Greve: adesão dos oficiais de justiça de São João de Meriti é de 100%. Confira quadro nacional


RECOMENDARCOMENTAR
Sindicato dos Servidores da Justiça Federal no Estado do Rio de Janeiro
há 6 anos

87 visualizações
Na Seção de Controle de Mandados da Justiça Federal de São João de Meriti, responsável pelo cumprimento dos mandados em toda a Baixada Fluminense (Nova Iguaçu, São João, Duque de Caxias, Nilópolis, Mesquita e Belford Roxo, Japeri e Queimados), a adesão dos Oficiais de Justiça ao movimento grevista pela aprovação do PCS do Judiciário Federal chegou a 100% dos servidores.

À exceção de duas servidoras fruindo licença-maternidade, todos os demais 31 executantes de mandados adotaram a sistemática sugerida pelo Sisejufe: cumprimento regular dos plantões, por serem considerados atividade essencial, bem como devolução imediata dos mandados urgentes (audiência designada, verificação de condições sócio-econômicas e aqueles que envolvam direito de liberdade), e represamento de todos os demais mandados.

Vale ressaltar que o Sindicato não orienta o não cumprimento, para fins de viabilizar a compensação do trabalho quando do fim do movimento paredista mas, sim, a não devolução dos mandados.

Nas demais centrais da Seção Judiciária a adesão é grande, especialmente na Semci (Rio Branco) e, está sendo cuidadosamente organizada no interior. O Sindicato orienta a que os Oficiais de Justiça que queiram maiores esclarecimento entrem em contato com o representante de base Márcio Cotta (Semci) pelo telefone 91384774 ou com a diretora Mariana Liria (SEMSJ) pelo telefone 94299023.

Servidores da JF e da JE do Paraná entram em greveA greve por tempo indeterminado em defesa da aprovação dos PLs 6613/09 e 6697/09 contou nesta quinta-feira [24] com a adesão de mais um estado. Agora, os servidores das Justiças Federal e Eleitoral do Paraná engrossam o movimento grevista, que atinge 19 estados. Além dos colegas do Paraná, já estão em greve os seguintes estados: Bahia, Mato Grosso, São Paulo, Amazonas, Roraima, Maranhão, Paraíba, Rio Grande do Sul, Pernambuco, Rio de Janeiro, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Alagoas, Justiça do Trabalho de Rondônia e do Acre, além de Goiás, Espírito Santo e Rio Grande do Norte. Confira o quadro

Greve por tempo indeterminado. Confira quadro nacional Em greve por tempo indeterminado desde o dia 1º de junho. Nesta quarta [23] houve Tarde Cultural no TRE, a partir das 13h e exibição de filme com debate na JF, também às 13h. Nesta quinta [23] foi realizada exibição de filme com debate na JF. Nesta sexta-feira [25] será realizada a assembleia geral da categoria, no TRT Comércio, às 13h.

Sindijufe-MT: Embora o Sindijufe-MT não tenha aparecido, por problemas técnicos, no quadro de greve nacional divulgado nesta quarta-feira [23], os servidores do Judiciário Federal de Mato Grosso continuam em greve por tempo indeterminado. A categoria se encontra em greve desde o dia 7 de junho e o movimento atinge as três justiças [Eleitoral, Federal e Trabalhista]. Além da capital, a greve atinge cidades do interior do estado, como: Barra do Garças, Santo Antônio do Leverger, Guaratã, Poconé, Guiratinga, Barra do Bugres, Rondonópolis e Várzea Grande. Nesta sexta-feira [25], será realizada assembleia geral, às 13h, em frente ao saguão de entrada do prédio do TRE.

