Qual é a diferença entre autismo e síndrome de Asperger?


 

Uma em cada 68 crianças nos Estados Unidos tem transtorno do espectro do autismo, uma taxa que aumentou significativamente desde a década de 1980, mas muitas pessoas ainda não entendem o transtorno. O diagnóstico da condição mudou desde que os clínicos a reconheceram pela primeira vez e isto pode aumentar a incerteza em torno da doença, especialmente quando as pessoas tentam encontrar a diferença entre o autismo e o síndrome de Asperger, seu parente menos grave.

 

Uma das partes mais confusas sobre as duas condições é onde termina uma e começa a outra. O Centro para Controle de Doenças americano ainda classifica três tipos principais de transtorno do espectro do autismo (TEA), e a última revisão do Manual de Diagnóstico e Estatística de Transtornos Mentais mostra um diagnóstico para o TEA – que substituiu o termo ‘transtorno autista’ – incluindo sob o mesmo teto o transtorno de Asperger, transtorno desintegrativo da infância e transtorno invasivo do desenvolvimento. Isso criou uma maior abrangência para o TEA, na qual os médicos diagnosticam crianças em termos da gravidade da sua condição social, comunicação e sintomas comportamentais.

 

Qual a diferença?

 

Comunicação

Um sintoma-chave do TEA grave é um déficit de comunicação. Um atraso, ou a falta total de competências linguísticas pode ocorrer em casos graves de autismo – 40 por cento das pessoas diagnosticadas nunca falam. Daquelas que falam, muitas enfrentam outros desafios, incluindo o uso repetitivo da linguagem e dificuldade de iniciar ou manter conversas. Uma pessoa com autismo pode ter dificuldade para entender a perspectiva de outra pessoa em uma conversa. Por exemplo, quando alguém usa humor ou sarcasmo, uma pessoa autista pode interpretar suas palavras ao pé da letra, em vez de compreender o significado implícito.

 

Especialmente em uma idade jovem, crianças autistas às vezes usam outros métodos de comunicação, como gestos com as mãos, olhar fixo, e até mesmo o choro.

 

As pessoas com síndrome de Asperger, ou leve TEA, não têm esses atrasos de linguagem. Enquanto as crianças com autismo grave podem ser vistas como distantes ou desinteressadas nos outros, crianças com Asperger são muitas vezes o oposto. Elas tendem a querer interagir e adaptar-se aos outros, mas não sabem exatamente como fazê-lo. Muitas vezes as crianças com Asperger têm competências linguísticas significativas, mas usam suas palavras de formas diferentes. Elas podem aparecer socialmente desajeitadas e terem dificuldades de entenderem as pistas ou formas sociais implícitas.

 

“Eu acho que a depressão pode ser um problema mais em relação à síndrome de Asperger”, disse Simon Baron-Cohen, codiretor do Centro de Pesquisa de Autismo em Cambridge, Inglaterra. “As pessoas com autismo clássico podem ser muito mais focadas em seus próprios mundos privados sem saber o que estão perdendo.”

 

Habilidade cognitiva

Outra grande diferença entre o TEA grave e leve diz respeito à capacidade cognitiva. Indivíduos autistas podem às vezes experimentar deficiência intelectual severa manifestando-se em um QI abaixo da média. Um atraso cognitivo clinicamente significativo exclui alguém de ser qualificado de apenas levemente autista. Mas TEA ocorre em todos os níveis de inteligência, embora às vezes as habilidades cognitivas podem se desenvolver de forma desigual – uma criança com TEA leve poderia ser muito hábil em matemática, mas possuir habilidades de pensamento abstrato fracos.

 

Habilidades sábias, à la Dustin Hoffman no filme “Rain Man”, tornaram-se uma representação frequente de autismo na cultura popular. Essas habilidades especiais, normalmente de matemática, memória, ou habilidades artísticas, ocorrem. No entanto, são raras, como apenas cerca de 10 por cento das pessoas com TEA mostram alguma habilidade notável.

 

No geral, qualquer um que se enquadra no conjunto TEA é obrigado a apresentar determinadas características: diferenças na comunicação e funcionamento social e comportamento incomum – mas essas características são muito menos perceptíveis entre aqueles com Asperger.

 

Fonte: http://www.medicaldaily.com/autism-awareness-day-2016-aspergers-syndrome-asd-380325

Os artigos aqui postados não necessariamente expressam a visão da Empresa 


“As informações fornecidas neste site destinam-se ao conhecimento geral e não devem ser um substituto para o profissional médico ou tratamento de condições médicas específicas. Procure sempre o aconselhamento do seu médico ou outro prestador de cuidados de saúde qualificado com qualquer dúvida que possa ter a respeito de sua condição médica. As informações contidas aqui não se destinam a diagnosticar, tratar, curar ou prevenir qualquer doença. Nunca desconsidere o conselho médico ou demore na procura por causa de algo que tenha lido em nosso site e mídias sociais da Essential.”

Compartilhar:

 Facebook   Twitter    E-mail

Publicado em Conexões e Curiosidades Por

Essential Nutrition 22/07/2016 18:10:26

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: