Como se Sair Bem em um Debate


3 Partes:Explorando a arte da retóricaAperfeiçoando suas habilidades linguísticasReforçando a dramaticidade

As pessoas podem desenvolver os conteúdos mais incríveis para as próprias argumentações, mas na maioria dos casos, um terço de todo o critério de avaliação é baseado na forma como esses argumentos são apresentados. Embora a apresentação apaixonada de um argumento mal pesquisado não tenha grandes chances de se consagrar vencedora em um debate, a união das evidências factuais com as convicções tem. Não importa o quão analítico ou acadêmico seja o debate, a forma como seus argumentos são apresentados terá um efeito definitivo no mediador e na audiência. Em uma competição acirrada, a vitória poderá depender da dramaticidade do seu discurso.

Parte1

Explorando a arte da retórica

  1. Imagem intitulada Perform Well in a Debate Step 1
    1

    Aprenda a persuadir por meio da “Invenção”. Os cinco cânones da retórica foram cunhados pela primeira vez pelo filósofo romano Marco Túlio Cícero, no século I.[1]Cícero organizou essas cinco principais regras da retórica, dividindo a argumentação hábil em partes mais compreensíveis. O primeiro passo da retórica é chamado Invenção e engloba os estágios iniciais da discussão, nos quais apresentamos a natureza urgente do argumento para um público específico.[2]

    • Você precisará saber qual é a melhor forma de apelar a um determinado público, além de compreender os desejos e necessidades dessas pessoas.
    • Quando quiser atrair a audiência, pense em um equilíbrio entre o logos (lógica), o ethos (ética) e o pathos (emoção).[3] Esses três modos de persuasão serão usados para convencer o público a acreditar no argumento apresentado. Cada um deles provocará uma reação diferente nas pessoas, portanto, a abordagem deverá ser adaptada de acordo com as necessidades específicas do público-alvo.
    • Uma abordagem mais lógica, baseada principalmente no logos, pode ser adequada para um público que deseje ouvir evidências factuais de como suas circunstâncias catastróficas poderão ser melhoradas.
    • Quando quiser empregar um tom uniforme no discurso e parecer imparcial, faça mais uso do ethos. Ele é indicado para um público mais formal, mas que ainda precise desenvolver empatia por você ou pela situação apresentada no discurso.
    • O pathos tem o potencial de apresentar um caráter manipulador se usado em ocasiões erradas, mas quando implementado de forma adequada, pode inspirar emoções particularmente intensas na audiência. Tais emoções têm o poder de mudar drasticamente o andamento do discurso.
    • O domínio da arte da retórica garantirá que um discurso seja tão convincente quanto for possível, o que impulsionará sua capacidade de apresentar os argumentos.
  2. Imagem intitulada Perform Well in a Debate Step 2
    2

    Organize a argumentação com a “Disposição”. A ordem em que cada argumento é apresentado ao público tem um impacto enorme sobre a forma como o discurso será recebido.[4] Provavelmente, você já se deparou com as dissertações de cinco parágrafos durante sua vida acadêmica. Embora tal formato não seja adequado para todos os discursos, seu layout básico é fundamentado nas estruturas argumentativas gregas e romanas. Estes são os cinco passos:

    • Introdução: expresse a mensagem e por que ela é importante, tanto para o público quanto para você mesmo.
    • Declaração do fato: divida a tese geral da argumentação em partes menores, nomeando todos os fatores responsáveis pelo problema atual.
    • Confirmação ou prova: elabore seu argumento principal nesse ponto, além dos motivos pelos quais ele é satisfatório.
    • Refutação: reconheça a oposição, dando certa credibilidade aos argumentos dela e, em seguida, desafiando esse ponto de vista.
    • Conclusão: encerre todos os pontos principais da argumentação e dê instruções sobre o que deseja que a audiência faça ou pense.
  3. Imagem intitulada Perform Well in a Debate Step 3
    3

    Expresse o argumento conforme melhora a “Elocução” (estilo). O discurso não deve ser permeado por clichês e vícios de linguagem. Seja criativo, expressando os pontos principais de forma dinâmica.[5] Sentir orgulho do seu estilo vai ajudá-lo a discursar com muito mais convicção.

