Liminar determina envio de 500 homens da Força Nacional ao Rio


Nesta terça-feira, tropa com 300 agentes chegou à cidade. Ação popular pediu ainda reforço de 200 policiais rodoviários federais.


300 homens da Força Nacional já estão no Rio

300 homens da Força Nacional já estão no Rio

O juiz federal Firly Nascimento Filho, da 5ª Vara Federal no Rio, concedeu nesta terça-feira (9) uma liminar favorável a uma ação popular movida pelo advogado Dennis Cincinatus, que pede o envio de, pelo menos, 500 homens da Força Nacional e de cerca de 200 policiais rodoviários federais ao Rio. As informações são do RJTV.

Os governos federal e estadual já foram notificados e têm até sexta para se manifestar.

Nesta terça, cerca de 300 homens da Força Nacional chegaram ao Rio, vindo de Brasília, após liberação do Ministério da Justiça. O contingente é menor do que muitos batalhões da Polícia Militar.

Forca Nacional se reúne antes do embarque para o Rio (Foto: Divulgação/Ministério da Justiça)Forca Nacional se reúne antes do embarque para o Rio (Foto: Divulgação/Ministério da Justiça)

Forca Nacional se reúne antes do embarque para o Rio (Foto: Divulgação/Ministério da Justiça)

A viagem de mais de mil quilômetros durou cerca de 19 horas. O comboio de ônibus e carros da Força Nacional saiu de Brasília com destino ao Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças da PM, em Sulacap, na Zona Oeste. O Cefap vai servir de base para os policiais.

Inicialmente, o governo federal mandaria 100 homens para o Rio. Na segunda, o Ministério da Justiça anunciou que o número havia aumentado.

À tarde, 300 policiais se juntaram a outros 125 que já estavam na cidade atuando no Palácio Guanabara e na Assembleia Legislativa. Os agentes vão permanecer por 90 dias, mas o prazo pode ser estendido.

“Tem a Força chegando, a Força de Segurança Nacional. Também vão chegar mais policiais rodoviários federais, que é muito importante para gente. O Rio pode ter aí, com integração com as nossas polícias Militar e Civil, gente para fazer uma política diferenciada em segurança publica no país”, afirmou o governador do Rio, Luiz Fernando Pezão.

Por enquanto, a tropa da Força Nacional não vai para as ruas. O patrulhamento só poderá ter início depois que o planejamento das ações for apresentado pela Secretaria de Estado de Segurança e aceito pelo Ministério da Justiça.

Os detalhes serão definidos numa reunião que deve acontecer na quarta-feira (10). O governo do estado quer que a Força Nacional ajude a combater o roubo de cargas, que aumentou no Rio de Janeiro.

No ano passado, a média foi assustadora: um caso por hora. Desde março, a Associação Nacional dos Transportadores cobra uma taxa extra para entregas em áreas consideradas em situação de guerra, como é o caso do Rio, segundo a associação.

A ideia do governo do estado é que o policiamento seja reforçado no Trevo das Margaridas, no entroncamento entre a Avenida Brasil e a rodovia Presidente Dutra. E também na rodovia Washington Luís e na Linha Vermelha.

Traficantes dos complexos da Pedreira e do Chapadão costumam comandar roubos de cargas na região.

A Força Nacional está com 425 homens no Rio, número médio de PMs de um batalhão. A previsão é que apenas 100 homens fiquem nas ruas em cada turno.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s