que fecha todos os outros caminhos ao seu suprimento e, às vezes, até esse mesmo.
Queixa-se, então, de sua “má sorte” ou procura meios de obter pela “justiça” da terra a compensação que lhe é devida.
Porém, isso não o satisfaz e um dia chegará a compreender que o único meio para chegar à prosperidade é aplicar as leis espirituais que regem a manifestação perfeita das coisas.

Do livro Alegria e Triunfo, de Lourenço Prado

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s