    • Além disso, o estilo deve ser adequado à audiência, portanto expresse as ideias de uma forma que esteja alinhada ao nível moral e intelectual do público.
    • Você pode utilizar diversos tropos linguísticos enquanto organiza os argumentos.[6] Mais conhecidos como “figuras de linguagem”, os tropos são métodos comprovadamente eficazes para compor um argumento elegante e persuasivo.
    • A antítese vai ajudá-lo a contrastar ideias e frases, assim como o uso eficaz da justaposição. Já a metáfora e a comparação são bons meios de equiparar duas ideias. Qualquer um desses tropos linguísticos adicionará um tempero a mais ao texto do discurso.
  4. Imagem intitulada Perform Well in a Debate Step 4
    4

    Fale sem a ajuda de um papel, guardando o discurso na “Memória”. Embora possa parecer bastante simples, é sempre bom enfatizar que um discurso memorizado causará uma impressão bem melhor do que um discurso lido em um papel.[7]

    • Tenha em mente que certos aspectos do debate precisarão ser decididos no calor do momento. No entanto, você poderá relatar as evidências do seu tópico de forma orgânica se memorizá-las de antemão, o que vai ajudá-lo a adquirir mais autoconfiança para improvisar durante o discurso.
  5. Imagem intitulada Perform Well in a Debate Step 5
    5

    Amplifique suas técnicas de apresentação, dando ênfase à “Ação”, ou declamação do discurso. A declamação é o cânone final da retórica e vai conduzi-lo diretamente ao domínio da arte da apresentação em um debate. Concentrada principalmente nos gestos, na linguagem corporal e no tom de voz, a ação é fundamental para causar um impacto na audiência.[8] Os fatos apresentados podem ser extremamente precisos, mas grande parte do discurso será desperdiçada se você não conseguir conectá-los de forma adequada com o público.

    • A declamação também varia de acordo com a audiência. Quando estiver se dirigindo a um público menor, faça mais contato visual e fale mais diretamente com os membros da audiência. Por exemplo: as transmissões do programa de rádio “Fireside Chats” (Conversas à Lareira) de Franklin Delano Roosevelt eram planejadas para criar um clima de intimidade com todos os ouvintes. Por outro lado, os discursos maiores de Roosevelt apresentavam um tom mais urgente e correto, adequando-se ao alcance massivo do tópico central.

Parte2

Aperfeiçoando suas habilidades linguísticas

  1. Imagem intitulada Perform Well in a Debate Step 6
    1

    Elimine muletas de comunicação. Quando um discurso está permeado por “Bom”, “hum” e outros sons semelhantes, o orador aparenta saber menos do que realmente sabe.[9] As hesitações verbais também passam a impressão de que você está tomando um tempo para pensar nas próprias palavras, portanto, evite-as se quiser expressar domínio sobre o tema em questão.

    • Normalmente, o hábito de dizer “bom” é mais fácil de superar em um discurso. Ele sugere que você acabou de apresentar um ponto e está tomando um momento para prosseguir para o ponto seguinte.
    • Sons como “hum” podem ser bem mais perigosos, já que sugerem que você está tentando lembrar uma informação completamente desconhecida. Porém, os dois hábitos devem ser eliminados dos seus padrões verbais em um debate formal, já que ambos sugerem uma interrupção na linha de raciocínio.
    • Tente substituir essas muletas por silêncio. Dessa forma, o público terá tempo para absorver seu último ponto, e você terá tempo para criar estímulo para a próxima ideia a ser apresentada.
    • Antes de seguir para a própria declaração, lembre-se de que todo mundo precisa de tempo para processar o que foi dito. Não elimine esse processo de pensamento, apenas passe a impressão de que você está pensando menos do que realmente está.
  2. Imagem intitulada Perform Well in a Debate Step 7
    2

    Encontre sinônimos para as palavras repetitivas. Durante um debate, você pode se acostumar facilmente com palavras repetitivas, principalmente porque grande parte do discurso será baseado em suas pesquisas.[10] A linguagem usada pelos políticos tende a ser muito batida, por exemplo, e você não quer cair nessa armadilha durante um debate.

