SENTINDO A PAZ DE DEUS



Valdenira Nunes de Menezes Silva

“Tu conservarás em paz aquele cuja mente está firme em ti; porque ele confia em ti” (Isaías 26:3).

Como posso sentir a paz de Deus inundando todo o meu ser quanto tenho ao meu redor pilhas de roupas para lavar, compras para fazer, trabalhos para terminar e, o que é pior, um resultado de exame para receber?
As preocupações nos rodeiam, o medo vive, diariamente, ao nosso lado e a ansiedade toma conta de nós. Mas, como filhas de Deus e templo do Espírito Santo, temos um meio para driblarmos estas preocupações, este medo e esta ansiedade. Este meio é a perfeita paz de Deus que não espera por momentos perfeitos e certinhos para fazer morada em nosso coração.
É maravilhoso sabermos que, como filhas de Deus, podemos ter esta paz mesmo vivendo em um mundo de guerras, desemprego, doenças, drogas, futuro incerto para nós e para nossos filhos…
Quando nestes momentos de tristeza decidimos repousar nos braços do Senhor, não só sentimos a Sua paz mas sentimos também o Seu amor.

* O Que É Paz Perfeita?

Paz perfeita não é viver em um lar sem barulho, sem brigas, sem filhos rebeldes, sem telefones tocando ou sem nenhum problema.
Paz perfeita é aquela que vem de Deus e chega até nós independentemente das circunstâncias. Mesmo quando nos encontramos no meio de uma grande tempestade, podemos sentir esta paz.
Foi o próprio Jesus que nos prometeu dar a Sua paz. Ele disse: “Deixo-vos a paz, a minha paz vos dou; não vo-la dou como o mundo a dá (João 14:27).
A certeza de que o Senhor sempre está conosco nos momentos de angústia, medo, sofrimento, nos deixa mais confiantes e seguras. O próprio rei Davi diz ao Senhor … “Para onde me irei do teu espírito, ou para onde fugirei da tua face? Se subir ao céu, lá tu estás; se fizer no inferno a minha cama, eis que tu ali estás também. Se tomar as asas da alva, se habitar nas extremidades do mar, até ali a tua mão me guiará e a tua destra me susterá. Se disser: Decerto que as trevas me encobrirão; então a noite será luz à roda de mim. Nem ainda as trevas me encobrem de ti; mas a noite resplandece como o dia; as trevas e a luz são para ti a mesma coisa” (Salmo 139:7-12).

Amada irmã, ter paz em nossa vida não significa estarmos livres de tribulações mas significa que mesmo em meio às tribulações podemos ter a paz que só Ele pode nos dar.
Podemos sentir esta paz em nossa vida confiando que Ele suprirá todas as nossas necessidades. A Sua Palavra nos diz em Filipenses 4:19 que “O meu Deus, segundo as suas riquezas, suprirá todas as vossas necessidades em glória, por Cristo Jesus.” Se a Bíblia diz que Ele supre todas as nossas necessidades, isto significa que não há nenhuma necessidade que Ele não possa suprir.

* Para Termos Paz É Necessário Termos Confiança Em Deus.

Para que a paz de Deus tome conta da minha vida é necessário que eu confie nEle.
Quando estou atravessando o vale da sombra da morte tenho que, como uma mulher de Deus, crer e confiar que Ele está ali comigo atravessando o vale ou talvez até mesmo me carregando em Seus braços amorosos.
Mesmo sendo uma filha de Deus, posso passar por aflições em minha vida mas Jesus me diz … “tende bom ânimo, eu venci o mundo” (João 16:33). Não se preocupe, filha, pois “a minha paz vos dou” (João 14:27). Ele ainda me diz … “Não se turbe o vosso coração, nem se atemorize” (João 14:27b).
Estes e tantos outros versículos me dão a certeza de que o meu Deus não me abandona, assim como não abandonou, por exemplo, José do Egito em seus momentos de tribulação. A Bíblia nos diz que “Deus era com ele. E livrou-o de todas as suas tribulações …” (Atos 7:9b-10).

