Petrobras vende 1º campo no pré-sal por US$ 2,5 bi


Norueguesa Statoil é a compradora; negócio tem como meta reduzir endividamento

POR RAMONA ORDOÑEZ / JOÃO SORIMA NETO

Sede da Petrobras, no Centro do Rio – Carlos Ivan / Agência O Globo

RIO e SÃO PAULO – A Petrobras anunciou ontem sua primeira venda de um campo do pré-sal. A estatal se desfez de sua participação de 66% no Campo de Carcará, considerado uma das “joias da coroa”, na Bacia de Santos, por US$ 2,5 bilhões à petroleira norueguesa Statoil. Carcará fazia parte da lista de ativos que a estatal colocou à venda desde o ano passado para reduzir seu endividamento e cumprir a meta de levantar US$ 15,1 bilhões no biênio 2015-2016 com a venda de bens. O mercado financeiro recebeu bem a operação. Os papéis preferenciais (sem direito a voto) fecharam em alta de 3,76%, a R$ 11,87. Já as ações ordinárias (com voto) avançaram 5,02%, a R$ 14,01.

De acordo com o diretor financeiro da Petrobras, Ivan Monteiro, a venda do campo é a maior operação já realizada no segmento de petróleo no país e o segundo maior negócio anunciado este ano, atrás apenas da compra da operação brasileira do HSBC pelo Bradesco, por US$ 5,2 bilhões:

— Nosso objetivo é reduzir a dívida líquida da companhia e aumentar a previsibilidade do que a Petrobras faz.

O Campo de Carcará só iniciaria a produção entre 2020 e 2023, mas começaria a pressionar o caixa da Petrobras em 2018, quando fosse declarado comercialmente viável, informou a diretora de Exploração e Produção da Petrobras, Solange Guedes, em entrevista para explicar a operação. Ela informou que os investimentos na área seriam elevados, mas não citou valores.

PETRÓLEO DE ALTA QUALIDADE

Solange observou, entretanto, que os equipamentos de exploração a serem usados em Carcará, pelas próprias características do campo, estão fora do padrão adotado pela companhia, o que aumentaria os custos entre 25% e 30%.

— Nossa estratégia é priorizar os ativos que terão geração de caixa a curto prazo e que não pressionem a alavancagem da companhia. O objetivo é alocar os recursos em ativos que já estão produzindo ou devem iniciar a produção a curto prazo — afirmou a diretora.

O geólogo Pedro Zalán, da Zag Consultoria, explicou que Carcará é uma das maiores descobertas do pré-sal já feitas pela Petrobras. Ele avalia que as reservas podem ser muito maiores do que o estimado até agora porque os reservatórios se encontram acima de um vulcão antigo, cujas rochas fraturadas poderiam ter ainda mais óleo. O geólogo destaca que o petróleo é de excelente qualidade, e que, ao contrário de outras acumulações do pré-sal, as condições facilitam muito a extração de óleo.

 

Para o especialista, a venda da fatia da Petrobras foi a melhor solução para o país, porque a estatal está sem caixa para investir.

— Consequentemente, a produção deste imenso volume de óleo estaria postergada por muitos anos caso a Petrobras continuasse como operadora. Assim como os royalties, impostos, empregos e investimentos decorrentes deste megaempreendimento — destacou Zalán.

De acordo com o negócio anunciado ontem, metade do valor total (US$ 1,25 bilhão) será paga no fechamento da operação. O restante, segundo a Petrobras, depende da conclusão do processo de unitização do campo — quando as reservas de petróleo extrapolam para áreas contíguas. O montante será pago em parcelas relacionadas a eventos como a celebração de um acordo de individualização da produção. Na prática, significa definir quanto de petróleo deve ser considerado como parte de cada campo.

Atualmente, o Campo de Carcará (BM-S-8) é operado pela Petrobras (66%), em parceria com Petrogal Brasil (14%), Queiroz Galvão Exploração e Produção (10%) e Barra Energia do Brasil Petróleo e Gás (10%).

A diretora de Exploração e Produção da Petrobras explicou que a preferência de compra da fatia da estatal foi oferecida aos demais sócios no bloco, mas o negócio acabou sendo fechado com a Statoil, empresa com a qual a Petrobras mantém acordos tecnológicos há mais de uma década.

— Tínhamos a ambição de materializar um acordo que pudesse ter a presença da Statoil aqui no Brasil, trazendo a empresa para uma parceria estratégica — disse ela, lembrando que a parceria pode ser ampliada, já que há uma série de ações potencias.

CAIXA REFORÇADO COM US$ 1,4 BI

Para Solange, a venda para a Statoil independe da aprovação da mudança das regras no marco regulatório do setor pelo Congresso.

— São atos distintos. Esse ativo foi obtido dentro do regime de concessões de 2000 e é um negócio tradicional e regular dentro da Bacia de Santos. Portanto, a mudança do marco regulatório não afeta a parte da concessão que estamos negociando — afirmou.

Com as vendas realizadas este ano, já entrou no caixa da empresa cerca de US$ 1,4 bilhão, sem contar a operação anunciada ontem.

Este ano, a Petrobras vendeu sua participação de 67,19% na Petrobras Argentina (Pesa) para a Pampa Energia por US$ 900 milhões.

Também concluiu a venda de sua companhia de distribuição de combustíveis no Chile por US$ 490 milhões. Em fato relevante, anunciou negociações para a venda de sua participação na Companhia Petroquímica de Pernambuco (Petroquímica Suape) e na Companhia Têxtil de Pernambuco (Citepe) para a mexicana Alpek.

Em dezembro de 2015, a Petrobras vendeu, por US$ 700 milhões, sua participação de 49% na Gaspetro.

Leia mais sobre esse assunto em https://oglobo.globo.com/economia/petroleo-e-energia/petrobras-vende-1-campo-no-pre-sal-por-us-25-bi-19808267#ixzz4g1yAqwSf
© 1996 – 2017. Todos direitos reservados a Infoglobo Comunicação e Participações S.A. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s