Sintrajud-SP: Os servidores da Justiça Federal, do TRF e da Justiça do Trabalho da Barra Funda estão em greve. Na capital, a greve também segue forte no TRF-3ª, no Fórum Pedro Lessa, Execuções Fiscais, Criminal, Previdenciário, Juizado Especial Federal, Administrativo e JT/Barra Funda. No interior, na Justiça Federal: Araraquara, Americana, Campinas, Avaré, Guaratinguetá, Guarulhos, Marília, Ourinhos, Piracicaba, Santos, São Carlos, São José dos Campos, São Bernardo, Taubaté, Tupã, Ribeirão Preto e Santo André. Justiça Trabalhista: Barueri, Caieiras, Diadema, Ferraz de Vasconcelos, Guarulhos, Itapecerica da Serra, Mauá, Mogi das Cruzes, Osasco, Praia Grande, Ribeirão Pires, São Bernardo, Suzano, Taboão da Serra, Santos, Cubatão, Guarujá. Nesta quarta-feira [23], assembleia geral no TRF-3 aprovou a continuidade da greve por tempo indeterminado. Na segunda-feira [28], começa a Semana Nacional de Conciliação e em São Paulo a categoria vai transformá-la na Semana da Indignação.

Sitra-AM/RR: Os servidores da Justiça do Trabalho no Amazonas e em Roraima estão em greve por tempo indeterminado desde o dia 4 de outubro.

Sintrajufe-MA: Em greve por tempo indeterminado desde o dia 10 de outubro. Iniciada em São Luís, a greve atinge Caxias, Matões, Bacabal, Barão de Grajau, Imperatriz e Timom. A Justiça Eleitoral de João Lisboa, na Região Tocantina, também aderiu à greve. Nesta quarta [23] houve novo apagão na Justiça Federal do Maranhão e nesta quinta [24] foi realizado ato unificado em frente ao TRE-MA.

Sindjuf-PB: Os servidores do Judiciário Federal da Paraíba iniciaram a greve no dia 13 de outubro. Além da capital, os servidores da JF de Campina Grande também aderiram ao movimento. Atos públicos pela aprovação do PCS estão sendo realizados semanalmente. O TRT suspendeu os prazos processuais enquanto durar a greve e definiu os serviços essenciais no período. Os grevistas decidiram impedir a realização da Semana Nacional de Conciliação do Conselho Nacional de Justiça na Paraíba. Nesta quarta [23], os servidores fizeram manifestações TRT-PB e no TRE-PB, onde paralisaram suas atividades.

Sintrajufe-RS: Os servidores gaúchos iniciaram a greve por tempo indeterminado no dia 17 de outubro. O movimento atinge a capital e várias cidades do interior. Nesta quinta-feira [24] houve assembleia geral, em frente ao prédio da primeira instância da Justiça Federal, onde a categoria votou pela continuidade da greve até os valores para implementação do PCS sejam garantidos. A decisão foi unânime.

Sintrajuf-PE: Em Pernambuco, os servidores da JE seguem com a greve pela aprovação do PCS. Na tarde da quarta-feira [23], os servidores se reuniram na sede do TRE para participar do Dia Nacional de Luta pelo PCS. Durante o protesto houve uma assembleia geral na qual a categoria deliberou pela continuidade da greve por tempo indeterminado na Justiça Eleitoral e pela realização de uma paralisação de 24 horas no dia 1º de dezembro na Justiça do Trabalho, no TRF e na Justiça Federal.

Sisejufe-RJ: Os servidores do estado do Rio de Janeiro entraram em greve por tempo indeterminado no dia 19 de outubro. Em reunião na terça-feira [22], o Comando Local de Greve organizou um calendário de mobilização para o interior. A ação se deu após a análise das ações de greve em todo o estado. O intuito é impulsionar a mobilização de greve onde ela ainda não foi deflagrada e construir conjuntamente ações de greve nas varas e cartórios onde a greve está deflagrada e consolidada, a exemplo da atividade ocorrida em Volta Redonda no dia 18 de novembro.

Sindjufe-MS: Os servidores do Judiciário Federal e do MPU no Mato Grosso do Sul deflagraram a greve por tempo indeterminado no dia 20 de outubro.

Sindjus-AL: Os servidores de Alagoas entraram em greve por tempo indeterminado no dia 25 de outubro. Nesta quarta [23], a greve em Alagoas completou 30 dias, e os servidores comemoraram com grande ato público em frente ao prédio das Varas Trabalhistas.

Sinsjustra-RO/AC: Os servidores da Justiça do Trabalho de Rondônia e do Acre aderiram à greve no dia 26 de outubro.

