Paquistão suspende moratória da pena de morte para terrorismo


Decisão ocorre um dia após ataque talibã contra escola com 140 mortos.
Pena de morte não era aplicada no país desde 2008.

Da France Presse

O governo do Paquistão suspendeu a moratória da pena de morte em casos de “terrorismo”, anunciou nesta quarta-feira (17) o gabinete do primeiro-ministro Nawaz Sharif, um dia depois de um ataque talibã que matou mais de 140 pessoas em uma escola, em sua maioria crianças.

O ataque contra a escola administrada pelo exército em Peshawar (noroeste do país) foi o atentado mais violento da história do Paquistão e provocou uma onda de indignação entre a população.

“O primeiro-ministro aprovou a abolição da moratória da execução da pena de morte em casos relacionados com o terrorismo”, afirmou um funcionário do gabinete de Sharif.

No Paquistão, as condenações à morte são relativamente frequentes, mas a pena deixou de ser aplicada em 2008, com exceção do caso de um soldado condenado em 2012 por um tribunal militar.

A Anistia Internacional calcula que mais de 8.000 pessoas estão no corredor da morte no Paquistão.

Feridos são retirados de escola que foi atacada pelo Talibã no Paquistão. Pelo menos 126 pessoas, a maioria crianças e adolescentes, foram mortos em ataque contra escola para filhos de militares em Peshawar, principal cidade do noroeste do país (Foto: Mohammad Sajjad/AP)Feridos são retirados de escola que foi atacada pelo Talibã no Paquistão (Foto: Mohammad Sajjad/AP)
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s