Corrida bilionária pelo ouro na Amazônia deixa rastro de destruição


Dezenas de milhares de garimpeiros ilegais se lançam na floresta amazônica no Brasil, Peru, Bolívia, Venezuela e Colômbia, na esperança de ficarem ricos

07/07/2017 – 19H04 – ATUALIZADA ÀS 19H04 – POR REUTERS

Barco de mineradores no rio Madeira, em Rondônia (Foto: Chris Arsenault/Reuters)BARCO DE MINERADORES NO RIO MADEIRA, EM RONDÔNIA (FOTO: CHRIS ARSENAULT/REUTERS)

Em uma balsa ilegal de garimpo de ouro na bacia amazônica, um garimpeiro de 22 anos segura uma garrafa de plástico cheia de mercúrio tóxico com as mãos sem nenhuma proteção e diz estar ciente dos perigos do trabalho.

Recomendado para você

  • Cordova & PhoneGap: Ap… Curso online de Cordova & PhoneGap: Apps mobile…

    CLIQUE AQUI

  • Django: programação we… Curso online de Django: programação web com…

    CLIQUE AQUI

  • Shell Scripting parte … Curso online de Shell Scripting parte 1…

    CLIQUE AQUI

  • HTTP: Entendendo a web… Curso online de HTTP: Entendendo a web por…

    CLIQUE AQUI

De bermuda, regata e chinelo, ele acende um maçarico e direciona uma chama azul em um pedaço de minério que a balsa retirou do fundo do rio Madeira, no Estado de Rondônia, na fronteira com a Bolívia.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s