HOMAIR – HOMA-IR


  • Código: HOMAIR
  • Material: soro
  • Sinônimo: ÍNDICE DE HOMA – IR
  • Volume: 1,0 mL
  • Método: Quimioluminescência
  • Volume Lab.: 1,0 mL
  • Rotina: Diária
  • Resultado: 24 horas
  • Temperatura: Refrigerado
  • Coleta: Jejum necessário de 8 horas. Para crianças, ficam estabelecidos os seguintes intervalos de jejum: Menores de 1 ano: Intervalo entre as mamadas (jejum de 3 horas); Crianças de 1 a 4 anos: 6 horas de jejum; Crianças a partir de 5 anos: Igual critério para adultos. Deve ser sempre acompanhada de determinação de glicemia. Se o exame não for realizado no mesmo dia congelar a amostra. Hemólise pode interferir assim como presença de anticorpos anti insulina em diabéticos insulino dependentes ou em pacientes que já fizeram uso de insulina.
  • Código SUS:
  • Código CBHPM: 5.03.00.90-0

INTERPRETAÇÃO

  • HOMA-beta é o método mais utilizado para estimar a secreção de insulina, através da estimativa da função da beta-célula a partir dos valores de insulina e da glicemia em jejum, que refletem o balanço entre a produção hepática de glicose e a secreção de insulina. Segundo o método, essa relação è mantida por um mecanismo de retroalimentação (feedback) entre o fígado e as células beta. O método original usa a equação:HOMA-beta (%) = 20 X (FPI) / (FPG-3,5), onde FPI è a insulinemia em jejum (mU/l), a FPG á a glicemia em jejum em mmol/l. O HOmA-IR É um modelo matemático que se correlaciona bem com a resistência insulínica hepática. É calculado pela fórmula: Insulina de jejum em betaU/mL × glicose de jejum em mg/dL) / 415 O cálculo fornece valores de resistência e secreção como porcentagem da população de referência. Indicação: Estimativa da secreção e da resistência insuínica Interpretação clínica: No diabetes mellitus tipo 2 a função beta-celular está reduzida em 50% no momento do diagnóstico. Estima-se que esta perda de função tenha início 10-12 anos antes Sugestão de leitura complementar: Astiarraga BD, Muscelli e, Venco S. Avaliação da secreção de insulina. In: Vencio S, Fontes R, Scharf M. Manual de Exames Laboratoriais na Prática do Endocrinologista, anexo doenças osteometabólicas. 1 Ed, Rio de Janeiro, Gen 2013. Muscelli, Astiarraga BD, Alecrim HM, Venco S. In: Vencio S, Fontes R, Scharf M. Manual de Exames Laboratoriais na Prática do Endocrinologista, anexo doenças osteometabólicas. 1 Ed, Rio de Janeiro, Gen 2013.

REFERÊNCIA

  • Insulina:
  • 2,6 a 24,9 uUI/mL
  • É considerado como resistência Insulínica se:
  • HOMA-IR > 4,65 ou
  • HOMA-IR >3,60 e índice de massa corporal > 27,5
  • kg/m2.
  • Estes critérios apresentam uma sensibilidade de
  • 77% e especificidade de 88,4%.
  • Referência:
  • STERN,S. E. et al. Idetenfication of individuals
  • with insulin resistence using routine clinical
  • measurement . Diabetes 54, 333 – 339 (2005).
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s