Como funcionam e para que servem as unidades Optane da Intel


Tecnologia Optane, da Intel, combina qualidades de SSD e RAM DDR para futuramente, ser a substituta.


Por Filipe Garrett, para o TechTudo

 

Intel Optane é uma nova tecnologia da Intel criada para substituir os SSDs atuais e até mesmo as memórias RAM do tipo DDR no futuro. Atualmente, entretanto, as aplicações dessa tecnologia são mais modestas e se limitam a um tipo de memória extra que, instalada no seu computador, faz com que um PC limitado pela baixa velocidade de um disco rígido, atinja desempenho comparável ao de um computador com um SSD.

A seguir, você vai entender melhor como os Optane atuais funcionam, saber se esse investimento faz sentido e ter ideia de para onde a Intel pretende ir com a tecnologia no futuro.

No momento, as unidades Intel Optane consistem em aceleradores de cache de 16 e 32 GB (Foto: Divulgação/Intel)No momento, as unidades Intel Optane consistem em aceleradores de cache de 16 e 32 GB (Foto: Divulgação/Intel)

No momento, as unidades Intel Optane consistem em aceleradores de cache de 16 e 32 GB (Foto: Divulgação/Intel)

Intel Optane são SSDs?

Uma das primeiras confusões a respeito dos Optane da Intel disponíveis atualmente está em associá-los com SSDs comuns. Na verdade, a Intel tem a intenção de lançar no futuro SSDs com grandes quantidades de espaço criados a partir da tecnologia 3DXpoint, que é a base dos produtos Optane.

Mas, no momento, o que existe é um tipo de acelerador de cache Optane. Na pratica, as unidades que a Intel comercializa no momento, de 16 e 32 GB, servem como um cache de alta velocidade para o seu computador. O resultado é que elas fazem com que uma máquina que use apenas disco rígido convencional atinja velocidades equiparáveis a de um computador equipado com SSDs.

No resumo: um Intel Optane, atualmente, pode ser encontrado com 16 e 32 GB e se destina a fazer com que computadores que usam discos rígidos, tenha desempenho similar ao de uma máquina com SSDs.

Aplicativo do TechTudo: receba as melhores dicas e últimas notícias no seu celular

E as memórias Optane?

Memórias Optane da Intel devem chegar ao mercado em 2018 (Foto: Divulgação/Intel)Memórias Optane da Intel devem chegar ao mercado em 2018 (Foto: Divulgação/Intel)

Memórias Optane da Intel devem chegar ao mercado em 2018 (Foto: Divulgação/Intel)

A tecnologia Optane pode ser resumida, basicamente, como uma união de RAM e SSD: por um lado, você ganha o acesso de leitura e escrita rápidas das memórias RAM e, por outro, a persistência de dados dos SSDs: as informações continuam gravadas na unidade, mesmo depois que o comutador é desligado.

Em 2018, a Intel pretende lançar memórias “RAM” usando a tecnologia Optane num esforço de substituir os padrões DDR atuais.

Problemas de compatibilidade

Para usar um Optane no seu PC, você precisa ter uma placa-mãe compatível e usar processadores de sétima geração da Intel (Foto: Divulgação/Intel)Para usar um Optane no seu PC, você precisa ter uma placa-mãe compatível e usar processadores de sétima geração da Intel (Foto: Divulgação/Intel)

Para usar um Optane no seu PC, você precisa ter uma placa-mãe compatível e usar processadores de sétima geração da Intel (Foto: Divulgação/Intel)

Como vimos anteriormente, as unidades Optane disponíveis no momento são apenas aceleradores de cache, que pode fazer um PC doméstico comum atingir velocidades de leitura e escrita de dados muito maiores. Nas contas da Intel, por exemplo, um PC equipado com uma unidade Optane pode desempenhar o processo de carregamento de um jogo até 67% mais rápido do que a mesma configuração, se Optane.

Mas, por se tratar de uma tecnologia muito recente e de um padrão tecnológico novo, há uma série de limitações de compatibilidade. Para usar uma unidade Optane, o seu computador precisa de: um chipset da Intel da série 200, processador de sétima geração, BIOS que suporte a versão mais recente do Intel Rapid Storage, além de uma porta M.2 na placa-mãe, que suporte as velocidades de transferência exigidas pela tecnologia.

Diante disso tudo, a melhor forma de garantir compatibilidade do seu sistema com a tecnologia é: certificar-se de que o seu modelo de placa-mãe suporta os Optane e usar processador de sétima geração da Intel.

Intel Optane vale a pena?

No Brasil, uma unidade de 16 GB do Intel Optane pode ser encontrada na faixa dos R$ 350. O preço é relativamente baixo, tendo-se em vista o custo de HDs de alta capacidade, SSDs e mesmo pentes de memória RAM de alta velocidade e capacidade. Em geral, do ponto de vista da performance, o investimento vale à pena, especialmente se seu computador usa um ou mais discos rígidos.

Como formatar o PC com HD e SSD? Comente no Fórum do TechTudo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s