Querida irmã, quando temos que atravessar um rio agitado e sabemos que haverá medo, terror e pânico, então temos que antes fazer uma decisão:

1) Vou atravessar este rio rendendo-me a todas estas más emoções?
ou
2) Vou confiar no meu Deus, segurar em Suas mãos, repousar em Seus braços e seguir de cabeça erguida sentindo a Sua paz invadir todo o meu ser?

* Recebendo A Paz De Deus.

Quando eu decido confiar no Senhor, caminhar com Ele lado a lado, é então que tenho acesso àquela “paz de Deus, que excede todo o entendimento” (Filipenses 4:7a). E essa paz “chega até nós por meio de quatro dádivas que Ele nos concedeu.” Elas são:

1- Deus, o Filho;
2- Deus, o Pai;
3- A Palavra de Deus;
4- Deus, o Espírito.

1- A Paz Através de Deus, o Filho

Eu posso ter a paz que tanto necessito através de Jesus Cristo, pois setecentos anos antes de Jesus nascer, o profeta Isaías disse na Bíblia: “Porque um menino nos nasceu … e se chamará o seu nome … Príncipe da Paz” (Isaías 9:6).
Jesus é o Príncipe da Paz. É através dEle que podemos encontrar a verdadeira paz que tanto necessitamos.
A paz que tínhamos com Deus foi quebrada quando Adão e Eva pecaram mas Jesus veio aqui para a terra para resgatar esta paz perdida. Ele morreu no meu e no seu lugar e … “pela fé nele, temos paz com Deus”. Temos, agora, aquela paz que tínhamos perdido.
“Obrigada Senhor, porque Tu és o Príncipe da Paz. Porque Tu não mediste esforços para me dar esta paz que está sempre comigo nos bons ou maus momentos da minha vida.”

2- A Paz Através de Deus, o Pai

Eu posso ter a paz que tanto necessito através de Deus, o Pai.
Isaías 26:3 me diz: “Tu conservarás em paz aquele cuja mente está firme em ti; porque ele confia em ti.”
É esta paz que “excede todo o entendimento” que eu, mesmo em meio às minhas tribulações, medo, angústia, pavor e lágrimas, sinto dentro de mim.
“Obrigada Pai, por esta paz que tu derramas sobre mim, pela Tua fidelidade e amor.”

3- A Paz Através Da Palavra de Deus.

Somente na Palavra de Deus é que posso encontra lenitivo para a minha alma.
Em meio ao medo, ao caminhar pelo vale da sombra, decido parar e ler a minha Bíblia e vejo que é somente nela que encontro conforto e paz que a minha alma tanto necessita.
O Salmo 119:165 me diz que “muita paz têm os que amam a Tua lei, e para eles não há tropeço.”
Amar a Palavra de Deus é amar o Deus que a fez, é amar estar em comunhão constante com Ele, é amar aprender dEle, é amá-la tanto que procuro escondê-la no coração “para eu não pecar contra ti” (Salmo 119:11).
“Ó Senhor, obrigada pelas doces palavras da Tua Palavra que penetram em meu coração, fazem nele morada e arrancam dele as frustrações, preocupações e tudo que está tentando me derrubar. Obrigada pela Tua paz em minha vida!”

4- A Paz Através De Deus, Espírito Santo.

Quando estou aflita, em meio às tribulações, é Ele, o Espírito Santo, o Consolador, que me consola e me reveste da paz de Deus. É Ele que, habitando em mim, me dá a certeza de que não estou só mas Ele está comigo carregando o meu fardo e a minha cruz. Só tenho que agradecer a Deus por enviar o Consolador e deixá-Lo fazer em mim morada.

Amada irmã, observando tudo isto, temos, então, a certeza de que Deus Pai, Deus Filho, Deus Espírito Santo e a Sua Palavra são dádivas que não nos deixarão sem a paz que tanto necessitamos.

