A PRÁTICA DA VENDA DE ATIVOS NA BAHIA.


Por Edson Almeida / UCP
Nos tempos de WhatsApp e da informação em tempo real os trabalhadores têm maior capacidade de reflexão sobre os problemas que vivemos.
Foram vendidos os campos de Miranga e Buracica e várias estações na área de candeias, etc. Nada conseguiu reverter essas vendas assim como no resto do Brasil e no exterior, a TERMOBAHIA que praticamente está DENTRO da RLAM….. foi feita uma parceria com uma empresa estrangeira e NADA FOI FEITO PARA REVERTER!
Infelizmente vendas de ativos e parcerias comerciais não são assuntos sindicais e os tempos estão tão difíceis que nem esses estamos conseguindo resolver, vide as 2 PLRS que não tivemos, o fim da vigilância na TRANSPETRO e nos portões da RLAM, a mudança dos ônibus do turnos. Etc.
O pânico na nossa categoria não nos ajuda em nada e ainda pode nos gerar acidentes. Assim como não podemos ser objeto de manipulação politico-partidárias num momento tão adverso como 1990 e 1995.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s