Idoso é morto em assalto na porta de padaria no Boa Vista


Vítima não reagiu ao assalto

Enviado Direto da Redação 

 Os criminosos renderam a vítima e um deles disparou um tiro na Rua Joaquim de Oliveira
Os criminosos renderam a vítima e um deles disparou um tiro na Rua Joaquim de Oliveira

Foto: Alex Ramos

Integrante de uma casa de religião de matriz africana, Nilton Zacarias Machado, mais conhecido como Nilton Macumba, de 60 anos, foi assassinado, no início da manhã de ontem, no Boavista, em São Gonçalo, durante um assalto, quando chegava a uma padaria.

Testemunhas contaram que Nilton, que era morador do bairro, chegava para comprar pão, por volta das 6h20, quando foi surpreendido por quatro criminosos armados, na Rua Joaquim de Oliveira, que queriam seu carro, um Renault Sandero Stepway, de cor branca. Os bandidos abordaram o homem, após o veículo que eles estavam – um Renault Sandero cinza, que havia sido roubado momentos antes – ter travado. A vítima não teria reagido a ação, mas, ainda assim, os bandidos dispararam um tiro contra ela.

“Ele saiu do carro com as duas mãos pro alto, falando que a chave estava na ignição e que os ladrões podiam levar tudo. Atiraram de covardia mesmo, ele não reagiu. Não se pode nem mais sair de casa para comprar pão”, desabafou uma testemunha, que preferiu não se identificar. Populares ainda falaram que um dos filhos de Nilton chegou rapidamente ao local e ainda tentou reanimar o pai, mas ele já estava sem vida.

Policiais da Divisão de Homicídios de Niterói, Itaboraí e São Gonçalo (DHNISG) foram acionados para realizar perícia técnica e constataram que a vítima foi atingida por um disparo no braço direito que atravessou até o peito, ficando alojado.

De acordo com a apuração da especializada, o latrocínio (roubo seguido de morte), foi resultado de uma sequência de crimes. Primeiro, dois jovens, um negro e um moreno, armados com uma pistola e um revólver, roubaram um Ford Ecosport preto, em Santa Catarina. Em seguida, já com mais dois comparsas, os ladrões abandonaram o EcoSport, na Rua Odilon Braga, no bairro Califórnia, e neste endereço roubaram um Renault Sandero cinza. Este último carro bloqueou cerca de 1km à frente, no local onde os bandidos abordaram Nilton Macumba.

Os outros dois veículos foram recuperados e periciados por agentes da DH. O carro de Nilton, que era Ogan (instrumentista de atabaque), não havia sido localizado, pelo menos até a tarde de ontem.

“É um latrocínio clássico, com os bandidos disparando só um tiro. Agora vamos analisar imagens de câmeras de segurança, que podem ter flagrado a ação, e as digitais que foram recolhidas dos carros no exame papiloscópico, para poder identificar os autores do crime. Além disso, ainda iremos ouvir testemunhas e familiares”, explicou o delegado Wilson Palermo, responsável pelo caso. Muito abalados, familiares de Nilton preferiram não comentar sobre o fato. O corpo da vítima foi encaminhado para o IML de Tribobó.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s