Sitraemg-MG: Os servidores de Minas Gerais estão em greve desde o dia 31 de outubro. No interior, a greve atinge a Divinópolis, Araxá, Juiz de Fora, Uberlândia, Uberaba, Formiga, Montes Claros, João Monlevade, São Sebastião do Paraíso e Governador Valadares. Nesta quarta [23], foi promovido ato em frente ao prédio da Justiça Federal e, apesar da chuva intensa que caiu sobre Belo Horizonte, reuniu cerca de 200 servidores.

Sinpojufes-ES: Em greve por tempo indeterminado desde o dia 7 de novembro.

Sinjufego-GO: Os servidores do Judiciário Federal em Goiás entraram em greve no dia 7 de novembro. Nesta semana, o Sinjufe-go iniciou intenso processo de articulação política junto aos parlamentares de Goiás para garantir a inclusão de emendas no orçamento de 2012 que viabilizem a implantação do PCS. Uma caravana de 80 servidores veio a Brasília nesta quarta-feira [23] participar do ato nacional, na Praça dos Três Poderes.

Sintrajurn-RN: Os servidores do Judiciário Federal do Rio Grande do Norte estão em greve há duas semanas. Nesta quarta [23] houve assembleia setorial no TRE e nesta quinta [24] panfletagem no TRT, TRE e JFRN.

Sinjuspar-PR: Os servidores da Justiça Federal e da Justiça Eleitoral do Paraná entraram em greve por tempo indeterminado nesta quinta-feira [24]. A decisão foi tomada em assembleia geral na última terça-feira [22], em frente ao edifício sede da Justiça Federal. De acordo com o sindicato, o intervalo de dois dias da assembleia até o início da greve foi para enviar ofícios às autoridades pertinentes, noticiando a adesão da categoria à greve por tempo indeterminado.

Paralisações e assembleias

Sintrajufe-CE: Os servidores da Justiça Federal no Ceará, em estado de greve pelo PCS, realizaram nesta quarta-feira [23] mais um grande apagão das atividades e do atendimento ao público. A atividade foi iniciada às 9 da manhã com a concentração dos servidores da JF na porta de entrada do Edifício Sede da instituição. Na parte da tarde, a paralisação recebeu o reforço dos servidores do TRE, que saíram em passeata da sede daquele órgão até a Praça Murilo Borges, sede da JF. Na próxima quarta [30], os servidores do TRE seguem em caminhada para a sede da JF, no começo da tarde. Às 13h, os servidores da JF e do TRE irão juntos em passeata até o Fórum Autram Nunes, Sede da 1ª instância da Justiça do Trabalho, também localizada no centro de Fortaleza.

Sinje-CE: Os servidores do TRE participaram de manifestação nesta quarta-feira [23], em conjunto com os colegas da Justiça Federal. Na próxima quarta [30], os servidores do TRE seguem em caminhada para a sede da JF, no começo da tarde. Às 13h, os servidores da JF e do TRE irão juntos em passeata até o Fórum Autram Nunes, Sede da 1ª instância da Justiça do Trabalho, também localizada no centro de Fortaleza.

Sindiquinze-SP: Os servidores da JT da 15ª Região paralisaram suas atividades nesta quarta-feira [23] e irão parar novamente no dia 28, próxima segunda.

Sintrajufe-PI: Os servidores do Piauí realizaram paralisação de 24 horas nesta quarta-feira [23] e se concentraram no pátio do prédio da Justiça Federal. Conforme decidido na manifestação, os servidores no Piauí irão realizar outra manifestação no dia 30, próxima quarta-feira, concentrando-se no Fórum Trabalhista.

Sindjus-DF: Nesta quarta-feira [23], os servidores do DF participaram do ato nacional, na Praça dos Três Poderes. Na próxima terça-feira [29], será realizada assembleia geral da categoria.

Sintrajusc-SC: Nesta quarta-feira [23] foi realizada assembleia geral, na rampa do TRT. Logo após a assembleia, foi realizado ato público no mesmo local. A próxima assembleia geral será no dia 1º de dezembro, quinta-feira, às 16 horas, na rampa do TRT.

Fonte: Imprensa Sisejufe com informações da Fenajufe

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s