“AS REGRAS DO ANARQUISMO”


 

Quando criei o “Estatuto do Anarquista”,
foi com a finalidade proposital de provocação
por si já é uma contradição, criar regra para acabar com ela,
mas o objetivo é incitar uma discussão profícua e esclarecedora

Muito se fala sobre o anarquismo mas ninguém tem nenhuma noção.

A anarquia não virá de “pára-quedas” e nem em uma “iluminação” celestial,
será através do (talvez) caos e do confronto com o poder social estabelecido.

É de uma inocência e ingenuidade a lá “Mussum” e “Zacarias”
(creio que nem estas sensacionais peonagens embarcariam nesta),
acreditar que de repente a população sem o mínimo conhecimento
ou orientação se transformará em uma sociedade igualitária quase perfeita.

O trabalho é árduo, estafante e longo, não vem da noite para o dia,
e somente os preguiçosos, estúpidos, canalhas e cretinos
permanecem com atiradeira na janela atirando pedra,
estes são os tais anarquistas de “meia-tigela”.

CãRiùá TaTaRaNa

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s