COMO TIRAR MUDA DE BABOSA


Aloe vera é a planta medicinal mais usada no planeta. As pessoas vem cultivando a planta de Aloe vera por milhares de anos. Uma planta fácil de cuidar e muito resistente. O gel que se encontra no interior das folhas tem maravilhosos benefícios em queimaduras , picada de insetos, cortes, feridas, pele rachada, dores musculares e também é muito usado em cosmética na elaboração de shampoos, cremes faciais e corporais, antirrugas, desodorantes e muitas outras utilidades.

Com tantos benefícios e sua fabulosa folhagem rechonchuda, macia e brilhante faz desta planta ideal para acrescentar no jardim ou dentro da sua casa.

Aqui te damos todas as dicas de como tirar uma muda desta planta que se reproduz com grande facilidade.

Para saber exatamente o que essa planta necessita , veja aqui a ficha técnica desta panta,.

1 â–º Identificar a muda. Essa planta bebê nasce justa-

mente na raiz e vai crescendo ao redor da planta mãe.

Quando essa planta bebê estiver de um tamanho suficien-

te (uns 4 dedos de altura) podemos remove-lo do sistema

radicular da planta mãe. Como regra geral o tamanho do fi-

lhote deve ser de pelo menos um quinto do tamanho da

planta mãe ou que tenha pelo menos 3 folhas para que

possa sobreviver e enraizar com sucesso.

 

2 â–º Separar a planta filhote da planta mãe. Uma tarefa

fácil que com um par de ferramentas e um pouco de suavi-dade se pode realizar perfeitamente.Uma vez que o filhote

esta no tamanho ideal, retirar a sujeira que esta ao redor

da base do filhote. Observe a área e decida onde seria

o local certo para cortar e remover o filhote. Quando

retirar a muda, esta deve ter um sistema radicular comple-

ta. Use uma faca afiada e limpa e separe o filhote de Aloe

vera da planta mãe.

 

3 â–º Plantar. A estas mudas vamos deixar cicatrizar

as feridas do corte durante uma semana, sobre a terrae sem exposição ao sol, e depois deste tempo podemos

plantar em vasos individuais ou no jardim. Também po-

demos plantar diretamente em terra seca deixando re-

pousar por uma semana e só depois  deste tempo co-

locamos água . Assim evitamos que as raízes cortadas

da mudinha apodrecem com o contato imediato com

a água.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: