Saiba como lidar com os sentimentos negativos após a perda do emprego


Contas para pagar podem ser um problema quando funcionário é demitido. Fotos ilustrativas

A perda de um emprego é uma situação que, além de estressante, pode ocasionar diversos problemas, como a ansiedade e a baixa autoestima. Entretanto, é essencial que haja um esforço para manter o otimismo e dar continuidade à vida profissional. De acordo com a psicóloga Iracema Abranches, a primeira sensação descrita pelos recém-desempregados é a autodepreciação.

“A pessoa tem uma sensação de menor valia, sente-se preterida, em um péssimo momento profissional”, descreve a psicóloga. “O surgimento de problemas maiores a partir disso, como a depressão, depende muito da forma como a pessoa foi demitida, e do que está se passando na vida dela nessa ocasião. É muito normal ter esses sentimentos negativos, tendo em vista que estamos vivendo um período instável e complicando por conta da crise econômica. Ainda assim, mesmo fora da crise, as pessoas sempre se desesperam um pouco, ou, no mínimo, ficam com uma ansiedade elevada pelo futuro incerto”.

As contas, dívidas e a obrigação de ajudar a família acabam sendo as principais causas do nervosismo, especialmente se a pessoa demitida não tiver um dinheiro guardado para emergências. “As contas não deixam de chegar, então qualquer situação inesperada pode acabar com o planejamento financeiro da família. Mas é importante ter consciência de que a vida continua da mesma forma, e não se deixar ser engolido por esse momento negativo”, ressalta Iracema. “Primeiramente, é importante refletir sobre as possíveis causas da perda de emprego. Analise se existe alguma coisa que você pode fazer para melhorar, ou se a demissão tem a ver com uma política da empresa. Essa reflexão pode ajudar a seguir em frente com mais tranquilidade. É preciso maturidade para reconhecer os próprios erros, em vez de culpar um colega ou mesmo a instituição”.

Se a pessoa tiver condições de se sustentar por um tempo antes de começar a busca por um novo emprego, a especialista recomenda que ela aproveite esse momento para espairecer. “Tire esse tempo para se desintoxicar do emprego antigo, mas sem relaxar por completo. Faça um planejamento financeiro e mantenha-se sempre atualizado sobre as novidades e oportunidades do mercado de trabalho, participando de cursos e capacitações, se for o caso”, aconselha. “Mas é claro que, se não houver essa estabilidade, a pessoa terá que procurar outro emprego imediatamente. O sofrimento acaba quando surge uma nova oportunidade, mas se isso não acontecer rápido, não fique inativo. Continue se qualificando e prestando atenção para não entrar em desespero e ficar distante de tudo”.

O apoio da família e dos amigos é uma das principais formas de manter a sanidade nesse período. “A perda do emprego mexe muito com a autoestima, então é importante ficar perto das pessoas que apreciam suas qualidades, daqueles em quem você pode confiar para superar essa situação. Isso não é uma regra, depende muito do perfil de cada um, porque também existem aqueles que guardam tudo para si, uma atitude que pode ser prejudicial ou não. Algumas pessoas naturalmente vão conseguir se reerguer sozinhas, enquanto outras vão precisar de ajuda”, conclui Iracema. “Apesar do estresse e da ansiedade típicos, é fundamental que a pessoa não se deixe desmotivar na tentativa de se reinserir no mercado. Uma atitude positiva faz toda a diferença nas entrevistas de emprego. Não há uma fórmula específica para lidar com a demissão, mas todos devem buscar se adaptar e seguir em frente da melhor forma possível”.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s