    • Quando um trabalho é extremamente bem fundamentado, o orador corre o risco de soar pedante. Sua retórica poderá se tornar tediosa e excessivamente intelectual se você simplesmente repetir evidências acadêmicas durante todo o discurso.[11] Por exemplo, cuidado com palavras como “capitalista” ou “dicotomia”. Embora carreguem diversos significados, esses termos se tornaram desinteressantes porque foram usados em excesso durante os últimos anos.
  3. Imagem intitulada Perform Well in a Debate Step 8
    3

    Fale de forma lenta e articulada. Existe uma tendência, principalmente entre os mais jovens, de apresentar os fatos de forma rápida e quase maníaca. Embora o discurso não deva ser arrastado, diminuir o ritmo da fala traz muitos benefícios.[12]Desacelerando, você proporcionará mais tempo para que a audiência e o mediador processem os principais pontos da argumentação.

    • Articular cada palavra é bem mais fácil quando falamos mais lentamente. Talvez você consiga abordar mais pontos quando fala mais rapidamente, mas é pouco provável que todos esses argumentos serão ouvidos.
    • Tente o truque do “lápis na boca” se quiser melhorar a pronúncia das palavras. Coloque um lápis na boca, paralelo à testa, e pratique todo o discurso sem deixá-lo cair. Você precisará pronunciar todas as palavras com esse empecilho e, consequentemente, se esforçará mais para articular cada sílaba.
    • Quando retirar o lápis, sua fala estará muito mais clara. Mantenha o mesmo nível de articulação quando estiver se apresentando. O público terá mais facilidade para dissecar os pontos de um discurso lento e bem articulado.
  4. Imagem intitulada Perform Well in a Debate Step 9
    4

    Pense com calma nas refutações. Antes de abrir a boca, tome um momento para respirar fundo e acalmar a mente. [13] Existe muita pressão envolvida nas réplicas de um debate, principalmente quando precisamos conectar diversos pontos de maneira improvisada.

    • Antes de oferecer uma réplica, resuma a argumentação a pontos específicos. Você não vai vencer essa etapa do debate se começar a oferecer novas ideias no último momento.
    • Mentalmente, resuma o argumento em uma ou duas frases. Obviamente, você acabará falando mais do que isso, mas o resumo vai ajudá-lo a criar uma base lógica para a qual poderá retornar.
    • Concentre-se naquilo que você sabe que fez bem. Não se sinta mal por tomar o “caminho mais fácil” quando estiver tentando vencer.

Parte3

Reforçando a dramaticidade

  1. Imagem intitulada Perform Well in a Debate Step 10
    1

    Faça movimentos firmes. A gesticulação pode ser muito útil durante a apresentação dos pontos de um discurso. Afinal, todo discurso nada mais é do que uma simples tentativa de parecer natural e acessível para uma grande plateia.[14] Lembre-se das regras básicas da gesticulação, que estipulam que os movimentos devem ser neutros, abertos, firmes e definidos.

    • Geralmente, você precisa ocupar um grande palco durante um debate, portanto ocupe-o inteiramente. Não fique andando de um lado para o outro nervosamente, mas mostre que se sente confortável falando na frente de todo mundo.
    • Tome cuidado para não gesticular demais, como se tivesse um tique nervoso. Os gestos não serão firmes se forem usados como válvula de escape para a ansiedade. Pelo contrário, eles acabarão adicionando movimentos desnecessários e distraindo a audiência dos pontos da argumentação.
  2. Imagem intitulada Perform Well in a Debate Step 11
    2

    Faça contato visual. Suas chances de vencer o debate serão bem fracas se você não fizer contato visual com o público e o mediador. Em qualquer discurso público, as pessoas desenvolvem confiança com o orador se conseguem se conectar diretamente com ele pelo olhar.[15] Até mesmo os momentos mais breves de conexão já ajudam muito, fazendo com que um membro da audiência sinta que o orador está falando diretamente com ele.

