Resumo do Filme: Uma Mente Brilhante


O filme conta a história de um esquizofrênico chamado John Forber Nash. Ele é um matemático com um grau elevado de inteligência onde se fascina com os números, fórmulas e teoremas e tenta mudar essas teorias através de reformulações próprias, ou seja, ele se destacou elaborando uma teoria revolucionária que poderia mudar o ruma da economia moderna. Ele era um excelente professor, mas que não se encantava com a idéia de ser um, para ele estar numa sala de aula era perder seu tempo e dos alunos.

O protagonista apesar de ser uma pessoa totalmente anti-social, consegue despertar o interesse de sua aluna Alicia que apesar de ver no professor frieza, consegue conquistar o coração do professor.

A esquizofrenia é uma doença mental grave se caracteriza por muitos sintomas entre eles alterações do pensamento, alucinações, delírios e embotamento emocional. A esquizofrenia possui sintomas positivos e negativos.

Neste filme, apesar de no início o telespectador não identificar na história do professor quando ela é real ou alucinações do próprio personagem, ele aborda os principais sintomas da doença que só foi descoberto quando o médico falou para a esposa que as crises e manias de perseguição que ele tinha na verdade eram sinais de que ele era um esquizofrênico.

Esses sintomas eram basicamente alucinações visuais e auditivas quando ele via e ouvia seu amigo de quarto todo momento, juntamente com uma criança que o acompanhava a muitos anos em sua vida e quando ele é chamado para trabalhar para o serviço secreto da Rússia e que ele é algo fundamental na resolução de código secretos.

Além desses sintomas há também o embotamento emocional com perda do contato com a realidade onde é abordado no filme quando ele vai dar banho no seu bebê e o deixa quase se afogando na banheira e olhando para a criança fixamente sem se dar conta do perigo que aquele bebê estava passando.

Para John  e para a esposa foi difícil de entender que tudo aquilo que estava acontecendo como o amigo, a criança que o acompanhava a muitos anos e os russos eram frutos de uma esquizofrenia e não acontecimentos  reais que eram vivenciados por ambos. Mesmo depois do tratamento e das internações John ainda tinha as mesmas alucinações, as mesmas manias de perseguições apesar de outro sintoma da esquizofrenia o acompanhar também que era o isolamento social.

Mesmo diante daquela situação a sua esposa não desistiu de estar ao lado do marido, porque para ela não era certo deixá-lo num momento deste. Ela então o convence a retornar ás aulas na universidade onde lecionava. Com o passar do tempo John consegue ignorar os personagens que ele criou o consegue conviver mais com os alunos.
Ele então consegue provar sua Teoria do Equilíbrio e foi nomeado para o prêmio Nobel de Economia pelo seu trabalho. Durante a cerimônia ele agradece e declara seu amor a sua esposa.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s