QUINTAL ORGÂNICO: PRODUTOS ORGÂNICOS VS. CONVENCIONAIS


Leia a matéria exclusiva da nutricionista Clarissa Godoy.

Quem nunca exagerou no final de semana e pensou: “Caramba, essa semana vou fazer um suco verde pra dar uma desintoxicada!”
E aí a pessoa faz aquele suco bem verdinho, digno de uma foto de instagram, com abacaxi, pepino, couve, limão e gengibre!
O efeito mental de um suco destes é poderoso! Suco “detox” como gostam de chamar! Você pensa: “Agora sim, foco!”, mas e se eu te falar que você pode estar tomando um coquetel de agrotóxicos? Eu estaria mentindo? Infelizmente, não! É triste pensar que o Brasil é o maior consumidor de agrotóxicos do mundo, mas é verdade! Cada pessoa, chega a ingerir cerca de 5,9 kg de agrotóxicos POR ANO! Assustador, não é?
Quer saber mais sobre a diferença de produtos orgânicos e convencionais? Leia a matéria até o final! ☺

1) O que são produtos ORGÂNICOS?
Parece algo óbvio, mas muitas pessoas ainda tem esta dúvida. Num mundo onde diet, light, sem glúten, sem lactose dominam, o conceito “orgânico” é confundido com muita frequência! Um produto orgânico pode ser tanto de origem animal quanto vegetal!
O que seria isso? Os vegetais orgânicos são aqueles que, do plantio até a colheita, não recebem produtos químicos (agrotóxicos, pesticidas e adubos químicos) ou hormônios sintéticos que favoreçam seu crescimento. No caso dos animais, sua criação é feita sem o uso de hormônios de crescimento, anabolizantes e antibióticos.

2) Por que evitar produtos CONVENCIONAIS?
Já está mais que comprovada à associação dos agrotóxicos com aumento do risco de câncer, depressão, distúrbios alimentares, transtorno do pânico e anomalias físicas! A incidência de câncer em áreas de lavoura com cultivo tradicional é 38% maior do que em áreas onde não há lavouras! Claro que o câncer é multifatorial, mas os agrotóxicos entram como um dos principais fatores de risco!
É assustador pensar que já se detectou agrotóxicos no LEITE MATERNO! O primeiro alimento para o bebê! E mais assustador ainda é pensar que estes venenos não são eliminados pelo organismo, ficando retidos em nosso tecido adiposo (nossa gordura corporal)! Você pode imaginar o efeito cumulativo dos agrotóxicos no corpo de um adulto que desde o aleitamento materno estava-os armazenando? Qual o efeito disso à longo prazo?

3) Por que não deixar de consumir legumes, verduras e frutas?
“Putz, Clarissa, mas orgânicos são difíceis de encontrar e, além disso, são caros demais! Melhor então diminuir o consumo de verduras, legumes e frutas e ficar mais nos industrializados, né?”
Se você pensa que evitando legumes, verduras e frutas estará mais protegido, você se engana! Muitas pessoas não sabem que o pão que comem é feito com farinha de trigo e o trigo é um vegetal, que também recebe muitos agrotóxicos durante seu cultivo! Ou seja, consumir mais industrializados é uma péssima ideia, não só pelo fato de também terem toneladas de agrotóxicos, mas pelo fato de serem produtos com qualidade nutricional muito INFERIOR!
A maior parte da população tem sua cozinha abastecida principalmente com produtos industrializados e, você pode ter certeza que o fato delas não consumirem verduras, legumes e frutas, mesmo com agrotóxicos, AUMENTA ainda mais o risco de doenças crônicas, como obesidade, pressão alta, diabetes e câncer!
“Nossa, então o que fazer? Parece não ter saída, certo?”
Calma, sem radicalismo! É importante ter esse conhecimento e agir por partes! Se você não consome verduras, legumes e frutas diariamente, mude isso o mais rápido possível! E se você já tem este hábito, MARAVILHOSO! Que tal dar um segundo passo e ingressar no mundo dos orgânicos?
Dicas para começar a consumir mais orgânicos:
– Procure por alimentos da safra, são mais em conta! Os orgânicos têm sim preços mais elevados, por diversos motivos, que vão desde a certificação do produtor (que pode custar cerca de 3 mil/ano) até a produção em menor escala, com maior custo. Porém, alimentos orgânicos que estão na época têm preços mais acessíveis, pois naturalmente se desenvolvem com maior facilidade! Aposte nestes!
– Comece por partes – Comece frequentando mais feiras orgânicas. Compre alguns alimentos e experimente! Perceba a diferença no aroma, textura e sabor! É incrível! Comece substituindo os campeões de agrotóxicos, como pepino, pimentão, cenoura, laranja, morango, abacaxi e mamão por seus similares orgânicos!
– Abra sua mente para o novo! Saia da banana e maçã, tomate e alface, que consome todos os dias! Experimente alimentos que estão na época! A natureza é extremamente rica!
Quanto mais a cultura do consumo de orgânicos crescer, maiores serão os benefícios para o planeta e recursos naturais, maiores serão os incentivos e pesquisas, maior será a acessibilidade por parte da população, menor será o custo e, consequentemente, teremos preços mais acessíveis! O planeta, os produtores e os consumidores GANHAM! Só quem não ganha é a indústria do agronegócio!
O que é ser caro? Caro é algo que não te dá resultados à longo prazo. Caro é não investir em SAÚDE! Lembre-se que investir em orgânicos é investir na sua PRÓPRIA SAÚDE E LONGEVIDADE! É investir em PLANETA mais sustentável e humano!

>> Clarissa de Godoy Costa é nutricionista formada pela UFRJ, especializada em Nutrição Aplicada à Gastronomia e Nutrição Clínica Funcional, Coach em emagrecimento pela Nutrition Coaching e palestrante; Trabalha em consultório com atendimento nutricional e com coaching em emagrecimento online. Ajuda pessoas à transformarem sua relação com o alimento, para que consigam resultados extraordinários em todas as áreas de suas vidas. Mais saúde, foco, disposição, auto-estima e SUCESSO.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s