    • Após fazer contato visual com alguém, compartilhe o ponto ou sentença seguinte com o próximo membro da plateia. Dessa forma, você criará uma conexão pessoal com grande parte da audiência.
    • O contato visual também pode ser usado para silenciar uma presença distrativa na plateia. Um olhar prolongado causará desconforto em uma pessoa que não estiver prestando atenção no debate. Com sorte, ela se calará ou, pelo menos, tentará ser mais discreta.
  3. Imagem intitulada Perform Well in a Debate Step 12
    3

    Varie o tom de voz. Ninguém está interessado em ouvir um discurso monótono, principalmente quando sua capacidade de desenvolver um argumento persuasivo está sendo julgada.[16] Mudar o tom de voz durante o debate vai enfatizar a extensão de certos argumentos, já que a voz deve ser alterada de acordo com cada parte do discurso.

    • Caso esteja citando detalhes trágicos e violentos, adapte o tom de voz e assuma um tom de aversão. Já um tom leve e bem-humorado pode ser bastante eficaz durante uma piadinha ou observação autodepreciativa.
    • Acima de tudo, o tom de voz sempre deverá contar com um certo nível de urgência. Ele mostra que você não quer encobrir a importância do assunto em questão. Diversificar o tom é muito importante, mas nunca se esqueça do ponto principal do discurso.
  4. Imagem intitulada Perform Well in a Debate Step 13
    4

    Domine a arte da pausa dramática. Em um debate, qualquer momento de silêncio deve soar importante. Como o debate gira em torno do poder da oratória, qualquer pausa na ação parecerá intensa.[17] As pausas poderosas e dramáticas são as mais longas e, frequentemente, também as mais bem-sucedidas. Elas surgem imediatamente antes e depois, respectivamente, de momentos importantes do discurso.

    • As pausas podem afundar o discurso quando não são implementadas com eficácia, portanto, prepare muito bem o terreno e saiba o momento certo de colocá-las em prática. Dessa forma, o silêncio será merecido.
    • As pausas apresentam diversas funções, desde um intervalo entre dois pontos importantes até uma oportunidade para que o orador tome um copo de água. Assegure-se de que as pausas sejam implementadas em momentos adequados, já que você não deve interromper excessivamente o foco do discurso.
  5. Imagem intitulada Perform Well in a Debate Step 14
    5

    Encerre o debate apaixonadamente. Você precisa manter um senso de urgência durante todo o discurso, mas sempre tomando o cuidado de não se distanciar do argumento principal. No entanto, se existe um momento adequado para abrir mão de um pouco do controle, esse momento faz parte das considerações finais.[18]

    • Os comentários de encerramento retornam aos pontos já apresentados no discurso, amplificando-os em um apelo final à audiência.
    • Nesse ponto, você poderá usar um tom de voz mais alto ou falar um pouco mais rapidamente. Quebrar um pouco a compostura vai maximizar seu poder como orador, e esse último esforço poderá ser crucial na solidificação de uma vitória.

Dicas

  • Todos os argumentos devem ser convincentes. Não apenas apresente os pontos — isso é tedioso e demonstra incapacidade argumentativa.
  • Não entre em pânico se disser algo equivocado. Corrija o erro, mantendo a calma. Uma postura confiante é fundamental em todos os turnos do debate e poderá levá-lo a qualquer lugar.
  • Lembre-se apenas de que o mediador avaliará primariamente o conteúdo e a precisão dos seus argumentos, portanto fale bem e de forma natural, mas não invente nenhum fato.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s