* Escolhendo A Paz De Deus Em Vez Do Pânico.

Numa das mais belas passagens que existe na Bíblia, lemos a história de Jesus com Seus discípulos num barco atravessando um lago.
Nesta passagem, podemos ver um quadro de verdadeiro pânico e de uma paz “que excede todo o entendimento”
A viagem transcorria calma, sem nenhum incidente. De repente, surgiu uma tempestade que os deixou em verdadeiro pânico. Enquanto eles apavorados lutavam contra a tempestade, o Senhor dormia tranqüilamente. A paz que O envolvia vinha da certeza de que a Sua vida estava nas mãos do Pai. Os Seus discípulos não tinham essa paz que envolvia o Senhor e por isso O acordaram. Jesus, então, perguntou: “Onde está a vossa fé?” Nossos dias estão nas mãos do Senhor. Quando uma grande tempestade ameaçar a sua vida, não entre em pânico nem se desespere mas confie que o Senhor estará com você dando-lhe aquela paz que você tanto necessita. Ele é mais forte do que qualquer tempestade que possa surgir. Ele é o Senhor de tudo. Ele é o Senhor dos céus, da terra e do mar e só Ele é que pode trazer ao seu coração a verdadeira paz.

* Andando No Caminho Da Paz.

Que atitudes devemos ter diante de tudo que aprendemos da paz de Deus?
Como conservar tantas dádivas que o Senhor nos dá quanto à Sua paz?

1) Devo descansar e repousar nos braços amorosos do Senhor, confiando que é Ele que me dará a Sua paz.

2) Devo orar, abrindo o meu coração ao Senhor e deixando com Ele as minhas preocupações, dúvidas, medo, ansiedade … Estes momentos de comunhão com Ele encherão a minha vida da paz “que excede todo o entendimento”.

3) Devo procurar na Palavra de Deus versículos sobre medo, preocupação, amargura, tristeza… e, logo que os encontre devo decorá-los e gravá-los no coração. A Bíblia em 2 Timóteo 1:7 me diz: “Porque Deus não nos deu o espírito der temor, mas de fortaleza, e de amor, e de moderação.” Então, devo decorar aqueles versículos que plantarão em meu coração a paz de que tanto necessito.

4) Finalmente, “devo examinar os Evangelhos e estudar a vida de Jesus” que como homem e não como Deus passou por momentos de tribulações, preocupações, maus tratos …
É com Ele que tenho que aprender a sentir a mesma paz que Ele sentia naqueles momentos de sofrimento.
É com Ele que tenho que aprender como permanecer no Pai e como ter a Sua paz.
É com Ele que tenho que aprender a sentir a paz que Ele sentia mesmo quando estava caminhando para o Calvário para ser crucificado e morrer no meu e no seu lugar.
É a Ele que tenho que agradecer pelos exemplos de paz que Ele deixou para ser seguido por nós.
É a Ele que tenho que agradecer pela paz que Ele nos dá, pela paz “que excede todo o entendimento.”

Amada irmã, quando você estiver em meio às suas tribulações, quando a dor for tão grande que você não consiga conter as lágrimas, lembre-se de que qualquer que seja a sua cruz, o Senhor está pronto para lhe dar o Seu amor e lhe dar a Sua paz. E, em vez de chorar, cante o hino de Joseph M. Scriven “O Grande Amigo” …
“Em Jesus amigo temos,
Mais chegado que um irmão,
Ele manda que levemos
Tudo a Deus em oração!
Oh! que paz perdemos sempre,
Oh! que dor no coração,
Só porque nós não levamos
Tudo a Deus em oração!”

“Busquei ao Senhor, e Ele me respondeu; livrou-me de todos os meus temores. Olharam para Ele, e foram iluminados; e os seus rostos não ficaram confundidos.” (Salmos 34:4-5).

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s